amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Coercivo Silêncio.

Posted by amizadepoesia em Março 7, 2008

O vazio,
Minha impertinência.
Solidão,
Meu acesso a circunstância,
O desconforto de ter opinião.
Ocasião e desperdício,
Pois o cerne do sacrifício
Está no profilático estar só.
A escolha entre ter atitude
Ou ser apenas solicitude.
Massa de manobra,
Um lugar comum ao vento.
Aquelas coisas que decoram o átrio,
Elemento artificial.
Substancial apenas ao uso
E desuso das oportunidades de plantão.
No silêncio cultivo meus azedumes;
Mortifico-me.
Porque na ausência do inesperado
Mora a monotonia.
 
Gerson F. Filho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: