amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 27 de Fevereiro, 2009

DE VOLTA À INQUISIÇÃO

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

      Uma nova Inquisição, entre os próprios
      poetas, se levanta.

      Ficando bem explícito, que os cobiçosos,
      não toleram, aqueles, que, por seu trabalho,
      dom e dedicação, venham a ser lidos, quiçá,
      mais do que eles, conhecedores das regras,
      de poesia.

      Pura e simplesmente, porque lhes falta,
      sentimento, visão, fantasia, pensamento,
      e, acima de tudo,
      de uma genuína inspiração.

      Para que ninguém, possa, até naturalmente,
      vir a pensar, que tudo isto, são só lamentos,
      de alguém, julgando-se perseguido,
      a modos de esclarecimento, para com aqueles,
      que honra me trazem, ao ler meus textos,
      mais lhes afirmo, dizendo-lhes, que, a Inquisição
      (esse monstro), caiu sobre mim:

      excluindo-me de sítios, com respostas vergonhosas,
      ou, deixando, de me ler, do oitenta para o oito.

      Nada sou e a nada aspiro, do que ser eu mesmo,
      em tudo que faça, para agrado, de meus amigos
      e leitores.

      Deslizam estrelas, para lá de minha janela. Corre
      o rio, para onde a vontade lhe leva. E a natureza,
      manifesta-se, a cada gesto nosso.

      O passado, como aprendizado, deu-me o presente,
      para que o possa viver, de forma espontânea, 
      embora reflectindo, a cada passo meu, o que, no
      futuro, melhor possa, vir a realizar.

      Quem diz que tem, tem nada.
      Quem diz que dá, é escravo, de si.

      E passa a vida a olhar para trás, com desgosto,
      de si próprio.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

Amor impossível

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Nas asas da imaginação,
      desenho com a ponta dos dedos,
      o contorno dos teus lábios,
      Viajo em busca dos beijos teus…

      Sonho lindo que findou sem iniciar…
      Sonho do qual não quero acordar,
      Saber que é impossível te amar
      depois de tanto amor idealizar .

      Ver a realidade crua , triste e fria,
      Entender que fostes meu um dia,
      Mesmo sem poder te alcançar,
      Foi tudo ilusão,utopia.

      Saber que vou viver meus dias,
      Sem a alegria de esperar para juntos estar
      Viver ,sonhar,acordar sem você.

Candy Saad

Posted in poesia | Leave a Comment »

¡Se acabó el secreto!

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

            ¡Tú aquí no estás, no estás, no estás!
            Tu perfume paira en el aire… me llama…
            ¡Siento frío amor mío, que frío… que frío!
            Mi boca tu beso desea y clama.
            
            Noche larga para los dos, tú ahí, yo aquí,
            Nostálgicos, ansiosos, encendidos… los dos…
            Tu rostro no sale de mi mente, provoca…
            Tu voz repite mi nombre antes y después…
            
            Ah esos mundos nuestros, el tuyo y el mío,
            Separados por kilómetros crueles, impuestos,
            Hoy quería tanto tu regazo, esa voz suave…
            Pero el destino nos condenó a mundos opuestos…
            
            ¡Tú no estás aquí, no estás, no estás!…
            ¿Hasta cuándo vamos a soportar, ángel mío?…
            La esperanza se nos huye, escapa día a día…
            Pero nuestro amor sigue en su apogeo…
            
            Guardando en el pecho ese ingrato secreto,
            Ese gigantesco y sublime sentimiento…
            Sólo nosotros creemos que es posible esconder…
            ¡Toda la pasión que nos toma, que va al pecho!
            
            ¡Basta amor querido… basta mi vida!…
            ¡Llegó la hora, que se acabe el sufrimiento!
            Juzgados y condenados fuimos y ya pagamos,
            ¡Nosotros nos amamos sí! -¡se acabo el secreto!
            © Mary Trujillo

Posted in poesia | Leave a Comment »

Acabou-se o segredo!

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

            Você aqui não está, não está, não está!
            Seu perfume paira no ar… Me chama…
            Sinto frio amor meu, que frio… Que frio!
            Minha boca o seu beijo deseja e clama.
            
            Noite longa pra nós dois, você aí, eu aqui,
            Saudosos, ansiosos, acesos… Os dois…
            Seu rosto não sai da minha mente, provoca…
            Sua voz repete meu nome antes e depois…
            
            Ah esses nossos mundos, o seu e o meu,
            Separados por quilômetros cruéis, impostos,
            Hoje queria tanto seu colo, essa voz macia…
            Mas o destino nos condenou a mundos opostos…
            
            Você não está aqui, não está, não está!…
            Até quando vamos suportar, anjo meu?…
            A esperança nos foge, escapa dia a dia…
            Mas nosso amor segue em seu apogeu…
            
            Guardando no peito esse ingrato segredo,
            Esse gigantesco e sublime sentimento…
            Só nós acreditamos ser possível esconder…
            Toda a paixão que nos toma, que vai no peito!
            
            Chega amor querido… Chega minha vida!…
            Chegou a hora, que se acabe o sofrimento!
            Julgados e condenados fomos e já pagamos,
            Nós nos amamos sim! – Acabou-se o segredo!
            © Mary Trujillo

Posted in poesia | Leave a Comment »

AO LEVANTAR-SE!

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Agradeça a DEUS a benção da vida, pela manhã..
Se você não tem o hábito de orar,
formule pensamentos de serenidade e
otimismo, por alguns momentos,
antes de retomar as próprias atividades.
Levante-se com calma.
Se deve acordar alguém,
use bondade e gentileza, reconhecendo que
gritaria ou brincadeiras de mau gosto
não auxiliam em tempo algum.
Guarde para contudo e para com todos
a disposição para cooperar para o bem.
Antes de sair para a execução de
suas tarefas, lembre-se e que é preciso
abençoar a vida para que a vida nos abençoe.

     André Luiz/Chico Xavier

Posted in AMIGOS, amizade, oração | Leave a Comment »

LOUCO AMOR

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Olho o luar,
procuro-lhe nas estrelas,
vejo seu rosto!
 
A saudade é voraz.
Quero estar ao seu lado…
 
Zenaide Giovinazzo

Posted in poesia | Leave a Comment »

LOUCO AMOR

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Sentimento vão
num coração quebrado,
loucura, paixão…
 
Mergulhei de coração
pra conseguir sua atenção.
 
Borbollettah Sandra Regina

Posted in poesia | Leave a Comment »

Não tem jeito

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Teus olhos nos meus olhos
refletem como espelho
a dor que você sente
é a mesma dor que eu
 
Vendo você e sorrindo
juntando o meu sorrir
choramos, juntos magoas
A espera do porvir…

O seu falar sem vida
sem vida falo eu…
A dor que você sente
é a dor que sinto eu
 
E, quando você chora
chora meu coração…
Teus olhos, nos meus olhos,
letras de uma canção!
 
Ezingra

Posted in poesia | Leave a Comment »

NÃO TEM JEITO

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Chegamos numa encruzilhada
Egoísmo
Prepotência
Esquecemos que não somos ninguém
Somos apenas mais um inquilino.
 
A ruína se aproxima
Humano matando humano
Lagrimas pela lagrima
Deus por um Deus
Tudo é diferença
 
Matamos
Roubamos
Mentimos
Humilhamos
e
Choramos!
 
Pedimos a Deus
E nada damos
Pedimos ao Santos
E não os imitamos
Sacrificamos aos Orixás
E esquecemos da vida
 
A raça humana esta aqui
Viral e letal
Somos o cancro universal
Experiência quase valida
Temos jeito?
Não temos jeito?
A semente germinara?
 
André Z

Posted in poesia | Leave a Comment »

NÃO TEM JEITO

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Quem pode entender
as voltas que o mundo dá
eu lutava prá não te perder
e você brigava prá me deixar
 
e nesse vai e vém de ilusão
nessa briga que não tinha fim
eu te prendia no coração
e você fugia de mim
 
mas quem pode entender
as voltas que o mundo dá
quem antes se perdia de amor
em outro amor foi se encontrar
 
encontrei um coração aberto
um amor puro que me acolheu.
você não me queria por perto
hoje quem não te quer sou eu.
 
Paulo Fernando

Posted in poesia | Leave a Comment »

NÃO TEM JEITO

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Falta de sinceridade
amor e respeito
acabou com uma
amizade do peito…
Não dá mais pra confiar.
Siga seu caminho
que não é
meu destino..
 
Vou esperar…
os planos que DEUS
tem pra me dar…
E com uma
verdadeira
amizade
viver e sonhar.
 
MIKAS

Posted in poesia | Leave a Comment »

SERIA TÃO BOM!

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Ah! Como seria bom
andar pelas ruas
sem medo da violência.
Como seria bom
ver as crianças
indo para a escola
ao invés de cheirar cola.
Gostaria de acreditar
na honestidade dos governantes,
na força do amor e da fé.
Gostaria de assistir a uma
distribuição de rendas mais justa
e não precisar sofrer
quando ligo a televisão
e vejo, na Amazônia
a devastação!
Ah! Como seria bom…
Zenaide Giovinazzo

Posted in poesia | Leave a Comment »

NÃO TEM JEITO

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

 
Se eu te busco, e de ti me afastas,
não tem jeito…
Se peço um beijo, e até isso me negas,
fico sem jeito…
Porque tanto rancor nesse coração?
Porque és incapaz de dar o teu perdão?
Porque a ti ainda não perdoaste
e sabes que erraste…
Somos um fragmento de diamante,
que precisa ser lapidado,
tal não é possível se não te sentes perdoado…
Olhas-te ao espelho,
perscrutas a tua alma,
e percebes que não tem jeito,
porque todo ser humano tem defeito…
Quem ama de verdade, deve perdoar,
rancor não deve guardar,
ele nos corrói a alma…
Vamos meditar com calma…
Um diálogo aberto e franco teremos,
aprendendo a aceitar o que não entendemos…
Um ao outro vamos perdoar…
Todas as mágoas esquecer,
para sempre nos amar…
Para quem ama assim, com loucura,
e a ausência, é uma tortura…
não tem jeito…
 
Isabel Passos

Posted in poesia | Leave a Comment »

NÃO TEM JEITO

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Se você quer saber,
eu não vou deixar
De lhe ver,
ou de lhe procurar.
 
Olhe bem ao seu redor,
o que dei foi o meu melhor
Pare um pouco para pensar,
este foi o meu jeito de lhe amar
 
Às vezes, você duvida de mim
e me deixa na mão…
Eu mostro para você que estou a fim
E sei que mereço a sua paixão
 
Com você, sou tão sincera
ao seu lado, meu coração acelera
Por que foge tentando me esquecer?
Sem você, eu não sei viver…
 
Me dê a sua mão,
acenda o nosso amor,
não tem jeito, não
sem você, nada tem valor
 
Borbollettah Sandra Regina

Posted in poesia | Leave a Comment »

É POSSIVEL ESTAR JUNTOS AINDA QUE DISTANTES?

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2009

Para que isto aconteça, ou seja, pessoas poderem se sentir juntas, mesmo que não o estejam fisicamente, é preciso haver um sentimento muito forte unindo essas pessoas, de modo que a distância não as impeça de se sentirem juntas.

É natural que para que isso aconteça, tem que haver uma grande força de imaginação para que se possa vivenciar a presença de alguém que não está a nosso lado. Ou então um sentimento muito forte unindo dois corações.

Essa é uma forma de amor quase que espiritual, verdadeiramente anímico. Não direi platônico, porque sempre existirá o desejo do contato físico, e o amor platônico é aquele definido como algo totalmente etéreo, que existe mesmo só na imaginação de quem  se limita à contemplação do vulto amado. E quando existe o desejo físico de um contato mais íntimo, deixa de existir o “platonismo” do amor. Falo desse desejo de se desejar mesmo a companhia um do outro. Querem estar juntos. Apenas não lhes é possível.

Neste caso de amor distante, pode haver um conhecimento físico. As pessoas se viram, se gostaram, mas por motivos diversos se separaram. Todavia, houve uma forte atração. Então, fica aquele amor à distância. Eventualmente falam-se, escrevem-se, mas não se vêem, o que não impede que o sentimento cresça.

A distância pode ser algo de definitivo. Abandono, morte, simples sumiço, sabe-se lá as razões que podem separar duas pessoas. Porém, a presença ficou marcada de tal maneira, que por vezes se chega a sentir a presença ao lado. Chega-se mesmo a sentir o cheiro.

Nos velhos tempos, muitas pessoas foram conquistadas com cartas de amor, com poesias enviadas anonimamente. Houve muitas paixões epistolares, mas que o conhecimento físico jogou por terra. Ou não, por vezeshouve algo de muito forte assiom começado. Mas era lindo receber-se uma carta de amor, geralmente anônima. Ficava-se amando quem escrevera aquela carta. Imaginava-se como ele (a) seria. Encostando a carta no peito, sentia-se o abraço do amor desconhecido. Lindo. Poético. Romântico.

A tecnologia não conseguiu quebrar esse romantismo. Ainda bem. As poesias escritas em papel perfumado e entregues sorrateiramente, foram substituídas por lindas poesias enviadas via Internet. As cartas de amor, que geralmente eram colocadas por debaixo das portas, agora foram substituídas por e-mails. Mas o efeito continua o mesmo. Ainda despertam o romantismo e o amor. Felizmente ainda tem quem se emociona e consegue sentir esse amor distante. Sempre é bom amar, seja como for, pois revigora o coração. O mundo parece mais bonito quando se está amando,  mesmo que à distância. O amor, na verdade, faz desaparecer distancias, mesmo que exista um oceano separando.

Ainda bem que, se o mundo mudou, os sentimentos não mudaram. Ainda existem pessoas que se emocionam com palavras doces e românticas, e que ainda conseguem sentir aquele “calorzinho” interno ao receberem correspondências amorosamente romanticas, e que conseguem ter a capacidade de “sentir” a presença de quem lhe desperta doces sentimentos.

É sinal de que ainda está viva a chama interna. É preciso ter muita capacidade de amar, para viver esse “amor à distância”, mesmo sem sentir a exigência física.

Por que não se juntam, já que se amam? Por que? Porque, oras. Razões mil podem impedir esse encontro físico, que até mesmo pode “quebrar o encanto” do amor espiritual.

Muitas vezes é gratificante estar-se “juntos ainda que distantes”. Pode ajudar a esquecer mágoas ou sofrimentos recentes, que uma presença física poderia até mesmo reavivar.

Pode mesmo, ajudar a reencontrar um caminho. Pode fazer com que alguém, que tenha sofrido alguma mágoa muito forte, possa encontrar um lenitivo, vivendo um romance assim distante, até que suas feridas sejam curadas.

Houve muitos casos em que depois de viver um “amor distante”, pessoas conseguiram readquirir o gosto pela vida, e conseguiram encontrar o amor novamente, em plenitude total.

Nunca se esqueçam de que o romantismo é muito importante em nossa vida. Então, se não for possível a convivência física, vamos nos amar, “juntos ainda que distantes”…

Enfim, mesmo que distantes, vamos procurar, juntos, ter um LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry

Posted in poesia | 4 Comments »