amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

NÃO SEI SE FINJO OU MINTO

Posted by amizadepoesia em Maio 13, 2007

Não sei se finjo ou minto, o quanto escrevo,
Se sou eu ou outro, no quanto lhe devo,
Mas, se não sou eu, quem escreve ou finge,
Porque chamar de meu o que me restringe.

Todas as dores são minhas, de mais ninguém,
O que revelo ou escondo, fica sempre aquém,
Do que, sentindo, escreve, com tal clamor,
O que a fingir, mente, com tamanho supor.

E assim, fingindo, suplanto-me a mim mesmo,
E vou nesta vida mentido, de esmo a esmo,
O que não sendo condição é sua suplantação.

E, a vida, é um relógio, que se chama coração,
Com promessas para entreter a mentira,
Quando, mentindo, finge, se ressente e se retira.

Jorge Humberto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: