amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 23 de Abril, 2008

Pura Energia

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Um dia como numa fantasia
nos despiremos do nosso corpo material
e seremos somente energia
Sentimentos e sentidos somente em vibrações

Despidos dos pecados  de ordem  material
Nos materializando apenas para o amar
Cultivar vibrações em todas as freqüências
do Bem, os valores de ordem espiritual

Neutralizando toda e qualquer emissão do mal
Em todo mundo florescendo a Natureza
em toda sua original beleza
Purificando os solos, o ar e os mananciais

Um ar puro das montanhas a Terra perfumar
Os sons das florestas a melodiar
Flores nos jardins, nos campos a colorir
Perfume no ar em qualquer lugar

Éden recomposto, pecado original penitenciado
O Amor fluidificado em todo firmamento
Neste céu flutuar ao sabor do vento
No peito uma alma emana Amor…palpitando

Que todos valores materiais impuros se dissipem
Estabelecendo uma nova ordem para a humanidade
Pela unica via, a Via do Amor; nos sistemas da fraternidade
da igualdade, da caridade, pela humildade e generosidade

Sem o cultivo harmonico da espiritualidade com a materialidade
sadia, em harmonia com cada cultura, não viveremos em Paz
Não se pode ter paz quando se acumula riquezas do suor
ou o sangue do irmão,
Nem da fome nem da miseria do nosso semelhante
Ação e reação , carmica!!!
Que os canais da Humanidade sejam comunicantes
conjuntamente com a  gravidade,
Homens nivelados… como humanos
A Energia do Bem, restabelecerá a Harmonia
dos que tem com os que não tem…
Pelo nosso proprio Bem …

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Envelhecência

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Apesar
      dos meus cabelos brancos
      e dos meus tantos anos,
      eu ainda sonho dormindo
      e acordada também!

      Penso que
      só se deve parar de sonhar
      com os encantos desta vida,
      quando a tampa do caixão se fechar!

      Mas também
      quem sabe lá do outro lado,
      materializemos os tantos sonhos de cá,
      que ficaram esparramados pelo caminho,
      tristes e solitários,
      sem que fossem por um momento,
      acarinhados em toda a sua extensão,
      vividos e gozados plenamente.

      Bem
      aqui fica,
      o meu carinho de coração
      a todos,
      de qualquer idade.

      Que a envelhecência seja
      tão picante e saborosa
      quanto foi a adolescência.

      Quem sabe,
       talvez agora com mais sabedoria,
      se possa ou não pisar de mansinho,
      ou mesmo se ferir nos espinhos,
      mas sobretudo viver e resgatar
      tudo aquilo
      que em nosso balanço de vida,
      ainda está deficitário.

      Que estejamos ainda em tempo,
      de usufruir os lucros da vida,
      com prazer e alegria.

Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »

PARADIGMAS

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

 Existem tantas razões nesta vida
      para vermos o que se nos aparenta:
      – cada olhar que a vida inventa –
      Paradigmas das cenas assistidas.

      Numa mesma imagem:  ou a morte,
      ou terno anjo a vir nos consolar…
      depende, pois, da forma de a olhar,
      do sentimento que nos for mais forte.

      A vida são imagens sobrepostas,
      quantos a veem, quantas são as versões,
      Como fosse banquete, em mesa posta.

      Alguns preferem comer os camorões,
      muita gente, há, que deles não gosta.
      Assim vivemos, com nossas emoções.
Jorge Linhaça

Posted in poesia | Leave a Comment »

Amar, Dar Sentido a la Vida

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Você mudou a minha vida,
      alterou o rumo da minha história,
      ocupou meus pensamentos,
      passou a fazer parte dos meus planos e momentos.

      Me fez perceber de novo meu coração,
      sentir que não tenho apenas uma vegetativa vida,
      o fez palpitar com sentimentos de amor,
      vibrar com sensações e emoções esquecidas.

      De novo o sol passou a ter calor.
      A lua de repente ficou romântica.
      A natureza ganhou nova cor.
      E os jardins ganharam novos perfumes.

      Passei a sentir a beleza do dia a dia.
      Que meu horizonte tem alvoradas.
      Que minhas noites são estreladas.
      Que no por do sol nasce o luar.

      Sinto do sol calor e ardor.
      Minhas saudades não são solitárias.
      Minha solidão tem companhia,
      e nas minhas lembranças tem fantasias.

      Meus sonhos passaram a sonhar.
      Minhas esperanças ganharam vida.
      Minha vida passou a ter sentido,
      você a ela deu vida , …

      Amar deu sentido a minha vida…
      Amar você…
      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Patativa do amor

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Canta a ternura em poesia
patativa do amor latente.
Espalhando na cercania
teu gorjeio tão pungente.

Ao ouvir o teu trinado,
meu coração se desespera,
lembrando o machucado
que ainda se recupera.

Foi um sabiá encantado,
que pousou no meu jardim.
Vinha todo cheio de cuidado,
mas não gorjeou pra mim.

Não me fez ouvir o seu canto!
Trouxe tristeza e não alegria.
P`ra completar meu espanto,
chora pela ruptura todo dia,

Patativa o que posso fazer?
Me digas..pássaro das caatingas!
De esperar amor, não quero morrer,
também não farei mandingas.

Moras nas matas do Nordeste,
acostumada à seca inclemente.
Mostra ao meu coração o leste,
onde more um sabiá mais contente.

  Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »

Desejo dos Anjos

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Na comoção das almas
os anjos se encantam.
São sonhos de luz.

Um menino apanha flores e palmas
e os anjos se levantam!
Um momento que seduz.

E a lua emocionada cheia de prosa,
vê anjos e menino…
entreabrindo uma rosa.

No céu uma estrela cadente.
Na alma uma esperança
do viver no descanso silente.

Seja feliz menestrel!
Viva a vida com a alegria
de um anjo poeta contente!

Guida Linhares

Posted in poesia | 1 Comment »

Apenas você.

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

 Em meu coração aquece forte
      a lembrança de você, apenas de você!.
      As palavras que me dissestes,
      aquelas que meu coração recebeu,
      ditadas pela ternura e pela emoção,
      não são meras palavras atravessadas no éter,
      são verdadeiros sinais amorosos.
      No eco das tuas carinhosas falas,
      o sussurro dos ventos, o orvalho da madrugada,
      descendo suavemente pelo meu território,
      a me fazer relembrar teus toques,
      carícias e afagos, um surpreendente paraíso!
      Apenas você..
      a me chamar de gueixa sedutora,
      e me fazer sentir amada e desejada,
      como há muito tempo não me sentia.
      Apenas você..
      com teu jeito sério e ao mesmo tempo brejeiro,
      a me conduzir por jardins de sensações,
      adornando nossos momentos com tanta magia
      Apenas você…ninguém mais!
      Quisera mesmo que o tempo parasse,
      naquela madrugada de San Valentin!
      Ali pude sentir o que representa
      o desejo de dois corações,
      quando não há limites.
      Nem de distância, nem o isolamento,
      nem as dificuldades, valendo mesmo o puro sentimento.
      Desde então vivo assim….
      flutuando nas entrelinhas dos meus e teus versos,
      a buscar nas palavras que tu escreves,
      tentando perceber se é verdade…
      se realmente me queres!
      Pois fugistes de mim,
      fechando-se igual a um  caramujo,
      num silêncio sem fim.
      Até pode ser que tudo
      seja produto da minha imaginação.
      Mas se for…
      posso te garantir
      que foram e são as melhores imagens internas,
      trazidas dos porões do inconsciente
      onde habitam meus dragões, fadas, anjos e demônios
      em dança tresloucada do mais puro desejo de amor.
      Sinto que somente terão sossego,
      no exato momento em que aqui chegares,
      e nossos olhos se encontrarem.
      Acredito que me levarás à mais doce loucura,
       repleto de muitos beijos e apertados abraços,
      sem hora p`ra acabar com tamanha ventura.
      Você…apenas você e ninguém mais…
      p`ra fazer com que eu declare publicamente:
      És a razão do meu viver!

Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »

Valores interiores…

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Tanto procuramos a felicidade,  a realização na vida,
tantas vezes fora, distante de nós
em sonhos, em projetos, cultivando esperanças por uma vida melhor,
seja por um emprego, seja por bens materiais
seja por posições ou seja dinheiro…
Quantas vezes alguns desses sonhos realizamos,
no momento do alcance, euforicos ficamos ,
alegres mas não exatamente felizes…
e nossa rotina continua na mesma monocordica e ansiosa busca do dia a dia
Dias povoados de ansiedades, de correria, de tristezas, anseios e pequenas alegrias…
Condicionando a Felicidade, aos ses, ao senões, aos mas, ou aos todavias…
Se cumprimos uma condição, logo outra se impoe…
E a busca continua… tornado iguais, rotineiros, sem graça nossos dias
Se voce se permitir , um dia, voce se vê no espelho, que estranha a voce mesmo…
Ve uma imagem, que nao combina com  sua expectativa…
Os anos se passaram, voce olhou, avaliou, criticou, adimirou todo mundo que por sua frente passou….mas não olhou para voce…de voce…voce se esqueceu…
Seu antigo reflexo no tempo se perdeu…
Está na lembrança, mas não no seu rosto…
Neste dia, intrigado se pergunta porque, entristecido, sem querer seu interior ve…
E neste por acaso voce começa a se conhecer…
Se extasia, quanto tempo perdido, quanta coisa para ver, e por voce,  voce se apaixona
e de voce vem a paz que tanto ansiava…
de voce vem a felicidade que tanto procurava…
Vem uma calma, um bem estar que voce não imaginava…
E se sente feliz…
Finalmente descobrindo, que todas as respostas, todas as condiçoes, todos os valores, toda busca…estava dentro de voce mesmo…
assim como a Paz…
assim como a Felicidade..
E novamente ao se olhar no espelho, se surpreende, com a reflexo desabrochado ,
com cores, com maquiagem, que somente quem sabe desenhar, é sua alma: seu coração, seu amor, sua comprensão…
e a mais linda maquiagem,  maquiagem
divina…a maquiagem da paixao…
Paixao, por voce mesmo, paixao pela vida…paixão por um grande amor…
Nesta hora voce ve o que nesta vida tem realmente valor…
o valor de um carinho
o valor do respeito
o valor da validação
o valor da humildade
o valor da caridade
o valor da igualdade
o valor da fraternidade o valor da amizade…
que tem mais valor dar que receber
e o maior valor, amar e ser amado..
a um amor, ao proximo, a natureza, a voce mesmo, a um amigo…e a Deus
Voce amadurece, a sabedoria como companhia…
com Paz, com Felicidade..
abraçado pela Alegria…

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Vida Concedida

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

 Voce abre os olhos e vê alegria de mais um dia
      Alegria por viver mais um dia
      Esta vida maravilhosa, milagrosa
      que Deus te concedeu e te permite mais um dia

      Poder ver e sentir toda a beleza da natureza
      Poder amar e ser amado
      Poder sentir no êxtase todos seus sentidos
      Poder cultivas todos seus sentimentos

      Viver a vida de forma envolvida
      seja com sonhos, esperanças, projetos ou paixões
      povoar seu coração das mais lindas emoções
      Presentear seus sentidos com as mais puras sensações

      Veja a vida como uma alvorada, com seu sol nascente
      tão brilhante, a iluminar qualquer quadrante
      a trazer vida para todas as vidas
      a aquecer o interior de todas a almas

      Não vale a pena a vida ser sentida de outra forma
      Pois ela é curta e única para com bobagens ser perdida
      não deixe que aflorem em seu coração sentimentos negativos
      não permita que sua alma viva na penumbra dos deprimidos

      Viva a vida glorificando tudo que a ela foi concedida
      Tenha orgulho e respeito aos dotes que lhe foram destinados
      Conviva aceitando e compartilhando o que é do seu meio
      Paciência, perseverança e persistência para realizar seus sonhos

      Pense sempre no mais justo, no certo para receber o correto
      Não somente plante, mas também cultive, seus amores seus amigos
      Cultive a caridade, a humildade e evolua na sociedade
      Faça da sua vida um meio de esperança e felicidade

      A vida nos foi concedida para ser prazerosamente vivida
      Em toda sua magnitude, com toda sua propriedade
      Concebida do nosso amor, abençoada pelo Divino Amor
      Não para penitenciar nada, fomos perdoados pela Suprema Bondade

      Nos foi concedido respirar, ver,ouvir, tocar e saborear
      Nos foi concedido os sentimentos, os pensamentos e os sonhos
      Nos foi concedida a imaginação, nos foi concedido um coração
      Não ha nada igual no universo concedido com tanta riqueza pela Criação

      Agradeço a Deus por esta dádiva
      Por este momento, por este dia
      Por tudo que sou, por tudo que tenho
      Pela vida que me foi oferecida e é a cada dia concedida. 

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Águia dos meus sonhos…

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Sejam tuas garras
tão fortes
quanto o amor
que sentes
latejar
no teu peito.

Transcendendo
o teu limite
voa alto
voa junto
até onde o imaginário
possa alcançar…

Voa como águia,
e me agarre
com todo
o carinho
que trazes
dentro de ti..

Te espero…
quando a lua
surgir pensativa
no céu…

Te quero…
no meio das estrelas
Quando olho o céu,
em noites de lua cheia.

Te cuido…
devorador de partículas,
pois a tua ferocidade
esconde um forte amor
em gestação..

Me cuido…
para que o tempo
transforme
a hibernação
em ardentes lavas,
de um vulcão
repleto de desejos.

Te vejo…
incandescendo
nos gelados cumes,
estendendo as tuas
protetoras asas,
me acolhendo inteira,
eriçando meus pelos,
poros e entranhas.

É assim
que te espero
te quero
te cuido
me cuido e
te vejo…
Águia dos meus sonhos!

Guida Linhares

Posted in poesia | Leave a Comment »

Os perfumes dos sentimentos

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

A essencia dos perfumes dos sentimentos
exala doces carinhos pelos tempos
faz de nossos corações os mais lindos jardins
onde colhemos as flores
da amizade, da lealdade, da humildade
da bondade e até a flor do amor
quando não a fulgurante flor da paixao
que dá luz aos nossos olhos
da juventude e viço a nossa face
e na nossa mente
uma só estação, o verão
por ser tão quente
impregna em nossa alma
a fogo marca suas letras
em nossos corações
Sentimentos, com cores, perfumes
mais ainda, todos seus atributos.
Que seja assim, sempre florido o nosso caminho
hoje, amanha e para todo o sempre…

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

SOU ARREBOL

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Sou a estrada do sol em poente,
sou a semente incubada na terra,
primavera crua, quarto decrescente,
semente do sol, regada d’espera.

Sou o outono, nas folhas douradas,
charada louca tingida de sol,
arrebol  pardacento, nua estrada,

melodia morrente, em dó bemol,
atol perdido, baleia encalhada,
silenciada voz…dum rouxinol.

Jorge Linhaça

Posted in poesia | Leave a Comment »

QUE IRONIA VOCÊ ME DEIXAR

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Que ironia eu te dar todo o apoio

            segurar suas lágrimas

            embalar os seus sonhos

            e, você desaparecer…

            

            Que ironia você dizer que me ama

            afastando-se de mim

            do meu sentir, do meu respirar,

            dos meus sonhos, da grande  ilusão

            de viver até o fim dos meus dias com você…

            

            Que grande ironia quando eu não concebia

            que outro amor fagueiro

            tomasse você do meu carinho inteiro…

            

            Que ironia despertar e me dar conta

            de apagar você para sempre de minha alma…

            Você me derrubou dos meus sonhos

            do caminho da sua vida

            deixando-me sem guarida…

            Conto agora com as lembranças

            com minha garra para lutar

            com minha determinação

            de dar outro rumo para meu coração….

            
Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

AMAR PARA SEMPRE

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Vou começar relembrando o seu sorriso…
O seu olhar mais lindo…
Vendo-me em seus braços
Rodopiando num imenso salão do Universo
de olhos fechados, pensando,
em mais nada existindo…

Tento controlar meu desejo
Mas o seu desejo vem muito forte
Num brilho tentador nos seus olhos
E, vem esta vontade de beijar…
De segurar o tempo e não deixá-lo passar…

Pensar em você acende minhas emoções
Desperta um desejo ardente de manter-me em seus braços…
De ter tomado meu rosto em suas mãos!
E deixo este fogo se alastrar por esta paixão
Dominando o meu coração…
Uma paixão intensa que me faz amante
No seu pensamento ,constante…

Sinto uma intimidade instantânea
Porque meu coração já é seu por muito tempo…
Quero aspirar a sua fragrância masculina
Cálida e insinuante!
Quero me deleitar com seu sabor
Quente, ansioso, excitante…
Quero seu beijo ansioso, morno e exigente…
Quero que sua respiração acaricie minha pele…
Quero que este desejo fervente
Suba à tona do meu amor mais ardente…

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Vals de los Deseos

Posted by amizadepoesia em Abril 23, 2008

Cuando te desnudas para mí
      vistiendo tu cuerpo de deseo
      convidandome para bailar
      el supremo vals de nuestros sentimientos

      Bailamos en el salón de la pasión
      apretando con amor su corazón
      embalados en los compases del vals
      nuestros más íntimos pasos.

      En pasos perfectos, sincronizados
      cuerpos en los brazos de los sentidos
      almas en los movimientos de los sentimientos
      cuerpo y alma de rostros rozandose

      En el bailar sin cesar del amar
      bailando en las notas del placer
      soñando por la orquesta de las hormonas
      en los perfumes de las flores del amor.

      Vals de todas las estaciones
      baile sublime en canción divina
      bajo la regencia del amor
      Punto alto resaltando los sonidos de los orgasmos

      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »