amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 24 de Março, 2008

VAMOS TENTAR VIVER EM PAZ

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

PAZ. Tão pequena esta palavra. E que grande significado… Quem não a deseja?

Contudo, apesar de desejada, é tão desprezada, chega a ser incrível como se arrumam pretextos para acabar com ela.

Se pegarmos um mapa mundi, encontraremos poucos lugares onde não existe alguma agitação. Se não for uma revolução, ou uma guerra declarada, serão manifestações populares contra alguma coisa ou contra alguém. Por vezes, vão bater panelas contra o Governo, que logicamente tentará sufocar o movimento, e “tome pau’. Poderá ser também contra a oposição ao Governo, que está tentando boicotar alguma medida que eventualmente estará atingindo alguns interesses.

Em todo e qualquer canto do mundo, sempre haverá alguém protestando contra algo de uma maneira violenta, podemos ver que em outros lugares, a coisa é mais feia, porque são lutas religiosas. Imaginem o contra senso. Se Deus é paz, concórdia e amor, como pode os homens se matarem em nome de Deus. Nosso Amigão deve estar meio que desanimado com a estupidez humana.

Se ele não está, eu estou, e penso que qualquer pessoa de bom senso também o esteja, já quase desistindo de tentar saber o que essa tal de PAZ.

Também vejo que em outros lugares, guerreia-se apenas porque, embora falando a mesma língua, tem sotaques diferentes. Ou então porque não falam a mesma língua, mas vivem em um mesmo País. Ora, não poderiam entrar em acordo e dividir a coisa? Cada qual em sua metade?

Lutas, guerrilhas, guerras, revoluções, manifestações, e a coitada da PAZ, como fica?

Bem, saindo do âmbito internacional, vamos ao que realmente é importante, ou seja, de nossa paz interior, de como é importante ter a oportunidade de viver em paz, de como é importante saber buscar, encontrar e manter essa paz interior.

Meu querido amigo L’Inconnu, deixou-me uma mensagem muito interessante:

A paz apenas será obtida, quando o homem entender a necessidade de conseguir a SUA própria paz. Para obtê-la, deverá saber permitir que todos a tenham.

Realmente meu sábio amigo matou a pau. Como alguém pode conseguir paz para si próprio, se não permite que outros a tenham? É isso o que se chama “viver e conviver em paz com sua consciência”. Parece óbvia essa ligação entre nossa paz interior, e a paz dos que nos cercam.

Sempre devemos procurar fazer o bem, e se sentirmos que estamos prejudicando o sossego, o bem estar de outrem com nossas atitudes, devemos procurar reformulá-las, pois se para conseguir o que queremos, tivermos que atrapalhar a vida de alguém, isto deverá ser repensado. Devemos procurar outros caminhos.

Uma das maneiras de se conseguir chegar a essa espécie de nirvana que é a paz interior, é aquela velha máxima já tantas vezes citada: “seu direito termina onde começa o meu, e o meu, onde começa o seu.” Devemos sempre observar esse pequeno detalhe. Isso evitará atritos, e será meio caminho para a infeliz da paz se manifestar. Da mesma forma quando percebemos que alguma atitude nossa incomoda a alguém. Será muito mais elegante mudarmo-la, do que criarmos alguma situação desagradável, apenas porque queremos atingir algum objetivo.

Enfim, podem ter certeza de uma pequena coisa, de que é muito gratificante olhar a nossa volta, descobrindo que a maioria das pessoas nos aprecia, justamente por as procurarmos ajudar, ao invés de prejudicar.

Com pensamentos positivos, com paz no coração a vida será bem melhor.

Se não desejarmos o mal a ninguém, ninguém nos desejará o mal, salvo se for alguém com muita maldade no coração, e portanto, digna de pena e não de nossa raiva.

Como primeiro passo para essa PAZ INTERIOR, que tal termos UM LINDO DIA…

Marcial Salaverry

Anúncios

Posted in poesia | 2 Comments »

Azul

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Ando pela casa dos sentimentos
        dentro da alma confusos gritos
        choram ausências, buscam carinho
        mas sei que eu não ando sozinho

        Caminho por uma trilha de medos
         que anseiam tocar o colo da vida
        mas  os dias seguem seu curso
        água benta,  mar bravio

        Busco tal qual elo perdido
         um não sei quê  que me devora
         desejo de sim no tempo sem hora
        suplicante olhar que me consola

        Ando neste espaço do tempo
         dentre as murallhas do ser
        não sei como o tempo passa
        quanto mais vivo e  sinto
        mais  intensamente quero viver

        Ando como sonâmbulo entre  letras
        sonho um país  chamado felicidade
         enquanto houver um ser que sofre
        a minha  luta é pela igualdade

        No azul deste universo de idéias e ideais
        anseio conquistar serenidade de ser
        tudo começa em nosso interior
        como ensina  nosso  Mestre e Senhor

        Amar o próximo como a si mesmo
        esta é a maior lição de amor
        e tudo  finda e principia
          tudo  fala e silencia
         no  Azul… Deus de toda Poesia
        .
    Graça Ribeiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

MOMENTOS!…

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Dias em que o sol se fez; dias em que se escondeu.

        Dias que o sorriso em mim brotou;

        dias em que a tristeza em mim penetrou.

        Dias em que amei, em que fui amado.

        Dias que acertei; e os que errei.

        

        Dias em que vi gente que amo nascerem; e,

        em que muitos a quem amei morreram.

        Dias em que fui beijado, agraciado, benvindo e saudado;

        outros…rejeitado, traído, esquecido.

        

        Dias em que o mar apresentava-se a mim calmo como um anjo,

        outros dias ele foi feroz…

        Dias em que não vi as horas passar,

        outros…pareciam que os dias eram intermináveis.

        

        Dias em que me deitei feliz,

        outros…que nem dormi tomado pelas lágrimas…

        Dias em que presenteei; dias em que nada ganhei.

        Dias em que pude ver o sorriso na face de meu irmão;

        outros…que só vi lágrimas, algumas, vindas da violência espúria…

        

        Dias de Paz; outros de guerra, de respeito; de ofensas…

        Ah, dias estes…em que se somam; fazendo ao final

        história de nossas vidas…

        Todos simplesmente chamados de momentos, é momentos!…

        Alguns eternos…outros passageiros…

        

        Paulo Nunes Junior

Posted in poesia | Leave a Comment »

En la hora marcada

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Me dio una tristeza tan grande
          en el dia, en la hora del encuentro marcado
          al  no aparecer tu, y por casi dos horas mas
          inconformado….esperar, de ti llegar la esperanza

          Tanta ansiedad, horas afligidas
          minutos ansiosos….caminando
          para allá y para acá, en el mismo lugar
          no pasaba por mi cabeza faltaras tu

          Pensé tantas cosa, no concluí nada
          preocupación, ansiedad, vacío
          melancolicamente…una nada
          soledad, completamente callada

          Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Vôo silente

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

vôo silente

      nas asas do pressentir

      alcanço o espaço da paz

      onde cabe a devoção…

      Priscila de Loureiro Coelho

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

DA CAVERNA DE PLATÃO, NA MODERNIDADE

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Não te feches em tua ilha de sonhos.
Vem! Acolhe os amigos que te chamam!
Busca em ti mesmo os momentos risonhos.
Lembra de todos aqueles que te amam.

Saias do teu castelo povoado de imaginação.
Venhas à luz do sol, cante, dance, busque companhia.
Lembras daquele Mito da Caverna de Platão?
As sombras eram a realidade para quem ali vivia.

Até que alguém com a curiosidade e busca aflorada,
ousou fugir da prisão e o que encontrou lá fora?
Natureza exuberante. Vida a ser compartilhada.
Esqueceu das sombras. Afinal, já era chegada a hora.

Você que me lê! Saia da frente da telinha e da TV.
Troque as suas fantasias imaginativas pelas reais.
Levante, passeie na natureza. Veja gente, enterneça!
Experimentarás sensações maravilhas, antes só irreais.

O ser humano se move pelos cinco sentidos e a intuição.
Tudo se desenvolve plenamente pela ação e movimento.
Quanto mais tato vivenciado, o olfato apurado e a visão
de longo e curto alcance, maior o nível do sentimento.

É muito bom viajar pela imensa janela do mundo,
com seus recursos cibernéticos, sem sair do lugar.
Mas no doce caminho do meio, a moderação toca fundo,
dinamizando o ser, que vai em busca do real compartilhar.

Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »

Você é isso…

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

    Você é isso….
                                O luar.. o céu.. o mar..
                                Tudo em você é pura poesia.
                                Você é isso
                                Benção divida
                                Sonhos e estrelas
                                A iluminar os seus caminhos.
                                Você é isso
                                Verdes campos colossais
                                Flores, rosas e orquídeas
                                Canto manso de pardais
                                Você é isso
                                Uma prece divinal
                                Silêncio que invoca paz
                                É toda amor celestial.
 Luiz Maia

Posted in poesia | Leave a Comment »

Ansiar lhe encontrar

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Morro a cada dia no ocaso

      e nasço novamente na alvorada,

      buscando eternamente em cada passo,

      o caminho que me guie atá sua alma.

      Um caminho impregnado de ternura,

      com jardins florescidos na ilusão,

      seu espaço embebido de doçura,

      em um peito saturado de paixão

      Qual é a margem que devo seguir ?

      Tão somente Deus ! Podes me conceder,

      logo, no crepúsculo,

      que eu trate de não morrer,

      e a seu lado lograr amanhecer. 
     

       Hugo F. M. Otero     

Posted in poesia | Leave a Comment »

FILHOS DO CORAÇÃO

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Quantas crianças são geradas,

      Mas as famílias não as querem!

      Faltam-lhes amor, carinho, abrigo.

      Logo vemos elas sem seu ninho.

      Surge então almas boníssimas,

      Pais e Mães que adotam vidas!

      Mais que Filhos adotivos,

      São os filhos do coração!

      E assim, vidas seguem unidas

      Adotados pelo amor.

      Com esperanças e paz.

      Nada nesse mundo é mais bonito

      Que abrigar uma criança

      E ver crescer um próspero rapaz!

      

      Nanci Laurino

Posted in poesia | 1 Comment »

As Palavras

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Quisera que alguém me dissesse,

                Que somos algo mais que palavras,
                Que nao se vai a vida :
                falando coisas que nao sentimos
                e abafando nossos gritos.

                Quisera ter a certeza
                de que uma pomba é uma pomba
                e o vento, vento…
                Que o sol é o sol e não outra coisa.
                Que o Amor , é Amor
                e nao uma proclama oca.

                Quisera que as palavras
                fossem nossas essencias
                e não meros fonemas unidos
                por vãs ilusões…

                Sinto que a vida nos escorre
                em frases feitas,
                pedidas emprestadas,
                sem saber sequer o que representam,
                sem darnos conta do que fere,
                engana, enamora,
                entristece, alimenta quimeras
                ou simplesmente se extravíam
                por não serem ouvidas…

                Quisera que alguem me dissesse
                que somos algo mais que palavras…
                ou melhor ainda:
                que alguem me diga que as palavras
                servem a alguém
                porque são algo mais que palavras… !
                Ternas saudações!
                Eileen

Posted in poesia | Leave a Comment »

O SUICÍDIO DE UMA JOVEM ALMA

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

      Não há nada de mais lamentável que um suicídio,
      perde-se uma vida irremediavelmente sem valor,
      o corpo deixa de respirar, aos poucos perde calor
      estrangulado pelas mãos assassinas de um insidio

      Quando este acto final é cometido por um jovem
      menos inexplicável, se torna decifrar, seu porquê
      mas seguramente, serão coisas, que ninguém vê,
      e que ao próprio, e insidiosamente, o consomem

      Destino doloroso mas quem mais sofre triste vida
      será aqui acometido pela lembrança que o tempo
      não deixará apagar, de nossa memória aí indevida

      Não! não me venham falar, em inferno ou pecado
      que aquele que sofre já não mostra sequer alento
      para ser senão mais um jovem a ser aqui olvidado

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

O TEMPO DE NOSSO AMOR

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Ainda consigo ouvir ao longe teu clamor
        a dúvida que te cercava, a falta de amor
        Insistente dizia-te, que não haveria aqui
        quem em sua solidão se lembrasse de ti

        Que não eu, em toda a tragédia e fervor
        com muito carinho, honra, e resplendor
        E, assim, aos poucos, fizemos um jardim
        os medos tão teus, guardei-os para mim

        Que o medo teu que guardo nos confins
        de um deserto qualquer urjam renuncia
        e banhemo-nos aqui em rosas e jasmins

        Dizer-te, porém que nunca eu vi mulher
        tão bela como tu, de pássaro, pronuncia
        urdindo, como não soube, outra sequer

        Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

DEUS ABENÇOE AOS AMIGOS…

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

 As horas passam…
      Estamos neste finalzinho do dia:
      Vinte e três de março de dois mil e oito,
      dia em que, neste ano, comemorou-se
      a Ressurreição do Cristo e mesmo que, ainda,
      tenhamos guerras, desmandos governamentais,
      crianças famintas, velhos abandonados,
      a mendicância, que tanto nos choca,
      a humanidade, também, carrega no coração
       uma vasta esperança,
       uma maioria que traz o amor na alma…
      A midia mostra o que é mau e isso faz pensar
      que, em quantidade, é maior, mas não é assim;
      o amor, o carinho, a bondade
      superam em larga escala a maldade
      e faz da vida um bem precioso,
       por que devemos, todos os dias, agradecer
      a Deus pelo privilégio de estarmos aqui…
      Em particular, sou reconhecida por tanto que tenho
      e, mais ainda, aqui neste espaço virtual,
      que para mim é tudo de maravilhoso de onde me vem muito em amor e carinho, mensagens de corações que falam com beleza, testemunhando um mundo que  não está perdido; que a amizade existe,
       que o amor está vivo, que o compartilhar é uma preciosidade e é real…
      Meus amigos, meus irmãos de alma,
      é emocionada que agradeço o que me foi enviado, mensagens e respostas, carinhos que me fazem imensamente feliz, e me fazem estar
      de bem com a vida…
      Deus abençoe a todos, que a magia deste dia de Páscoa se estenda ao longo da estrada da nossa existência.
      Minhas saudações, meu carinho…

Carmen Ortiz Cristal

Posted in AMIGOS, amizade | Leave a Comment »

Pastor de Almas

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Jesus Cristo!
       Ressuscitaste no coração dos homens
      a Paz e o Amor
      nesta Páscoa consagrada.
      Sejas presente em nossa vida,
      todos os dias, emprestando
      entusiasmo e alegria.
      Cristo sacrificado na cruz,
      pelo pecado dos homens!
      Salvaste a humanidade,
      pela loucura da tua utopia.
      Um Paradigma Amoroso
      cristalizado no seio da humanidade.
      Pastor de Almas,
      semeador do Bem Maior.
      Cubra a todos nós,
      com teu alvo manto de luz.
      Dá-nos o brilho da compreensão!
      Desabrocha as consciências,
      para que transformem o mundo,
      em Paraíso aqui na Terra.
      Pastoreia nossa mente,
      nosso espírito,
      nossa matéria,
      Faze de nós o instrumento maior
      da tua semeadura de Amor.
      A Paz que todos sonham,
      num só coração
      abraçando o Universo em expansão!
      Na Amorosa Fraternidade
      entre todos os povos,
      sem discriminação de qualquer espécie.
      Na Fervorosa Solidariedade,
      pelos fracos e oprimidos,
      pelos que tem sede de dignidade e justiça!
      Na Fé Inabalável
      no poder maior contido na centelha divina
      que habita o coração!
      Jesus Cristo,
      Pastor de Almas,
      Sejas bem-vindo, hoje e pela eternidade!

 Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »

Amor Incondicional

Posted by amizadepoesia em Março 24, 2008

Quando Boni chegou era pequenino,
      aconchegava entre as nossas mãos.
      Trouxe alegria a todos da casa,
      encantou sobremaneira cada coração.

      Arteiro, fez muitos estragos.
      Meias e sapatos, eram os prediletos.
      Mas também as paredes e o sofá,
      estavam cada vez mais arranhados.

      Boni era uma festa constante.
      Crescia a olhos vistos, sem parar
      comia demais, guloso ao extremo,
      pulava e brincava a todo instante.

      Comendo, brincando, crescendo
      Boni era o centro das atenções.
      Sua cara enorme metia medo,
      mas os olhos eram doces, só paixão.

      Às vezes me parecia que ele falava,
      quando deitava seu olhar no meu.
      Colocava as patas ao redor de mim
      e eu podia sentir que me abraçava.

      Quando ficava sozinho era só tristeza,
      mas quando percebia que a porta se abria,
      Nossa! ele vinha alucinado, que beleza.
      Derrubava a gente, de tanta euforia.

      Mas um dia Boni se foi, deixando saudades.
      Sua partida despertou imensa tristeza.
      Atualmente se ele ainda estivesse comigo,
      eu me sentiria mais plena de felicidades!

      Às vezes penso o quanto um cachorro é amigo.
      Porisso tanta gente diz que o prefere,
      a um amigo cachorro que às vezes nos fere.
      Mas afinal de contas, ninguém se reconhece inimigo!

      Tudo é feito com as melhores intenções.
      Mas também sabemos até por tabela,
      que no inferno há muita gente boa que se perdeu,
      nos labirintos da vida, ávida por emoções.

      Mas o que fazer? Viver é preciso! Também cair na real!
      Ainda que entre tapas e beijos, consentidos ou não.
      Fico aqui pensando que o melhor remédio seria
       cativar um cachorro, pelo seu amor incondicional!

 Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »