amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 20 de Março, 2009

À ESPERA DO ENCONTRO

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

O tempo que ainda é longe e arrasta

      Os sonhos de um encontro desejado

      E nessa ansiedade eu digo: basta!

      Para conter um soluço abafado.

      

      Quanto tempo e que saudade infinda

      Das tardes que ficaram na memória

      Nossos abraços eu os guardo ainda,

      Pois fazem parte dessa linda história.

      

      E agora na emoção que está por vir,

      Conto os dias, as horas e os minutos,

      Parece que o coração do peito quer sair

      E célere bate, pois estamos resolutos.

      

      E não apenas eu que estou assim

      Sinto que também a emoção te toma,

      Porque essa saudade que tu tens de mim

      Chega e permanece como um aroma.
 Ruth Gentil Sivieri

Posted in poesia | Leave a Comment »

“DEFININDO O AMOR”

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

 Um grande amor é algo que chegou
            E que ficará sempre guardado;
            Impregnado no corpo,
            Gravado no coração.
            É algo que aparece num passe de mágica
            Caminha junto
            Prá não nos deixar sozinhos.
            Um grande amor chega de mansinho
            É pequeno e imperceptível no primeiro instante
            E depois se torna grande e intenso.
            São lábios e mãos em beijos e abraços
            Corpos num encontro de encanto e magia
            Pedindo um tanto mais de euforia.
            Toma-nos de surpresa
            Estende a mesa
            Serve o jantar.
            São todos os cômodos da “casa” sendo tomados
            Começa na sala e vai até o quarto
            Nascendo no toque do sofá
            Explodindo no quarto
            Em labaredas infindas escorridas sob lençóis.
            Tira o fôlego!
            Sente falta…
            Quer ficar junto; mesmo calados.
            São olhares que não se cansam de mirar
            Vontade de um tanto mais.
            Vem e faz devassa no ser
            Fá-lo esquecer do ontem
            Só fazendo o presente e o amanhã
            Ter a razão de ser.
            Um grande amor são pedaços que se encontram
            Moldam-se…
            Deixando tudo acontecer.
            Grande amor vem prá ser guardado no coração
            Enche-nos de emoção
            Para nunca mais esquecer.
            Chama que nunca se apaga,
            Campo florido,
            O sentido mais sentido.
            Grande amor é dois:
            Dois corações se encontrando
            Em dois olhares que se encantam
            Duas almas que não se esquecerão jamais.
            
            Marcos Sergio T. Lopes

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

SALMO 23

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

 O SENHOR é o meu pastor,
      nada me faltará.
      Deitar-me faz em verdes pastos,
      guia-me mansamente
      a águas tranquilas.
      Refrigera a minha alma;
      guia-me pelas veredas da justiça,
      por amor do seu nome.
       Ainda que eu andasse
      pelo vale da sombra da morte,
      não temeria mal algum,
      porque tu estás comigo;
      a tua vara e o teu cajado me consolam.
      Preparas uma mesa perante mim
      na presença dos meus inimigos,
      unges a minha cabeça com óleo,
      o meu cálice transborda.
      Certamente que a bondade
      e a misericórdia
      me seguirão todos os dias
      da minha vida;
      e habitarei na casa do SENHOR
      por longos dias.

Posted in poesia | Leave a Comment »

O poeta

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

   …descobre a magia
      suas emoções,
       analisa as suas razões,
      seus momentos
      sentimentos,
      transmite no papel
      seu íntimo
      até suas decepções.

      Neste dia do Poeta parabenizo a
      todos com muito carinho e respeito.
 José Ernesto Ferraresso

Posted in poesia | 2 Comments »

O POETA

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

O poeta escreve sentimentos
      de amor…
      de alegria…
      de tristeza…
      de dor…
      fazendo da poesia
      sua fonte de inspiração.
 Adelia Mateus

Posted in poesia | Leave a Comment »

UNA VOZ

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

 Una voz, 
      puede calar más hondo
      que mil cuchillos penetrando un alma,
      y dejar en cicatrices, la proclama,
      que el Dios Bendito recubriera en  lodo.

      Una voz,
      puede ser todas las bocas,
      gesticulando el vibrar de mil gargantas.
      Silencio, risa, pasión y aún las lágrimas,
      del sentir de otro sentir de ideas locas.

      Una voz,
      es silencio y es palabra,
      o una hoja en mudez, con letras muertas,
      que se hace vida  cuándo esa boca abierta
      resucita el sentir que la guardara.

      Una voz,
      es el grito del que calla.
      Es el milagro que da vida a la palabra.
      Es la semilla de luz, que fue sembrada
      para dar fruto de amor, cuando ella estalla.

      Una voz,
      es del alma su sonido
      proyectada en el éter como un eco,
      es rocío matutino al rosal seco,
      y vibrar de pasiones al sentido.

      Una voz…
      ¡Es “AMOR” hecho sonido…!

Posted in poesia | Leave a Comment »

A pena e o papel

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

 Geme o papel aflito

  Por que tanto desespero

  Tantas lágrimas num grito?

  Tanto sonho, alucinado

  E amor ainda guardado…

  E a pena, soluçando, replica

  É que escrevo estas palavras

  Curtindo dores intensas

  Dessas que são choradas

  Com uma saudade imensa…

  O papel, contrito, aconselha

  Ao invés de te lamuriares

  De tanto me arranhares

  Pensa um pouquinho sem dor

  Escreve só o que fala o amor…

  Mas o que mais me molesta,

  Diz a pena, resmungando

  Chorando e desesperando

  É que o amor está sempre assim

  Tão perto, tão longe de mim…

  Continuando a conversa, diz

  Dos ciúmes, das saudades

  Das promessas, da felicidade

  Da espera desesperada

  De ser sempre a amada…

  Que pena, diz o papel

  Ficas só a te lamuriar

  A sofrer, a reclamar

  Esquecendo sem parar

  De conjugar o verbo amar…

  Confia em teu coração

  Dize ao mundo que a ilusão

  Ampara teu bem querer

  Seduzindo com promessas

  De beijos, abraços à beça…

  Quer me fazer um favor, diz o papel?

  Escreve agora pra mim

  Frases que me atordoem

  Canta cantigas de amores

  Envolve-me só com flores…

  Olhe pro céu de andorinhas

  Que cedo deixam seus ninhos

  Felizes da vida a cantar

  Vão no ar assoviar

  Em bandos e a voar… 

  A pena, toda agitada

  Com uma alegria danada

  Envolve o papel com ardor

  E juntos, tal qual beija-flor

  Recitam o hino do amor…

  Myriam Peres

Posted in poesia | Leave a Comment »

Quando Tudo Parece Impossível

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Você pode imaginar como seria a sua vida, se tivesse nascido sem braços?

 

Uma pergunta para a qual talvez não tenhamos resposta, pois não ter os braços parece um desafio acima das nossas forças, já que braços e mãos são nossos instrumentos mais usados.

 

Agora imagine você sem braços e ainda assim dirigir um carro…

 

Mas não só isso: tocar guitarra também. Isso é impossível, você diz.

 

Pois essa é a realidade de José Antonio Meléndez Rodríguez, conhecido como Tony Meléndez.

 

Tony nasceu na Nicarágua e hoje é músico consagrado nos Estados Unidos, para onde se mudou com seus pais com um ano de idade, em busca de ajuda médica para corrigir um defeito num dos pés.

 

Na gravidez, sua mãe fez uso do medicamento talidomida, o que provocou a deformidade física.

 

Mas Tony não deixou que a falta dos braços o impedisse de viver. E viver com alegria.

 

Jamais permitiu que a limitação física lhe tirasse o prazer de cantar. Desde muito pequeno começou a tocar algumas notas musicais com os pés e logo descobriu que poderia afinar a guitarra de forma a atender sua necessidade.

 

Aos 18 anos Tony já tocava e cantava em eventos especiais, e fazia sucesso. Mas ele não canta, apenas. É compositor também.

 

Aos 25 anos, Tony teve a oportunidade de tocar sua guitarra com os pés e cantar para milhares de jovens, na presença do papa João Paulo II, na cidade de Los Ângeles, no ano de 1987.

 

Um disco giratório junto aos pedais do veículo também foi a solução para que Tony pudesse dirigir seu próprio automóvel, fazendo uso dos pés.

 

E é assim que Tony Meléndez supera suas limitações, fazendo o que muitos acham impossível, sempre com muito amor a Deus e a sua família: esposa e dois filhos adotivos.

 

Numa entrevista o jornalista lhe perguntou: “como tem sido sua vida sem suas mãos?”

 

E Tony respondeu, sempre bem-humorado: “eu não conheço as mãos, pois não as tive. Nunca tive esse dom de poder mover um dedo, de segurar um telefone, um lápis. Meus pés sempre foram meus dedos, minhas mãos”.

 

Ao final da entrevista, o jornalista lhe perguntou: “que mensagem você daria àqueles quem têm algum problema e que estão tristes?”

 

“Eu digo a mesma coisa para quem não tem e para quem tem tudo: não deixem a fé ir embora de seus corações, pois às vezes temos momentos em que ninguém pode nos ajudar.”

 

E para desafiar suas próprias potencialidades, Tony escreveu um livro autobiográfico, intitulado “A gift of hoppe” (um presente de esperança), e tem vários CD´s gravados, tendo se apresentado em 28 países.

 

Para finalizar, ouçamos alguns conselhos desse músico sem braços:

 

“Eu vejo uma pessoa como você que tem os braços, as pernas, que tem tudo, dizer: não posso, não posso.

 

Sim, pode; sim, pode!

 

Quando as pessoas me perguntam onde estão os milagres, eu sempre digo: eu vejo a mão. E quando alguém levanta a mão, para mim isso é um milagre.

 

Por favor, não me digam que não podem, não me digam que não podem porque vocês, vocês, podem fazer muito, muito mais.

 

Levantem-se e digam: eu quero, eu posso, eu vou seguir adiante.

 

Há um mundo inteiro só esperando a sua mão dizer sim.”

 

……………

 

E, quando tudo parecer impossível, lembre-se que basta apenas dizer: “Eu quero! Eu posso, eu vou seguir adiante.”

Posted in poesia | Leave a Comment »

AMOR-PRÓPRIO

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância,
 eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome… Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia,
meu sofrimento emocional, não passa de um sinal
de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é…Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e
comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de… Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é
ofensivo tentar forçar alguma situação
 ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo,
mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada,
 inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é… Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo
que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e
 qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama… Amor-próprio
.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e
 desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto,
quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é… Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e,
com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a… Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de
 preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente,
que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é… Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e
 me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração,
ela se torna uma grande e valiosa aliada.

Tudo isso é… Saber viver!!!
Charles Chaplin

Posted in poesia | Leave a Comment »

Quem é Deus?

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Eu não sou gente para definir,
      A transcendência que nos vem de Deus,
      Porque são parcos os recursos meus.
      Mas nossa fé há de nos conduzir…

      Se a gente crê de fato num porvir,
      Jamais aceitaremos ser ateus
      E nem tampouco uns pobres saduceus…
      Pois Deus é luz e sempre a refulgir,

      Nos mostra a face do Ser Criador,
      Que nada mais reflete do que amor,
      Amor que certamente O define.

      Portanto, eu, de nada mais preciso.
      Tenho em meu peito algo que retine,
      Enquanto luto e espero o Paraíso.
   Amilton M. Monteiro 
      & 
      Tere Penhabe

Posted in AMIGOS, amizade, oração | Leave a Comment »

DERRADEIRA MULHER

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Tomo-te em meus braços,
      qual não houvesse mais amanhã.

      Musa inspiradora, derradeira
      Mulher, de entre todas as Mulheres,
      esculpo, com facilidade,
      a inspiração, que me deixas,
      a cada passo teu, feito de silêncio,
      onde só eu, reconheço o sentido,
      da palavra, que ainda não disseste.

      Sussurras-me ao ouvido, aquilo que
      não direi, senão, quando, lá fora,
      a prata da lua, incidir sobre as coisas.

      E ambos sorrimos, olhando-nos,
      bem de frente, nos olhos.

      Decidido ponho-me estes versos a
      escrever, sem qualquer intenção
      que não o vento, que vai lá fora,
      mostrando o reverso das folhas.

      Sabedor de tua paixão, pelo mar,
      imagino, que, a esta altura, deva estar
      bravo. então descrevo um sol
      sorridente, que não se fará esperar,
      entrando de rompante,
      pelas frechas das janelas, meio fechadas.

      E a poesia, continuará, em chegando
      a hora, de passearmos de mãos dadas,
      folhas espalhadas, por sobre a mesa.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

Amo te amar

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Amo tanto te amar
desde minha mente
até nossos instantes
no todo, docemente

Seu olhar carinhoso a me olhar
seus labios macios a me beijar
seus braços envolventes a me abraçar
seu corpo amante a me saciar

Seu jeito de falar ou de andar
de dengosa ao te abraçar
de melosa ao te acariciar
de me enroscar ao te amar

Ao dormir, do teu ressonar
de seu sono velar
de ao deitar te abraçar
de me acordar e do meu lado estar

E de tantos momentos que juntos passamos
momentos de todas as cores,
dos tristes ao felizes que compartilhamos
e sempre de peito ou ombro aberto nos aconchegamos

Amo amar voce
por mim, por voce , por nós
nada juramos, ou prometemos
simplesmente nos amamos determinadamente

Joe’A

Posted in poesia | 1 Comment »

A Águia e Você

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Você já teve a oportunidade de observar uma águia ou um falcão?
            Você já se pegou observando os urubus voando lá do alto? Já se pegou imaginando como seria bom poder voar sem limitações?

            Sim, com certeza sim!

            Além desse desejo nato de voar, que existe em todo ser humano – que ainda não aprendeu que asas físicas, cheias de penas ou asas de lonas não são realmente necessárias, há o profundo desejo de ser livre, e os pássaros que voam nos transmitem essa sensação!

            Voe atrás da sua imaginação para um mundo melhor, para além dos seus problemas, para além do horizonte, para as montanhas mais altas, para os mares sem fim, para os campos verdejantes, sobre os rios sinuosos e sobre as florestas majestosas.

            Voe!
            Feche  os olhos e imagine que você se transforma em uma águia, que voa alto com rapidez e muita precisão. Seus olhos são capazes de ver além do horizonte das piores complicações que afligem sua vida e podem ajudar você a enxergar a saída, ou até lhe mostrar o caminho errado que você teima em percorrer, e teima em perceber por causa do seu orgulho!

            Voe,
            voe o mais alto que você puder, sem medo de cair, pois o medo é um peso infinito que dificulta a elevação da alma.

            Voe,
            voe confiante como a águia, sentindo o frescor do irmão
            Vento soprando no seu rosto, e o calor do irmão Sol aquecendo seu corpo.

            Voe,
            voe o mais alto que puder, sabendo que a pessoa que mais merece a sua confiança é você mesmo e, se você só está voando baixo, é porque está carregado demais por más vibrações que lhe impedem de decolarem busca de uma vida melhor.

            Por isso, se quer mudanças, enfrente a si mesmo com as garras afiadas que a águia tem e usa tão bem. Garras que servem para  caçar  o  seu  sustento  e  que  também  servem para transmitir segurança aos seus ovos enquanto estão no ninho.

            Saiba usar seu olhar de águia, suas asas de águia, suas garras  de águia, e viva melhor.

            Os maiores predadores das águias adultas são elas mesmas.

            Rose Lima

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

ALIMENTANDO NOSSOS BICHOS INTERIORES

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

Algo que é preciso saber entender e administrar é o fato de nossa alma sempre estar em conflito consigo mesma, por causa de nossas proprias duvidas e incertezas.  Ora estamos sorridentes, felizes, quando as coisas nos correm bem, ou quando estamos amando. Ora estamos tristes, angustiados, quando algo não vai bem, quando brigamos com nosso amor. Ora ficamos tomados da mais profunda ira, quando somos vítimas de alguma injustiça, ou quando vemos cenas como essas que nos são proporcionadas pelo noticiário da televisão, ou jornais, ou seja, derramamento de óleo no mar, filhos assassinando pais, pais violentando e assassinando filhos, estupros, e toda uma gama de atrocidades que são “especialidade da casa” do bicho homem, sempre deixando-se levar pelo seu lado pior e egoista, que só sabe ver a maldade do mundo.

Li uma mensagem atribuída a “um chefe indígena”, que fala bem sobre esse conflito, literalmente, “colocando o dedo na ferida”. Vejam só:

“Dentro de nós existem dois cachorros. Um deles, é mau… cruel. E o outro é bonzinho… dócil. Estão sempre brigando… E vence sempre aquele que eu alimentar mais…”

Dessa mensagem, é fácil deduzir-se que está em nosso livre arbítrio determinar qual o instinto que irá predominar em nossos sentimentos.

Se alimentarmos mais o cachorro bonzinho, ele vencerá a luta com o outro, e em nosso interior predominarão os bons sentimentos, teremos muito mais capacidade para amar do que para odiar.

É muito mais gratificante para nosso interior termos apenas bons sentimentos. Claro, como a perfeição inexiste, sempre teremos nossos momentos de revolta, de ira mesmo contra certas injustiças, contra certas atitudes mesquinhas, contra certas maldades que existem por aí. Mas são apenas momentos ocasionais, quando o cachorro bonzinho não se alimenta direito.

Contudo, quando o cachorro maldoso recebe ração dupla, ou toma algumas vitaminas, vemos a maldade predominar, e as consequências são tristes e trágicas. Não preciso nada dizer, pois o noticiário jornalístico se encarrega de mostrar tudo que se faz de maldade por este mundo afora.

Interessante, aliás, que a base do noticiário são sempre as tragédias… Por vezes, parece que televisão, ou jornal está pingando sangue. Como se não bastasse, alguns sites também adoram “pingar” essas notícias, já fartamente noticiadas pela imprensa comum.

Certo que essas coisas acontecem e devem ser noticiadas. Penso apenas que se poderia dar igual ênfase às coisas boas que acontecem… Ou será que só existe maldade neste mundo? Não se fazem mais pesquisas científicas? Não se descobre mais nenhuma cura? Claro que sim, apenas isso não dá IBOPE…

Importante mesmo, é cada qual procurar fazer sua parte, tratando de alimentar melhor o “seu” cachorro bonzinho, para que ele consiga, pelo menos equilibrar a briga… Aliás, não deixa de ser gozado, essa de  brigar para ser bom, parece mais coisa demente, do que de mente, mas até que faz sentido isso, para sermos pessoas boas e equilibradas, temos que brigar… Temos que brigar contra a revolta que por vezes cresce em nosso interior contra certos fatos que assistimos, assim como temos que brigar contra nossa vontade de reagir a certas provocações, temos ainda que brigar contra as artimanhas do cachorro mau, que vai buscar no fundo de nossa alma, aquele instinto meio selvagem que todos temos em nosso interior, e precisamos sufocar.

Enfim, o caminho para a maldade parece mais fácil e confortável, e realmente o é, pois para conseguirmos as coisas, nos bastará destruir o que outros fizeram, passar por cima de escrúpulos. Pouco teremos que construir, e é mais fácil destruir do que construir.

Contudo, apesar de dar mais trabalho, é muito mais gratificante cuidar bem do cachorro bonzinho.

Além de nos trazer um certo bem estar interior, certamente atrairemos muito mais simpatia, cuidando bem do cachorro bonzinho, um simpático e nobre hursky siberiano, mesmo que esteja um pouco arranhado pelas garras do outro, um soturno pitbull…

Esperando que possamos alimentar convenientemente nosso Hursky, desejo a todos uma bela ração chegando com UM LINDO DIA.

Marcial Salaverry

Posted in poesia | 1 Comment »

AMOR E FÉ

Posted by vidapura2 em Março 20, 2009

 Se crescermos no amor,
com certeza atingiremos um nível
onde a luz se faz presente
Marici Bross

O Amor e a Fé, sempre presentes,
serão o grande presente
que poderemos nos ofertar,
e a nossos amigos doar…
Marcial

Amor e fé devem caminhar lado a lado,
Num sentimento uno.
Trazendo a luz a nossas vidas
Numa doação universal
Marici

Para se amar, temos que ter fé no amor,
e saber amar, seja como for…
Temos que ter fé no amor e na amizade,
sendo base para a felicidade…
Marcial

Estas são as bases
Fé, amor, respeito e amizade
Meu poeta tem razão
Seguindo desta forma
Com certeza chegaremos a felicidade
Marici
Cultivando a plantinha da amizade
que levamos em nosso coração,
será fácil conhecer a emoção
do que é a felicidade…
Marcial

A felicidade é aspiração de todos
É o caminho que todos queremos
Seguir numa real caminhada
Para a felicidade alcançar.
Marici

E para a esse nível chegarmos,
é preciso muito nos amarmos,
e sabermos também
amar a outrem…
Assim pode-se chegar à felicidade,
que está no fato de saber amar…
Marcial

Marici Bross e Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »