amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

“TARDE DE OUTONO”

Posted by amizadepoesia em Maio 8, 2007

Tarde de Outono és amena e doirada…

Nas árvores teus frutos a of’recer…

Tua brisa é fresca, suave e perfumada…

Tarde de Outono, como te esquecer?

Pequenos pássaros em sua revoada

Vêm mel das flores colibris colher…

Mil borboletas voam pela estrada…

Tarde de Outono, como te esquecer?

As folhas já caindo pelo chão

Formam tapetes pra meu Bem passar…

E o seresteiro a tocar seu violão,

Conta uma estória de um amor sem par,

Com sua voz que vem do coração…

Tarde de Outono, como te olvidar?

Jacaraípe, Serra, Espírito Santo, Brasil, 25/04/2007

Guida glosa o ultimo mote do soneto

Conta uma estória de um amor sem par,

que começou numa outonal estação

e prossegue por anos a fio a perpetuar,

os sonhos de uma Rosa cheia de paixão.

Um homem gentil e extremamente carinhoso,

Com sua voz que vem do coração…

cativou a bela Rosa num beijo gostoso,

e de mãos dadas seguiram plenos de emoção.

Sentados num banco ficaram a relembrar,

uma vida plena de experiências e afetos…

Tarde de Outono, como te olvidar?

Se nela o nosso Amor foi descoberto?

Tarde de Outono és amena e doirada…

Nas árvores teus frutos a of’recer…

Tua brisa é fresca, suave e perfumada…

Tarde de Outono, como te esquecer?

Pequenos pássaros em sua revoada

Vêm mel das flores colibris colher…

Mil borboletas voam pela estrada…

Tarde de Outono, como te esquecer?

As folhas já caindo pelo chão

Formam tapetes pra meu Bem passar…

E o seresteiro a tocar seu violão,

Conta uma estória de um amor sem par,

Com sua voz que vem do coração…

Tarde de Outono, como te olvidar?

Jacaraípe, Serra, Espírito Santo, Brasil, 25/04/2007

Guida glosa o ultimo mote do soneto

Conta uma estória de um amor sem par,

que começou numa outonal estação

e prossegue por anos a fio a perpetuar,

os sonhos de uma Rosa cheia de paixão.

Um homem gentil e extremamente carinhoso,

Com sua voz que vem do coração…

cativou a bela Rosa num beijo gostoso,

e de mãos dadas seguiram plenos de emoção.

Sentados num banco ficaram a relembrar,

uma vida plena de experiências e afetos…

Tarde de Outono, como te olvidar?

Se nela o nosso Amor foi descoberto?

Santos/SP – 07/05/07

guidalinhares@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers gostam disto: