amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 14 de Fevereiro, 2009

ENTRE AS ESTRELAS TE ENCONTREI

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

  Deito-me nesta areia alva, fina, que o vento leva,

      A melodia do mar toma-me a alma,

      meu pensamento vai até você,

      O desejo de tê-la junto a mim neste instante,

      Como duas almas apaixonadas corrermos,

      de mãos dadas,

      juntos gritarmos frente ao oceano,

      Eu te amo!…

      

      Percorrer contigo todos os caminhos do êxtase

      entregar-me como um escravo à sua ama,

      as chaves de meu coração te entreguei,

      minha pele é tua, só sinto teu sabor dentro de mim

      nossos momentos

      são uma cobrança dolorida em mim,

      procuro-te como uma criança desesperada

      que se vê sozinha, abandonada.

      

      Grito por ti em desespero

      às lagrimas da saudade,

      Queria contigo compartilhar coisas simples,

      meu sorriso, minhas tristezas, minhas frustrações e vitórias,

      Queria contigo escrever a poesia mais linda de amor,

      Contigo sentir-me teu gigante, senhor absoluto,

      Queria olhar em teus olhos e dizer-lhe:

      Te amo! Te amo! Te amo!…

      

      Queria…

      Ah, como queria ouvir de você o mesmo,

      poder te tocar, te amar loucamente

      ouvir-te dizer a meus ouvidos:

      “Te quero! Te quero!”

      Mas, aqui estou…

      A brisa me toca e o dia começa a surgir,

      A lua, única companheira desta madrugada de lembranças,

       esta se indo…

      E você…Ai entre estas estrelas se vai.

      

      E agora se fará dia,

      O astro rei mostra sua beleza,

      Resta-me voltar ao meu canto solitário,

      aguardar que você volte na noite seguinte

      entre às estrelas.

      

      Paulo Nunes Junior

Posted in AMIGOS | 3 Comments »

PARA SABER AMAR COM PAZ E AMOR

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Para saber amar com paz e amor, devemos ser capazes de  dar aquilo que não possuimos, que é o verdadeiro sentimento do amor, que só será descoberto quando começarmos a amar alguém.
Para conseguir dar amor, temos que ter o amor em nosso coração, pois ninguém conseguirá  ensinar aquilo que não sabe, ou que não sabe sentir.
Então, para poder ensiná-lo, temos que saber compreende-lo, temos que saber vive-lo, temos que entender que o amor a Deus e à humanidade, é fundamental.
O amor não pode ser estudado, não se aprende na escola, mas sim na vida.
Temos que saber aceitar e entender essa idéia, pois ninguém poderá apreciar algo que não aceita, que não consegue entender.
Temos que querer e saber aceitá-lo, com todas suas incongruencias, e é preciso saber recebe-lo em nosso interior. Não podemos duvidar do Amor.
E, finalmente, para acreditar no amor, temos que estar convencidos de que é o que de melhor nos pode acontecer, e que realmente vale a pena ser vivido, vale a pena ser sentido.
É preciso saber que o amor exige dedicação e até mesmo alguma renúncia.
É preciso que se tenha certeza absoluta de que não se pode viver sem amor.
Amor tem que ser entendido em sua plenitude. O amor total, que não é somente o amor carnal, mas sim, o amor pela humanidade, abrangendo tudo  aquilo que merece ser amado, desde uma simples queda d’água, até aquela pessoa que nos faz viver melhor e mais feliz, e até mesmo aquela que não nos tem amor.
Para um viver feliz, é imprescindível sabermos libertar a válvula em nosso interior que controla nossos sentimentos.
Saiba amar, saiba ser amado. Saiba viver, enfim. Saiba aproveitar a Era de Aquário.
E na certeza de teu saber, desejo-te um LINDO DIA, com aquele sentimento gostoso de paz e amor no coração.

Marcial Salaverry

Posted in AMIGOS, amizade | Leave a Comment »

O QUE APRENDI COM A VIDA

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Aprendi que há mais dos meus pais em mim do que eu supunha.

Aprendi que quando estou com raiva tenho o direito de estar com raiva. Mas isso não me dá o direito de ser cruel.

Aprendi que só porque alguém não o ama do  jeito que você quer que ele ame, não significa que esse alguém não o ame com tudo que pode.

Aprendi que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.

Aprendi que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens ou fora de cogitação. Poucas coisas são mais humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprendi que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.

Aprendi que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido; o mundo não pára para que você o conserte.

Willian Shakespeare

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

BEIJA-FLOR

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Saindo de casa, ela encontrou o beija-flor caído, sem ânimo para voar.
Acolheu-o na mão, colocou água com açúcar no bico e deitou-o
com carinho num lugar em que pudesse descansar.
Pouco depois, recuperado, ele voou. E ela alegrou-se!
 
O que Rosely fez, mostrou um pouco do jeito de ser do Pai.
 
Às vezes, nós somos esses beija-flores caídos e sem ânimo para voar.
 Então, quando mais precisamos, por alguém o Pai nos dá “água com açúcar”,
 coloca num lugar onde a recuperação um dia nos alcança e,
no tempo certo, no tempo dEle, permite que voemos de novo.
 
O último voo será para Seus braços paternos.
Então muito se alegrará. E nós com Ele!
 
 
Carlos Martendal

Posted in poesia | Leave a Comment »

CANTO DE PAZ

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Su cantar es un canto de paz,
su cantar es un canto de amor…
Es un canto que trae alegria,
llega con suavidad,
y trae solamente
la felicidad que su alma irradia…
Siga cantando,
su amor, su paz desarrollando…
Y asi tendrás felicidad
en su vida, con la tranquilidad,
que solamente el amor nos trae…
Para ser un canto de paz y amor,
tiene que ser cantado con el alma, con calor…
Siga cantando su canto de Paz,
que solo el bien para su alma trae…

Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »

A MÃO DO PAI

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Foi sua mão que me trouxe de volta daquele lugar frio e etéreo que fica um pouco além da consciência.
Aquela mão firme, forte e tranquilizadora. Eu soube agora – agora que estou de volta ao mundo dos vivos
 – que ele esteve sentado ao lado de minha cama,
por dias intermináveis, segurando minha mão, falando comigo, baixinho.
E eu sabia.
De alguma forma eu sabia que ele estava lá. De alguma maneira eu podia sentir
sua mão me tocando, conduzindo-me gentilmente à vida.
Ele não me deixaria ir.
 
Alguém perguntou se eu lembrava da queda. Sim, vagamente. Eu lembro de ter caído
 do telhado do segundo andar, e do vento atravessaando meus cabelos.
Parecia que a vida passava zunindo em um flash. Não me recordo, entretanto, do impacto ou da dor.
Eu não senti quando minha cabeça bateu no chão. Fico imaginando se não desmaiei antes.
Obrigada, Deus, por isso.
 
E também não me lembro da ambulância, ou dos médicos e enfermeiras, ou da sala de emergência.
Não me lembro da cirurgia nem dos dias que se seguiram à “terra do nunca”.
Não me lembro de nada disso.
 
A única coisa de que me recordo é a mão afagando a minha,
acariciando meu braço, secando minha testa, ajeitando a coberta sob meu queixo,
sua mão larga, quente, forte, conduzindo-me carinhosamente de volta à vida.
Eu me lembro da mão maravilhosa de meu pai…a mão de meu Pai.
 
 Mary Hollingsworth

Posted in oração | Leave a Comment »

ALGO PELA PAZ

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

O real desejo, é que todos encontremos a Paz…
Se não for possivel a Paz Universal,
porque depende de muita coisa,
e de muita gente que não quer colaborar,
pelo menos a Paz Interior vamos encontrar…
Vamos fazer um esforço,
para pelo menos tentar
distribuir amor, carinho, amizade,
de que o mundo tem necessidade,
para que possa encontrar a felicidade…
Vamos, pelo menos fazer nossa
parte em prol da Paz e do Amor…
Vamos pelo menos tentar,
que um pedaço seu não vai arrancar…
A Era de Aquario é propicia para o amor…

 
Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »

DIA DE SÃO VALENTIM

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

      Para a minha namorada, quero aqui
      deixar, meu mais sincero
      agradecimento, por tudo que foi e
      tem sido para mim.

      Da rua eu vim, passados trintas anos,
      desorientado, depois de um
      casamento falhado.

      A mil sofrimentos estive sujeito, quase
      que enlouqueci,
      sozinho em minha redoma,
      tudo isso, até ao dia, em que te vi.

      Não há, garanto, namorada como a minha.
      Em seus lábios, sempre um sorriso,
      pleno do mais profundo encanto.

      E por onde quer que passe, traz consigo
      o cantar mais sereno,
      a que nenhum pássaro resiste,
      e, do alto, de sua árvore, ameno
      é o seu doce chilrear.

      E para o resto, de minha vida, meu amor,
      quero-te namorar, até sermos bem
      velhinhos, um ao outro, agarradinhos.

      Mas agora, como jovens, que somos,
      em toda a nossa plenitude,
      rogo ao teu deus, que sempre te
      traga, imensa saúde.

      Eu apenas escrevo, e, em cada verso meu,
      palavra por palavra, sem regras, que
      não pude estudar, nem conhecer,
      a ti te as dedico, numa autêntica honra,
      que, para mim, são um perfeito prazer.

      Este é pois o meu singelo poema, ao dia
      de São Valentim! Padroeiro dos namorados.
      dia sim dia sim. vingando o amor livre.
      a nada sujeitados.

      Sermos, apenas e só, em nós, o que dita o
      coração, por ti e por mim. nossa Assunção!

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

Espera-me!

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Por mim, eu estaria a teu lado agora,
Dando matizes lindos a nosso amor.
Tu no teu papel de mulher e senhora
E eu, afinal, teu homem e protetor.

Quero, sob o mesmo teto, no aconchego,
Que desfrutemos, “in loco”, do ombro amigo;
Da ansiedade atual convertida em sossego;
Da realização cabal de um sonho antigo…

Espera-me! Somos reféns da distância.
São provações que a sina nos reservou…
Quiçá possamos ter, ainda em abundância,
O que até hoje o fadário nos negou.

Vives diuturnamente em meu pensamento
Mas quero fazer-te viver em meus braços.
Espera-me! Que eu também já não aguento
Toda esta distância com seus embaraços.

Espera-me!… Que nosso amor prevaleça!
Coloca nossos fluídos em comunhão…
Como vou tirar-te de minha cabeça
Se, pelos Céus, não me sais do coração?!

Ógui Lourenço Mauri

Posted in poesia | 2 Comments »

Alô

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Diga logo de uma vez
O que voce quer de mim
Não me torture mais
Não me faça mais sofrer
Insistindo em me dizer
Que pensa em mim demais
Quando voce fica só
E precisa ouvir a voz
De quem te ama
Não suporta a solidão
Pega o telefone e
então me chama
E quando eu digo alô
Fala de amor as vezes chora
E mexe com meu coração
Me faz pensar que ainda me ama
E alimenta essa ilusão
Que acaba nas semanas
que voce me esquece
Quando eu penso que esqueci
O telefone entra rasgando
a madrugada a enlouquecer
O coração dispara a mesma
história vejo acontecer
E atordoado eu digo alô
E é voce
Diga logo de uma vez
O que voce quer de mim
Não me torture mais
Não me faça mais sofrer
Insistindo em me dizer
Que pensa em mim demais
Quando voce fica só
E precisa ouvir a voz
De quem te ama
Não suporta a solidão
Pega o telefone e
então me chama
E quando eu digo alô
Fala de amor as vezes chora
E mexe com meu coração
Me faz pensar que ainda me ama
E alimenta essa ilusão
Que acaba nas semanas
que voce me esquece
Quando eu penso que esqueci
O telefone entra rasgando
a madrugada a enlouquecer
O coração dispara a mesma
história vejo acontecer
E atordoado eu digo alô
E é voce
Roberto Carlos

Posted in poesia | Leave a Comment »

Lembra amor?

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

             Algumas cartas… Nada mais…
            Frases soltas, lindas poesias…
            Encanto no ar, vontades tantas…
            Beijos imaginados, taquicardia…
            
            Lembra amor?
            
            Sangue correndo vertiginosamente,
            Coração cantando, sorrisos tantos…
            Noites de insônia, desejos insanos…
            Destinos selados por deuses e santos.
            
            Lembra amor?
            
            Nossos corpos, tão perto, tão certos.
            Suas mãos, meus cabelos alisando,
            Abraço apertado, voz macia em meus
            Ouvidos, um louco amor confessando…
            
            Lembra amor?
            
            O céu se fez limpo, seu anil mais anil .
            Flores, as mais belas, desabrocharam.
            Foi de todos, o mais lindo encontro….
            E dois corações felizes, se entregaram.
            
            Agora meus olhos, são os seus olhos
            Sua boca é a minha boca e palavra…
            Seu corpo o meu remanso e paraíso.
            Meu corpo sua energia, sua morada…
            
            Foi um presente dos céus. Um prêmio
            Esperado por tantas e tantas vidas…
            Agora meu amor, meu anjo adorado,
            É para sempre, sem mais despedidas!
             Mary Trujillo

Posted in poesia | Leave a Comment »

Eu te cativei, querido

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

   * com a docilidade das minhas palavras;
    *com as intenções mais profundas de meu coração;
    *com os anseios mais sinceros de eterno afeto;
    *com as emoções mais extremas de intensa felicidade;
   * com a singeleza dos meus atos;
* com a grandeza de minhas atitudes;
    *com a alegria incontida de meu ser…
    Porisso, querido,
    Você faz parte de mim…
    E eu faço parte de você…

    Myriam Peres

Posted in poesia | 1 Comment »

Preciso de Mulher

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

Tanto lixo nas ruas
Cachorros latem
Caminho sem pensar no caminho
Carros passam

Casas me olham indiferentes
Toda manhã é assim
Vivo/Respiro palavras
Ando/Escrevo emoções

Gosto de tudo numa mulher
Seus defeitos perfeitos
Suas qualidades desnecessárias
Desfiladeiros e abismos

Por mais que se queira
São os desejos
Que fazem o coração
Uma festa para os vermes

Sentimentos juntam coisas
Guerra e paz
Cabelos e bocas
Prazer e dor

Tanto lixo nas ruas
Cachorros latem
Caminho sem pensar no caminho
Carros passam

Carlos Assis

Posted in poesia | Leave a Comment »

Solipsismos VI

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

conjuntura emocional

doces paliativos

o drama micro e macro

substituo sublime feminilidade

transpirando um sorriso

suave de criança

derramando uma lágrima

redimida

condoída

tardia esperança

persiste

um futuro melhor!

m.s. cardoso xavier

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

BÊNÇÃOS DE DEUS!!!

Posted by vidapura2 em Fevereiro 14, 2009

  Hoje realmente em meu interior entrei!!!
      Lá encontrei um passado ainda presente
      Tantas bênçãos recebidas, e nunca notei
      Então ao meu triste coração perguntei.

      Como não sentir que dentro mim há um poder
      Mais que presente, abençoando meu viver
      Porque essa cegueira?
      Não vendo tantas bênçãos para agradecer…

      Agora sei que minha alma se escondeu de mim
      E quando entrei no silêncio do meu interior
      Meu questionamento teve a resposta enfim
      Minha mente cega, não via Deus dentro de mim!
      Tirei a máscara , que teimosamente usava
      E posso ver sentir claramente
      Que todos os dias de minha vida
      Sou abençoada pelas Bênçãos de Deus!!!!

      Wilma Lúcia

Posted in poesia | Leave a Comment »