amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 4 de Março, 2009

NOS OLHOS DUM BELEZA DOUTRO

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Brotam flores, que, não retenho, em
      meu coração. E, partindo, de meus
      olhos, tudo é cor, à minha volta,
      desde a raiz, sorriso de uma criança, até
      à desfolhada, nas mãos trémulas,
      de um velho, em suas lembranças.

      Porque as flores, deste nosso belo
      jardim, têm vida, para lá da vida, que
      nós ajudamos a conceber. Deixando um
      pouco menos triste, se alguém, abrindo
      suas janelas, sabendo-o logo ali,
      busca-o e às suas mil cores e olores.

      Mas o contentamento maior, para nós,
      foi vermos as pessoas, cada qual, em seu
      pedacito de terra, erguerem seus jardins.
      E, às janelas, sempre despidas, porem
      imensas, das flores entre as mais bonitas,
      que, a sua imaginação, ousou colocar.

      E nesses prédios, onde a harmonia e a
      beleza, andam sempre de mãos dadas,
      é que de exemplo, eis serve a palavra
      vizinho, onde todos se cumprimentam,
      valorizando o bom gosto, de cada um,
      a toda a hora embelezando, seu floral.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

PORQUE PENSAR É…

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Meu pensamento está para lá de mim.
      E a cada novo passo meu, guia-me o
      coração, feito de rituais, num respeito,
      por todos, os que me cercam, agora e já. 

      O pensamento apenas surge, quando,
      o coração, já se estabeleceu, e, eu,
      apelo, à sua imensa alma, que se torne
      maior, deixando-se envolver, pela raiz.

      Repousando então, mas sentindo bem,
      o «sim» e o «não», dou largas ao meu
      ser, e, o pensamento, não se coíbe, de
      alargar estradas e nos porquês, reflectir.

      Desenvolvendo, estranhas e abrangentes,
      capacidades, saio de mim, e, perco-me,
      num intenso deserto, que, apenas, existe,
      para me testar e às portas da percepção.

      Não faço, do pensamento, meu senhor,
      mas é nele que existo e em tudo que sou.
      Se ajo bem ou mal, antes o perscrutei,
      ao coração deixo a sua lealdade e justiça.

      Tenho uma alma, que em tudo é deveras
      enorme, comportando coração e o dito
      pensamento, da mesma forma, com que
      respiro, e, a tudo analiso, ponto por ponto.

      Pensar, é alcançar, além do mais, as ideias
      mais criteriosas, dentro de uma perspectiva
      realista. Vivência das vivências, a cada um
      cabe gerir, seus confrontos, mais inerentes.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

QUEM AMA NÃO ESQUECE

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Hoje, enquanto lá fora brilha intensa
      a lua, e, as águas do Tejo, parecem
      feitas de prata, levando, no seu dorso,
      os últimos barcos de pesca, de volta a
      suas casas, ao olhar as estrelas, que,
      mais se parecem, com milhares de
      grãozinhos de areia, por sobre o manto
      do céu, vem-me à lembrança, teu rosto.

      Vejo-o sereno, de uma sensibilidade e
      sensualidade comovente, numa forma
      muito tua, de ser e de te entregares, à
      vida. Convenço-me, de que, talvez, em
      mim, estejas a pensar, guardando-me
      em silêncio, respeitosamente, enquanto
      a lonjura, lá vai marcando sua presença,
      ao fechar as janelas, de meu quarto.

      Encerradas as janelas, mantenho, ainda
      assim, o sonho bem vivo, de que nosso
      amor, está impregnado, em tudo que
      existe ou venha a existir. Por isso solidão
      é qualquer coisa, de inexistente, entre
      nós dois. E, sucumbindo à flor, do desejo,
      a espera toma-te para mim, para que, de
      cuidados, se façam os anelos, que te deixo.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | 5 Comments »

Sei que te enlouqueço!

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

                                Sei que te enlouqueço e até aborreço…
                                Sei que às vezes sou danada, malcriada!
                                Que arrelio tua cabeça e tuas vontades…
                                Mas sei que sou tua rainha muito amada!
                                
                                Sou carinhosa, muito alegre e louquinha,
                                Faço tua vida… Bem mais animada!
                                E quando estás tristinho… Encabulado…
                                Lá vou eu… Fazendo-te sorrir por nada!
                                
                                Vai confessa… Meu jeito é teu remédio…
                                Ele cura mal-humor… Qualquer dor…
                                Ou tédio… É só eu falar bem baixinho…
                                Colar meu corpo e dizer coisas de amor!
                                
                                Sei que sou geniosa… Voluntariosa!…
                                Que embirro feito criança teimosa…
                                Mas torno teu dia bem mais colorido,
                                Perdoa se muitas vezes sou vaidosa!
                                
                                Confessa, tua mania de querer mandar,
                                É coisa de latino… Machão brasileiro!
                                Briga por brigar… Sem motivo nenhum…
                                Depois fica de mal com o mundo inteiro!
                                
                                Sei que não sou santinha. Sou bravinha!
                                Que pego no seu pé e outras coisinhas!
                                Mas quando nosso abraço acontece…
                                Só há paixão… E a tua boca na minha!
                                
                                Se sou teimosa… Es bem mais teimoso…
                                Mas de tanta raiva… Bem pouco sobra…
                                Não vives sem mim… Nem eu sem ti!…
                                É tudo charme, chantagem, manobra!
                                
                                Sei, te faço perder a calma, o sono…
                                Ficar desconcertado, irritado… Bravo!
                                Mas depois… É tão bom teu carinho…
                                Teu quente beijo… De desagravo!…
                                
                                Sou tua ilusão, tua vida, tua verdade…
                                Sei que sou desejada… Muito amada!
                                Então vem… Sem pudor ou orgulho…
                                Perdoa outra vez tua menina mimada!
                                Mary Trujillo

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Viciada

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Chegastes sorrateiro,
Nem batestes para entrar…
Invadistes tudo,
Impossível resistir…
Vulnerável aos carinhos teus,
finalmente rendida entreguei-me…
Corpos pedintes ,carentes de amor…
Aflorastes desejos insanamente incontidos
Teu fascínio, tua volúpia,
arrebataram em frenesi minha gula,
despertando meu tesão à flor da pele.
Mãos percorreram meu corpo…
Como um vulcão adormecido,
 entreguei-me de corpo e alma,
sem medo de ser feliz…
Sua boca em cada poro,
fez-me desfalecer em orgasmos múltiplos…
Beijos,sussurros,gemidos…
O prazer de possui-lo vinha a minha boca
A fim de satisfazer todos desejos teus
e Juntos levarmos nossas almas
A levitar nas estrelas…
Lambendo,chupando,amando…
Explodimos juntos num gozo delicioso…
Me amastes como um amante
de mil anos…
Como se conhecesse cada pedaço meu…
Como se passasse a vida toda
Amando esse corpo,
que agora viciado em ti
É teu
Candy Saad

Posted in poesia | Leave a Comment »

FLORIDA INSPIRACION

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Auno mi alegría a este paisaje
que embellecen sus predios campesinos
se amalgaman con ellos los caminos
que ofrecen al amor peregrinaje

Escondo mi dolor entre el ramaje
un aroma de romance verde tiene el pino
pues rondando mi casa me imagino
le hacen eco los múltiples celajes

Cuando nazca la linda luz en los oteros
o el crepúsculo invada los senderos
tendré frente al amor mucha mas claridad

Aspiro mientras tanto esta paz inigualada
que emana en mi parcela tan amada
para germinar en la yerba de mi soledad

©Victoria Lucía Aristizábal©

Posted in poesia | Leave a Comment »

Quando a Lua se Cobre

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

  Na imensidão do amor que me seduz

            Chego-te em brancas plumas de neve

             À noite escura meu corpo para ti reluz

            Maciez da seda, lenitivo à nossa febre

            

            Nua, tua, em pele marfim rija de amor

            Aquele rubro ardor aquecendo os nós

            Dos laços e nos abraços um tenaz calor

            Quando a lua se cobre, nos deixa a sós

            

            Sem nos conter aos murmurantes sons

            Os dons na canção é o nosso esplendor

            Em misteriosa forma que brilha os tons

            Acalantos à pele em orgasmos multicor

             E nas imagens fugazes que se apagam

            Delírios trazem olhares que nos afagam

            Nos retratos do sonho surgidos do amor

            Voamos ao infinito em formatos de flor

            LuliCoutinho

Posted in poesia | Leave a Comment »

Perdido

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

      Não tenho voz para gritar,
      meu corpo desapareceu,
      a alegria é escura e triste,
      abandonada como eu.

      Ninguém sabe meu rumo,
      o amor parece que se perdeu,
      pergunto por aí nas esquinas,
      se houve um dia, não foi meu.

      Viajo o prazer no abraço da noite,
      carrego na memória tudo seu,
      a fome, o desejo que se enganou,
      os beijos que um dia não deu.

 Caio Lucas

Posted in poesia | Leave a Comment »

Bom dia

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Deus está em toda a parte ao mesmo tempo,
ao redor de você, dentro de você!
Jamais você está desamparado. Nunca está só.
Não permita que a mágoa o perturbe:
procure manter-se calmo,
para ouvir a voz silenciosa de Deus dentro de você.
Assim, poderá superar todas as dificuldades
que aparecerem em seu caminho,
e  descobrir a Verdade que
existe em todas as coisas e pessoas.

Tenham um dia abençoado!

Candy Saad

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Aperto

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

O amor vem
O amor vai
O que fica
Não se sabe

São palavras
Que explodem
Dentro do coração
Bolhas vazias

Ando na avenida
Nada mais é o mesmo
A tarde escureceu
Espero chuva

Sento na calçada
Tiro os sapatos
Massageio os pés
Descanso

Os carros voam
De um lado para o outro
Pessoas conversam
Tudo se perde

O amor vem
O amor vai
O que fica
Não se sabe

Carlos Assis

Posted in poesia | Leave a Comment »

Amor X Ciúmes

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

      Um dia
      pensei que era
      teu céu, teu luar.
      Enquanto nos caminhos
      da vida, você estava
      a me enganar.
      Em teus braços sonhei
      carinhos, desejos.
      E para outras destes
      abraços, teus beijos.
      Em teu corpo
      quis ser moradia,
      mas era outras,
      a quem você queria.
      A tua boca…
      Que tanto amei,
      sussurraram palavras
      que nunca escutei.
      Mas a vida é assim
      existe o começo,
      meio e fim.
      Se não me queres,
      tem quem queira…
      Ciúmes não trago comigo.
      Tenho sim, muito amor…
      E se isto não te atrai,
      então com outras vá,
      se distrai…
      E se algum dia
      quiseres voltar…
      Antes, observa, cuidado.
      Outro com certeza terei
      ao meu lado.

sol lua©

Posted in poesia | Leave a Comment »

Amanhã

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Amanhã,
talvez o fogo que aquece não tenha a mesma força.
Talvez a água que banha não encontre a mesma paisagem.
Talvez o ar poluído ou a terra suja tentem nos convencer de que
 é melhor buscar encontros menos antigos.
 
 
Amanhã,
talvez a impaciência e a impertinência batam à nossa casa.
Quem sabe?
O que sei é que se vierem, não nos encontrarão despreparados.
 
 
Amanhã,
nossos corpos deixarão o vigor dos primeiros dias e ganharão a história
construída de um amor encontrado, cuidado.
Jovens ou velhos, juntos, apaixonadamente juntos,
enternecidamente juntos.
 
Gabriel Chalita

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Espaço Interior

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Eu não tenho uma capacidade infinita dentro da minha consciência.
O espaço é minúsculo, precioso e valioso.
Por isso é crucial decidir o que manter dentro dele e o que jogar fora.
Não preciso lembrar da dor do passado,
nem da injustiça que aconteceu comigo, ou  das coisas que me causam tristeza. Sim, eu preciso aprender as lições do passado,
mas não devo dar espaço para a dor.
Quando preencho minha consciência com coisas boas
me sinto mais leve, mais feliz, mais focado.

BK Jayanti

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

O Prazer de Servir

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Toda a natureza é um desejo de serviço.
Serve a nuvem, serve o vento, servem os vales.

Onde haja uma árvore para plantar, planta-a tu.
Onde haja um erro para emendar, emenda-o tu.
Sê aquele que afasta a pedra do caminho,
O ódio dos corações e as dificuldades do caminho.

Existe a alegria de ser bom e o prazer de ser justo.
Existe, sobretudo o sublime, a imensa alegria de servir.

Como seria triste o mundo se tudo já tivesse feito;
Se não houvesse um roseiral para plantar,
uma empresa que iniciar.

Que não te atraiam somente os trabalhos fáceis.
É tão belo fazer uma tarefa que os outros recusam!

Mas não caias no erro de que só se conquistam mérito,
Com os grandes trabalhos, há pequenos serviços
que são imensos serviços: adornar a mesa,
arrumar as cadeiras, espanar o pó.

O serviço não é só de seres inferiores.
Deus que dá o fruto e a luz, é o primeiro a servir.
Poder-se-ia chamá-lo assim: “Servidor”.
E ele, que tem os olhos em nossas mãos,
nos pergunta todo dia; “Servistes hoje? A quem?
A árvore, ao teu amigo, ou aos teus familiares?”.

Gabriela Mistral

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Plantando o Bem

Posted by vidapura2 em Março 4, 2009

Chegou a hora de ensinar a plantar flores!
Chegou a hora de esquecer os horrores!
Chegou a hora de viajar pelo infinito!
Chegou a hora de achar cada dia mais bonito!
 
Toda hora é hora de semear o bem!
Plantado onde o Pai o quer!
Acontece que os plantadores são poucos,
e para regar o sítio aceita-se quem vier!
 
Não há bem material que atenda
ao pobre coração sofrido!
É necessário que se entenda,
que a caridade é fruto bem nascido!
 
Ela não deve ser efêmera,
E precisa do acompanhamento do afeto!
Não se dá uma moeda ao pobre,
de cara feia, criando desafeto!
 
Ao órfão, mais carinho é do que ele precisa!
Ao velho, o abraço e a carícia!
A todos, ouvidos para ouvir e falar pouco!
Dar exemplo, a melhor lição,
porque há ouvidos moucos!
 
Sendo assim, flores desabrocham,
Guerras acabam,
O infinito é um passeio bendito
e as horas são poucas para tanto trabalho!
 
Margaret Pelicano

Posted in poesia | Leave a Comment »