amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 2 de Maio, 2007

Bateu Forte!

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Bateu de repente… bateu forte…
      Como uma águia riscando o céu…
      Perdi meu norte… melhor a morte!…
      Mergulhar no breu… arrancar o véu!
      
      Dar a cara de frente… para bater…
      Cerrar os dentes e dizer… não… não!
      Enfrentar todos os bichos… atrever…
      Sorrir e … escorregar pelo corrimão…
      
      Bateu forte… o que me importa???
      Bati forte também… ousei… eu ousei!
      Que se lasque a vida… que feche a porta!
      Cansei de ser a boazinha… cansei!…
      
      Saturei de comportamento certinho…
      De normas… regras… tabus… etiquetas…
      Vai escoando a vida entre meus dedos…
      Não quero mais ordens … nem muletas…
      
      Hoje… afastei meus medos e fantasmas…
      Mal olhei para o espelho… para a casa…
      A sapeca que mora em mim gritou alucinada:
      – Nada de tristezas mulher!… – Vaza… vaza!
      
      Amanhã? – Amanhã posso voltar a ser tonta…
      Chorar… fazer coisas femininas e idiotas…
      Mas voltei ao normal… – Estou pronta!…
      Abri dos meus direitos… as comportas!
      
      Essa bateu forte… ah… bateu sim!…
      Mergulhei numa piscina vazia!…
      Mas foi bom… foi bem melhor assim…
      Despertei enfim… da imbecil covardia!…
      Mary Trujillo

Anúncios

Posted in poesia | Leave a Comment »

Não Me Procure…

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Não me procure nas sombras
nem em esquinas agonizantes
estarei andando no sol
tecendo tramas ardentes
matizes nas texturas vivas.

Não me procure em terras cegas
nem em porões escravos
estarei nas planícies
regando sementes adormecidas
tocando uma doce melodia.

Não me procure no silêncio mudo
nem no murmúrio do vento
estarei aprendendo a me entender
não sou eu que me faço voar
você que me faz sonhar …

Maria Thereza Neves

Posted in poesia | Leave a Comment »

SONHOS QUE SONHAMOS

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Sonhos que sonhamos
durante a nossa vida…
sonhos que desejamos
tornar realidade…
Estar num instante de magia,
entrelaçados, a nos amar,
beijos e carícias a trocar,
nossos desejos saciar,
e assim, o gozo do amor,
possamos alcançar…

E que não sejam apenas sonhos…
Sejam a realidade sonhada…
Prazeres já sentidos,
que os fazemos repetidos…
Gozo já provado,
de nosso jeito apaixonado…
Beijos de amor trocados,
em prazeres conquistados…
Serão apenas amores sonhados?
Ou foram amores vivenciados?
Se são sonhos de amor,
são sonhos que à vida dão mais cor…

Posted in poesia | Leave a Comment »

Um amor para nunca esquecer

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Um amor de verdade
nunca se esquece
Quando se ama a quem merece
Um amor que seu amor reconhece

Mesmo que um dia a relação termine
Esse amor é sempre sublime
Que o coração seu lugar nunca suprime
Na falta, uma saudade com algo de felicidade

Aquele amor transparente, sem veleidades
que viveu somente de verdades
Que compartilhou momentos de felicidade
Que viveu sempre de realidade

Que se deu e que se entregou
que recebeu e deu amor
que respeitou e foi respeitado
Que cuidou e foi cuidado

Carinhos de toda forma sempre deu
e carinhos sempre recebeu
Trocas de caricias apaixonantes
Dando muito mais que buscando prazer

É assim, um amor que não nasce para morrer
Que dentro do coração perpetuamente vai viver
Mesmo que a vida não tenha levado esse amor até o dia de morrer
É um amor para nunca mais se esquecer
Joe’A

Posted in poesia | 3 Comments »

Substancia

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Você somente começa a crescer
Quando sua sabedoria começa a amadurecer
Quando sua essência começa a ter substancia
Quando começa a seus erros reconhecer,
admiti-los e com eles aprender
Quando aprende com as lições de suas experiências
Quando aprende a consigo mesmo transigir, a se tolerar
e com humildade suas limitações revelar
Somente o saudável orgulho cultivar
como saber reconhecer o momento de voltar
Como admitir que outros sabem tanto ou mais que você
Que para uma mesma questão não existe somente sua solução
Que existem caminhos mais retilíneos que os seus
Agir sempre, em qualquer situação, com humildade
Sem nunca perder a dignidade
Saber que nunca tudo vai conhecer
Que sempre tem muito a aprender
Sempre primeiro, ouvir, ver, sentir para compreender
Sempre tentar o outro entender
Nunca seus princípios e valores impor, apenas os expor
Se dar ao respeito e respeitar para ser respeitado
Ter a consciência que um dia vai morrer
sem tudo completamente aprender
Com a Paz de quem sua missão cumpriu
Que sua parte, nesta vida, não deixou fazer
Que sempre correu atrás, não deixou apenas acontecer
Que nunca se omitiu, nem ao coração muito menos a razão

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Nuevos horizontes, nuevos dias

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Tu me haces ver ,que  existe
 el otro lado de la vida, para vivirla
un lugar dónde  hay calor, hay ardor
dónde hay  pasión , dónde hay  emoción

Pués mi vida  corría por la monotonía
nada de nuevo  pasaba,
solamente aquella rutina del  día a día
y la  vida de mi, se escapaba…

Contigo  sentí el gusto de la aventura
de conocer el nuevo aire del riezgo,
la adrenalina  aceleró mi pecho,
en el  corazón en cada nueva sensación

Vivir con motivación  y con emoción
con deseos en ebullición
sentir una pasión turbulenta
una vida vivida con satisfacción

Vida envuelta  con fuerzas,
por el placer  de la realización,
con desprendimento, sin  obligación
sin  compromisos, sin  presiones…

Transigiendo, tolerando, aceptando
compartiendo , conviviendo, sufriendo
apreciando, saboreando, alucinando
sin  traumas, sin culpas…sin miedo

Lejos de la monotonía y de la rutina
Distante de los rituales culturales
Demoliendo el  conservadorismo
Abandonando las ruinas sociales

Tropezando, cayendo , lastimándome , pero viviendo
Luchando , recomenzando, sudando, pero renovándome
Perdiendo, ganando, jugando,pero   tentando
arriezgar, sin omitirse, y creer en los sueños 

Valió  y esta valiendo  vivir contigo
será  igual   que  aunque un día nos perdamos
 igual por tí,  tuvo  sentido   la llave de mi renacer
Por ti  iluminádome  en un  nuevo amanecer

(c)Joe’

Posted in poesia | Leave a Comment »

Você é tão linda Tão linda

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Você é mais linda
Que uma asa Delta
Em pleno vôo

Você é mais linda
Que o Morumbi
Lotado

Mais linda
Que a gota
De orvalho
Escorrendo
Da pétala
Da rosa
E ao cair
Brilha
Iluminada
Pelo raio de sol

Você é mais linda
Que o lusco fusco
Do entardecer

Mais linda
Que o amanhecer
Quando o sol
Está pra nascer

Você é mais linda
Que o Museu
Da língua Portuguesa

Você é mais linda
Porque ainda
Brilha uma estrela
No seu olhar
ABittar

Posted in poesia | 24 Comments »

SONHOS DE MENINO

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

O menino sonha o porvir
já na hora de dormir
Sonha em ser marinheiro
ou quem sabe um vaqueiro

O menino sonha o futuro
não vê ainda o lado escuro
Sonha tantas esperanças
no seus sonhos de criança

Sonha, sonha meu menino
em preces ao céu subindo
sonha sonhos encantados
sonha, meu filho adorado

Que eles se realizem
que não sejam só fuligem
Sonha pois menino amado
sejas tu abençoado

Jorge Linhaça

Posted in poesia | Leave a Comment »

Cantinho da Formatação

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Lá vem o tião bunitão
com sua barba vermeia
inguá um caco di teia
cum pelo inté nas oreia
lá vem u tião bunitão

 

Jorge Linhaça

Cum seu jeito di machão
mascanu fumu di rolo
meio qui sarará crioulo
remexendo os dois zôio
Cum seu jeito di machão

Doidim pur uma encrenca
chega tá inté babano
quandu ele vai chegandu
vai logo se ouriçanu
doidim por uma encrenca

Num há moça qui o queira
com seu jeito besta fera
perecuranu sempre quirera
nem as veia nem as donzela
num há moça qui o queira

Por isso avéve suzinho
o tar tião bunitão
mór di tanta impricação
mais vexado quei u cão
pro isso avéve suzinho.

Posted in poesia | Leave a Comment »

PALHAÇA QUE CHORA…

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Chora mas… escolhe a hora
  não abandona para chorar por inteiro
  as emoções, as alegrias, as ilusões,
  no momento em que estiver no picadeiro.

  Chora mas…elege o adequado momento,
  não te desnudes de toda fantasia,
  não deixes de sorrir diante da agonia,
  não exponhas aquele que é só teu lamento.

  Chora brincando, fazendo estripulias,
  dá piruetas para espantar a abulia
  tenta fingir que ri e, assim,

  Chora enganando a falta que reclamas
  pois esse amor o coração de há muito já devia
  ter esquecido, como sendo aquele que tu amas

Gui Oliva

Posted in poesia | Leave a Comment »

Desnudamento…

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Arranco de tua face a máscara,
desnudo-te em meus pensamentos,
dispo-me de qualquer vaidade,
vejo tua alma nua,
sem poder esconder a verdade,
que calas em teu coração,
alvo de meus sentimentos,
propósito de minha vida,
projetado na eternidade
para ser consagrado no corpo,
vestido de pele e sonhos,
que despertam a conquista,
provocando desejos,
sem nenhuma vergonha,
exaltando o amor,
que ao ato completa,
sem testemunhas.

Schyrlei Pinheiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Minha Amada Imortal

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Imortal amor que nos seduz
sonhos vividos assim
sobre lençois cor de carmim
amor que nunca tem fim
qual eternos fachos de luz

Amor imortal, consistente
uma alma da outra o espelho
os lábios de vivo vermelho
sorvidos em beijos com zelo
paixão a perdurar eternamente

Minha amada imortal prenda
eternizada no meu canto
em versos em que me agiganto
para conter este nosso pranto
e que a saudade afugentam

Reluzente jóia de raro valor
inestimável companheira
menina mulher tão faceira
entre todas és a primeira
razão dos meus versos de amor

Jorge Linhaça

Posted in poesia | Leave a Comment »

Bolo para o feriado

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Bom dia amigos queridos
hoje fiz um bolo especial
ingredientes escolhidos
com muito carinho afinal

É um bolo de amizade
quem já provou gostou
tem muita sinceridade
e recheio de puro amor

A cobertura é de alegria
pois é muito bom ser amigo
por isto fiz esta poesia
para partilha-lo contigo

Se achegue e coma sem medo
foi feito para ti afinal
e vou contar-te um segredo
tu és muito especial

Um lindo dia para todos
Jorge Linhaça

Posted in poesia | Leave a Comment »

ESSA POR QUEM EU SONHO

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Verdes são os campos, rosa é o céu,
Azul é o mar, da cor dos teus olhos,
E nos teus cabelos como num breu,
Desprendem-se florzinhas aos molhos.

Ao longe, brancas, são as ovelhas,
E o bom pastor que com elas vai,
Veste pele de cordeiro nas orelhas,
Que com o rude vento por vezes cai.

Trazes à cintura cingida cinta de cetim,
Vermelha bem da cor do carmim,
E eu vejo-te ao longe chegar,

Como se fosse um sonho sequer ousar,
As tuas formas femininas aqui,
Tão longe e, no entanto, tão perto de mim.

Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

Garras da paixão

Posted by amizadepoesia em Maio 2, 2007

Ao lado ou distante
vives dentro de mim
minha alma você tomou
meu coração você aprisionou

Corre nas minhas veias como um vicio
que a todo meu corpo contaminou
Viciosa dependência
Que domina minha consciência

Que em nada mais pensa
Que ninguém mais deseja
Que nada mais anseia
Que nada mais sonha ou devaneia

Exceto sua cariciosa presença
que meu corpo e alma alimenta
que meu vicio sacia
que minha dependência alivia

Não posso nem desejo me livrar
dessa dependência doentia
que me magoa, que me sacia
sujeição que me dá alegria

Masoquismo pretendido, desejado
Querência cobiçada
Prisão nas algemas de paixão
Coração deliciando sujeição

Vôos nos limites de sua imaginação
Alma refém da minha paixão
Corpo escravo de sensação
Razão sujeita a emoção

E o amor nas garras da sua paixão
Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »