amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 6 de Dezembro, 2008

Porta Mais Larga do Mundo

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

Conta-se que um dia um homem parou na frente do pequeno bar, tirou do bolso um metro, mediu a porta e falou em voz alta: dois metros de altura por oitenta centímetros de largura.

 

Admirado mediu-a de novo.

 

Como se duvidasse das medidas que obteve, mediu-a pela terceira vez. E assim tornou a medi-la várias vezes.

 

Curiosas, as pessoas que por ali passavam começaram a parar.

 

Primeiro um pequeno grupo, depois um grupo maior, por fim uma multidão.

 

Voltando-se para os curiosos o homem exclamou, visivelmente impressionado: “parece mentira!” esta porta mede apenas dois metros de altura e oitenta centímetros de largura, no entanto, por ela passou todo o meu dinheiro, meu carro, o pão dos meus filhos; passaram os meus móveis, a minha casa com terreno.

 

E não foram só os bens materiais. Por ela também passou a minha saúde, passaram as esperanças da minha esposa, passou toda a felicidade do meu lar…

 

Além disso, passou também a minha dignidade, a minha honra, os meus sonhos, meus planos…

 

Sim, senhores, todos os meus planos de construir uma família feliz, passaram por esta porta, dia após dia… gole por gole.

 

Hoje eu não tenho mais nada… Nem família, nem saúde, nem esperança.

 

Mas quando passo pela frente desta porta, ainda ouço o chamado daquela que é a responsável pela minha desgraça…

 

Ela ainda me chama insistentemente…

 

Só mais um trago! Só hoje! Uma dose, apenas!

 

Ainda escuto suas sugestões em tom de zombaria: “você bebe socialmente, lembra-se?”

 

Sim, essa era a senha. Essa era a isca. Esse era o engodo.

 

E mais uma vez eu caía na armadilha dizendo comigo mesmo: “quando eu quiser, eu paro”.

 

Isso é o que muita gente pensa, mas só pensa…

 

Eu comecei com um cálice, mas hoje a bebida me dominou por completo.

 

Hoje eu sou um trapo humano… E a bebida, bem, a bebida continua fazendo as suas vítimas.

 

Por isso é que eu lhes digo, senhores: esta porta é a porta mais larga do mundo! Ela tem enganado muita gente…

 

Por esta porta, que pode ser chamada de porta do vício, de aparência tão estreita, pode passar tudo o que se tem de mais caro na vida.

 

Hoje eu sei dos malefícios do álcool, mas muita gente ainda não sabe. Ou, se sabe, finge que não, para não admitir que está sob o jugo da bebida.

 

E o que é pior, têm esse maldito veneno, destruidor de vidas, dentro do próprio lar, à disposição dos filhos.

 

Ah, se os senhores soubessem o inferno que é ter a vida destruída pelo vício, certamente passariam longe dele e protegeriam sua família contra suas ameaças.

 

Visivelmente amargurado, aquele homem se afastou, a passos lentos, deixando a cada uma das pessoas que o ouviram, motivos de profundas reflexões.

 

……………………………..

 

Você sabia que, segundo o Ministério da Saúde, no ano de 2001 foram internados 84.467 brasileiros por transtornos mentais e comportamentais devido ao uso do álcool, demandando um gasto de mais 60 milhões de reais?

 

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o álcool é a droga mais usada pelos jovens no Brasil.

 

Segundo pesquisa realizada em 14 capitais brasileiras em 2001, pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), o consumo começa cedo: em média, aos 13 anos. E o pior é que o álcool é a porta principal de acesso às demais drogas.

 

E você sabia que a influência da TV e do Cinema nos hábitos de crianças e adolescentes foi recentemente comprovada por pesquisadores da Escola de Medicina de Dartmouth, nos Estados Unidos?

 

Por todas essa razões, vale a pena orientar nosso filho para que não seja mais um a aumentar essas tristes estatísticas.
Momento Espírita

Anúncios

Posted in AMIGOS, oração, Uncategorized | Leave a Comment »

Onde Estás Deus, Que Não Respondes?

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

      Assim, o poeta Castro Alves inicia seu poema Vozes da África. É o lamento do Continente Africano, vendo seus filhos serem levados como animais ao mercado de escravos.

      

      “Deus! Ó Deus! Onde estás que não respondes!

      Em que mundo, em qu´estrela tu t´escondes

      Embuçado nos céus?

      Há dois mil anos Te mandei meu grito,

      Que embalde, desde então, corre o infinito…

      Onde estás, senhor Deus?”

      

      À semelhança dos versos do poeta, muitas vozes se ergueram quando aconteceu o 11 de setembro de 2001, para indagar onde estava Deus naquele momento.

      

      Por que permitiu que mais de duas mil vidas fossem destroçadas naquela manhã?

      

      Por quê?

      

      Poder-se-ia perguntar ainda onde estava Deus quando fomentamos a Primeira e a Segunda Guerra Mundial.

      

      Quando eliminamos seis milhões de judeus, em nome de uma inexistente superioridade ariana.

      

      E quando empreendemos as cruzadas, levando a morte àqueles que qualificávamos como infiéis?

      

      E durante a Inquisição de tanta barbárie?

      

      E todos os dias, onde está Deus?

      

      Onde está Deus quando enganamos nosso irmão? Quando mentimos para conseguir favores que desejamos?

      

      Quando desonramos o lar, com o adultério? Quando eliminamos a vida no ventre materno, porque não desejamos o ser em gestação?

      

      Onde está Deus quando deixamos nossos filhos à matroca, sem orientação, porque preferimos a acomodação?

      

      Onde está Deus quando, utilizando o poder que o mundo nos confere, ferimos pessoas, destruímos a honra de outras vidas?

      

      Onde está Deus quando levantamos as bandeiras da pena de morte ao nosso irmão? Ou da eutanásia?

      

      Para todas as perguntas, a resposta é a mesma: Deus está dentro de nós, dentro de cada criatura.

      

      Soberanamente sábio, criou-nos a todos iguais, partindo de um mesmo ponto de simplicidade e ignorância.

      

      Criou os mundos para que neles trabalhássemos, utilizássemos nossas forças e crescêssemos em intelecto e moral.

      

      A ninguém concedeu privilégios. A todos concedeu o livre-arbítrio, com a conseqüente Lei de Causa e Efeito.

      

      Estabeleceu que a cada um será dado conforme as suas obras e que todos deverão chegar ao mesmo destino, não importa quanto demore: a perfeição.

      

      Ele nos permite a livre semeadura, mas estabelece que a colheita seja obrigatória.

      

      Por isso, uns semeiam ventos e colhem tempestades. Outros lançam ao solo as sementes da bondade, do bem e alcançam felicidade.

      

      Uns estão semeando hoje. Outros tantos estão realizando a colheita das bênçãos ou das desgraças que se permitiram semear.

      

      Conhecedor das fragilidades de Seus filhos, aguarda que cada um desperte, a seu tempo, cansado das dores que para si mesmo conseguiu.

      

      Portanto, não indague onde está Deus, quando você contemple a injustiça. Trabalhe pela justiça.

      

      Não pergunte onde está Deus, quando observe a violência. Semeie a paz.

      

      Não questione onde está Deus quando a miséria campeia. Utilize seus recursos para semear riquezas.

      

      Enfim, onde quer que você esteja, lembre que Deus está em você e com você. E espera que você seja o Seu mensageiro de bênçãos, onde se encontre.

      

      Pense nisso. Pense agora e comece a demonstrar ao mundo o Deus que existe em sua intimidade.

 Momento Espírita

Posted in AMIGOS, amizade, oração | Leave a Comment »

PELO UNIVERSO!…

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

Desesperado desejoso de tua presença, comecei a andar, te procurei ente os desertos,
 e lá as areias me falaram que você era mais forte que elas
 pois o vento as levava e a você  os ventos de lá nada faziam…
Procurei você entre os oceanos, e de suas profundezas os grandes seres disseram: –
 Aqui ?!… Impossível quem procuras é mais profundo e não podemos tocar nem ver…
Passei a procurar então entre os campos, e as flores falaram: –
 Porque procuras entre nós simples flores?…
 Tua flor é a mais rara, somos feias e pequenas perto dela…
Triste e só, mas sem perder a esperança, te procurei entre vulcões e eles logo avisaram:
 – Aqui não vais encontrar a quem buscas, quem desejas encontrar tem mais força que um vulcão e muito mais calor, e poder…
Então, já tomado pelo cansaço, sentindo a derrota, debrucei e comecei a chorar!…
As lágrimas rolavam pela face e ao cair entre as pedras desenhavam teu rosto…
Inconformado, como louco!… Pedi aos céus para que me levasse a você, e dentre as nuvens
 um anjo veio tomando-me pela mão, levou-me até onde estarias e lá deixou-me,
 sobre alvos lençóis de seda!…
Eis que surge você, em meio a névoa do desconhecido tomando conta de mim,
agora não saberei mais viver sem você,
AMOR!

PAULO NUNES JUNIOR

Posted in poesia | Leave a Comment »

ouças-me D’us

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

      Suplico-vos
      Glorioso D’us , Espírito Soberano
      de amor misericordioso,
      com a aproximação do evento
      em que comemora-se a vossa data,
      mediante o grandioso amor que devoto-vos,
      sabedora que conheceis as aspirações de todos
      os corações, sabeis dos anseios e desejos meus, perante
      vosso perfeito universo, suplico-vos em pensamentos, e,
      ora em palavras, embuídas de pleno amor, pois,
      palavras sem amor nada valem,
      que todo o homem espiritual não ache prazer
      em outra coisa que não seja a comemoração de
       Vossa Existência, tornando-vos solidários, atingindo os
      propósitos Vossos, fazendo-vos crerem, que,
      o desvio da verdade,
      é acto extremamente desastroso,
      encaminhando-se tresloucadamente para
      um infindável caminho de destruição irreversível.

      Suplico-vos
      Que o ódio extinto seja definitivamente pela Paz.
      Que haja compreensão e tolerância.
      Que os povos entendam-se como irmãos,
      sentindo  a magnificência de vossa Essência.
      Que em cada criatura humana, no vosso coração,
      haja pleno equilíbrio e harmonia,
      vicejando, plena e permanentemente, a
      semente da Fraternidade, fazendo despertar
      as almas das sombras, que vivem nas sombras fraternas.
      Não permitais óh D’us de misericordioso Amor,
      não como avassaladoras tempestades que arrasam
      e destróem,mas, sim, useis os vossos sentidos todos,
      como antídoto ao veneno dos males,
      tonando-vos, da vida,  o sentido e a razão
      como pura emoção.

      Suplico-vos
      E imploro-vos, perante a
      infinitude de vossa glória,
      e a magnificência do poder vosso,
      que dissipeis os pensamentos soberbos,
      nossas almas, livrai-as dos erros,  para, que permaneçamos
      na  Luz de Vossa providência, a vida concedendo-nos,
      assim como, creio que, através da fragrância
      da infinitude imensurável  do Amor vosso,
      e, das vossas melodiosas palavras ,
      haverá a unicidade do gênero humano, não
      mais havendo amores escravos subjugados,
      suplicantes do divino socorro às suas almas,
      abandonadas por aqueles todos que, oportunidades
      chances raras tiveram, de, pelos caminhos da vida,
      digna e generosamente viverem. 

      minha gratidão eterna à vós,
       D’us de amor eterno.

      Amém!

Maria Regina

Posted in AMIGOS, oração | Leave a Comment »

Soberana Visão

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

      Meus olhos espirituais
      se abrem para a soberana visão !
      A Luz me cega, por instantes,
       em seguida esclarece
      os meus sentidos digitais …
      Tocando-me o coração
      À flor da pele !

      Nada vejo,
      apenas sinto a PRESENÇA do Espírito
      procurando um lugar para pousar
      na minha vida…
      Nos meus relacionamentos,
      na minha família, nos meus sonhos
      Nas poesias …

      Alegrias estão por vir…
      Algo novo está para nascer !

      A Luz que posso ver
      alcança o Céu nas alturas
      e sinaliza a Terra
      nos espaços siderais
      Abençoadas ternuras!

       Os desafios são sinais luminosos
      Avisos grandiosos
      Avisos …

      No mundo astral recebo o abraço de Jesus
      em perfeita união com meu Ser !

      Edificante esse momento onde o Espírito
      vai repousar em cada coração amante !

      Seremos o Templo da Divina Luz !
      O milagre vai transformar
      cada pedido em realidade presente …
      Onde a Fé já perdida
      precisa ser fortalecida !
      A felicidade encontra o caminho
      Prometido!

      Rendo graças a Ti meu Deus
      por esse momento de PAZ
      Restabelecida !

      VERA MUSSI

Posted in AMIGOS, amizade, oração | Leave a Comment »

Paz

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

      “Neste mundo eu posso encontrar paz nas montanhas,
      na beira do mar, ou em algo que eu faça.
      Mas para conhecer a paz como uma experiência ilimitada
      preciso entender a dimensão da paz de Deus.
      Qual é a experiência dele?
      A paz de Deus não vem do corpo e de Seus sentidos,
      nem dos relacionamentos ou atividades.
      Ela é uma experiência profunda que emerge de
      dentro de Seu ser de tal forma que poderia ser dito:
      Ele é a fonte genuína de paz.”

      Brahma Kumaris

Posted in AMIGOS, amizade | Leave a Comment »

Para Fazer-te Sentir Meu Amor

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

                  Quando a chuva caia sobre ti
                  E o mundo pese em teu coração
                  Eu te darei meu calor
                  Para fazerte sentir meu amor

                  Quando chores ao amanhecer
                  E não haja quem possa te consolar
                  Te abraçarei até a eternidade
                  Para fazerte sentir meu amor

                  E sei que não é facil receber
                  Mas que mal poderia fazerte eu
                  Se no momento que ti conheci
                  Soube que serias para mim

                  Posso morrer de fome ou solidão
                  Posso arrastar miha sombra até teus pés
                  Não existe nada que não faria por ti
                  Para fazerte sentir meu amor

                  A tempestade ruge no imenso mar mar
                  E na rodovia da dor
                  Ventos de mudanças que se fazem sentir
                  E ainda não viste ninguem como eu
                  Não existe nada que não faria por ti
                  Para tornar teus sonhos realidade
                  Percorreria o mundo até o final
                  Para fazerte sentir meu amor

                  Não existe nada que não faria por ti
                  Para fazerte sentir meu amor
                  

                  armado con mi amor 

                  Eileen

Posted in poesia | Leave a Comment »

Ocasos

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

Este amanhecer,
não será como outros
além de um amanhecer, este
tem um ocaso também

Ocaso de um lindo dia que passou
foi um lindo dia, enquanto durou
um longo dia, muito longo
com seus próprios minutos e segundos

Cada um deles com sua própria história
de todos os anos que cada um significou
de todas horas que cada dia teve
de todos os anos desses tempos

Mas não existe dia sem ocaso
os ocasos em morte ou os em vida
faz parte da vida, bem ou mal vivida
na vida envolvida ou na separada.

Amanhece, vamos ver novo dia nascer
Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Palabras de Amor

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

            Palabras de amor, palabras de cariño
            para tí, no más verbalizadas
            pero  llenas de musicalidad
            de nuestro  toque y  perfume,

            Dichas  por nuestras miradas
            son más que palabras
            son acciones en verso y  rimadas
            por nuestro cuerpo , por nuestra alma

            Cuerpos y   almas en poesía
            sentimientos en versos y  prosas
            Sentidos en árias compuestas
            Almas gemelas que viven en poesía

            Declamando alegria
            decantando emociones
            sensaciones en canción
            Pulsando, compartiendo corazones..

            Joe’a

Posted in poesia | Leave a Comment »

Nas terras do Coração

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

Mais uma estação que passa
Agora em outra longitude
Novos jardins nesta primavera
Novos brotos novas flores

Com flores distintas…diferentes
das do jardim do passado
Novos cultivos, novas adubações
novas estufas, novos cuidados

Cada flor tem seus próprios caprichos
Seus orgulhos e vaidades
Como são todas as flores
mas em novos cenários

Novas formas e formatos
novas configurações
em novas estações
Novos solos, novas brisas, novo calor

Na estação do amor
Estação de todas estações
Haja, chuva, frio ou calor
Coisas das terras do coração

Terra do amor ou do desamor
Somente dependendo do agricultor,
algo do tempo, algo da època,
Muito do respeito, da admiração e atração

Coisas das terras do  Coração

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Sim…eu te aceito

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

      Na alegria, no seu sorriso sorrirei
      Na dor, na sua lagrima chorarei
      Na tristeza, nos meus ombros a consolarei
      Na labuta, por ti eu lutarei
      No frio,  o calor do meu abraço te darei
      No cansaço, no meu colo a descansarei
      Nos caminhos da vida, contigo estarei
      No desejo,  minhas caricias te darei
      Na saudade, noticias te darei
      Na distancia, de ti sempre me lembrarei
      No pensamento, seu nome sempre respeitarei
      Na tentação, para ti me conservarei
      No pecado, por ti me penitenciarei
      Na doença, por ti me desvelarei
      No sono, por ti eu velarei
      Na prece, por ti eu orarei
      Nos sonhos, todas esperanças te prometerei
      Nas promessas, juro que por ti cumprirei
      Nas esperanças, toda minha Fé depositarei
      Nos carinhos, todos para ti reservarei
      Na paixão, todo prazer para ti proporcionarei
      Na vida, por ti todo meu sangue eu darei
      No amor, todo meu coração eu ti ofertarei
      Sendo minha para sempre de ti eu serei…

      Te aceito de corpo e alma… sempre a amarei

      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

EU NASCI PARA AMAR-TE

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

            Engana-me, esqueça-me…
            que importa ao coração!
            Se meu amor está firmado
            para ti sem condições
            Castiga-me e mente-me
            te confesso, que dá no mesmo
            faz tempo que está decidido
            meu coração a quem amar

            Não importam teus amores
            não importa teu passado
            teus pequenos erros
            ja os perdoei
            muito antes de pecar!

            E não há nada que fazer
            eu nasci para amar-te!
            e amar-te sem fim!
            Algum dia, o sei ..
            o caudal transbordado
            de tuas aguas chega ao mar
            Nada vai deter

            o impulso de amar
            que me dita o coração!
            Eu nasci para amar-te
            mais além da razão!!!

            Depois, finalmente aprenderás
            a aceitar meu coração.
            se o amor é verdadeiro
            nao se rende ante a dor.

            Te esperarei…
            não importa quanto
            me feres sem piedade
            o destino está marcado
            serás minha e nada mais!!!

            E não tenho  nada que fazer.
            eu nasci para amar-te
            e amar-te sem fim!!!
            Algum dia o sei
            o caudal transbordado
            de tuas aguas chega ao mar!

            Nada vai deter

            o impulso de amar

            que me dita o coração!
            Eu nasci para amar-te
            mais além da razão!!!

            ALEJANDRO FERNÁNDEZ

Posted in poesia | Leave a Comment »

O Bem e o Mal….A Escolha…

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

Deus nos faz com a mesma  receita
sempre, os mesmos elementos quimicos
os mesmos compostos dos sentimentos
E, nos dá o livre arbitrio para os compostos compor

Podemos compor, a inveja, a gula ou a ira,
assim como a preguiça, a cobiça ou luxuria,
ou a maldita avareza, sentimentos do mal
mas também podemos compor os sentimentos do bem

A humildade, bondade ou a simplicidade
quem sabe também a caridade
ou ainda o desprendimento
O carinho, o respeito e o amor

Qualquer sentimentos podemos sentir…compor
Compomos todos eles,..mas quais deles cultivamos?
Depende, sejam os do bem ou sejam os do mal
Depende apenas do qual e de como os alimentamos

Em todos nós existe o Bem e o Mal….Escolha…

Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Qué falta que me hacés

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

Que falta que me hacés
Yo no imaginaba que te amaba tanto
tanto y de este modo , siento tanta nostalgia
Me falta tu abrazo, falta tu beso, faltas vos

No sé cómo éste amor puede ser …
con tantas ausencias, tantas distancias
las dificuldades en  nuestras   vidas.
Contrariando la razón , venciendo la pasión

Vivimos,  embriagándonos de esa pasión
El tiempo  alimentó más aún esa lllama
alimentó ese fuego  con el calor del amor
Llama que incendia pero no quema.

Nos calienta en los fríos de la soledad
Nos incendia en nuestro momento de pasión
Ilumina la vida en nuestro  corazón
Refleja el brillo de nuestras miradas 

Contagia nuestra cara de sonrisas
Inflama nuestras esperanzas
dá luz de luna  a nuestro soñar
y estrellas a nuestras fantasías

Más cuando vos no estás cerca
junto a mi, sufro tanto
y quedo contando los dias que faltan verte 
y de todo ese amor que en vos desahogaré

(c)Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Eu te Prometo…

Posted by vidapura2 em Dezembro 6, 2008

              Te prometo despertar-te quando o sonho fugir

              e do céu rente ao chao fluam legiões de

              vagalumes curiosos
  Te prometo despertar-te  quando o

   aguaceiro estoure

  e o telhado metralhe

  um enxame de diminutos diamantes.

  Te prometo uma rosa no final desta noite

  uma festa improvisada numa explosão de cores

  uma guirlanda amarela e  um casulo decidido

  a soltar sua mariposa,

  te prometo una estrela fugaz

  com sua verdadeira historia.

  Prometo despertar-te quando o concerto

  de  pinheiros

  seja um grande ressonar de trinos

  e a claridade se aproprie de suas formas.

  Te prometo despertar-te  para buscar a fortuna

  capaz de salvar a lua

  que ameaçava estatelar-se na montanha.

  Te prometo uma rosa…

  Te prometo uma estrela fugaz

  que do sol virá nos

  despertar eu te prometo.

Augusto Blanca

Posted in poesia | Leave a Comment »