amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 16 de Abril, 2009

Declarar Amor

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Demonstrar o amor é uma forma de deixar a vida transbordar dentro do próprio coração.

 

A maioria das pessoas estabelece datas especiais para manifestar o seu amor pelo outro: é o dia do aniversário, o natal, o aniversário de casamento, o dia dos namorados.

 

Para elas, expressar amor é como usar talheres de prata: é bonito, sofisticado, mas somente em ocasiões muito especiais.

 

E alguns não dizem nunca o que sentem ao outro. Acreditam que o outro sabe que é amado e pronto. Não é preciso dizer.

 

Conta um médico que uma cliente sua, esposa de um homem avesso a externar os seus sentimentos, foi acometida de uma supuração de apêndice e foi levada às pressas para o hospital.

 

Operada de emergência, necessitou receber várias transfusões de sangue sem nenhum resultado satisfatório para o restabelecimento de sua saúde.

 

O médico, um tanto preocupado, a fim de sugestiona-la, lhe disse: pensei que a senhora quisesse ficar curada o mais rápido possível para voltar para o seu lar e o seu marido.

 

Ela respondeu, sem nenhum entusiasmo:

 

– O meu marido não precisa de mim. Aliás, ele não necessita de ninguém. Sempre diz isto.

 

Naquela noite, o médico falou para o esposo que a sua mulher não queria ficar curada. Que ela estava sofrendo de profunda carência afetiva que estava comprometendo a sua cura.

 

A resposta do marido foi curta, mas precisa:

 

– Ela tem de ficar boa.

 

Finalmente, como último recurso para a obtenção do restabelecimento da paciente, o médico optou por realizar uma transfusão de sangue direta. O doador foi o próprio marido, pois ele possuía o tipo de sangue adequado para ela.

 

Deitado ao lado dela, enquanto o sangue fluía dele para as veias da sua esposa, aconteceu algo imprevisível.

 

O marido, traduzindo na voz uma verdadeira afeição, disse para a esposa:

 

– Querida, eu vou fazer você ficar boa.

 

– Por que? Perguntou ela, sem nem mesmo abrir os olhos.

 

– Porque você representa muito para mim.

 

Houve uma pausa. O pulso dela bateu mais depressa. Seus olhos se abriram e ela voltou lentamente a cabeça para ele.

 

– Você nunca me disse isso.

 

– Estou dizendo agora.

 

Mais tarde, com surpresa, o marido ouviu a opinião do médico sobre a causa principal da cura da sua esposa.

 

Não foi a transfusão em si mesma, mas o que acompanhou a doação do sangue que fez com que ela se restabelecesse. As palavras de carinho fizeram a diferença entre a morte e a vida.

 

…………………………

 

É importante saber dizer: amo você! O gesto carinhoso, a palavra gentil autêntica, a demonstração afetiva num abraço, numa delicada carícia funcionam como estímulos para o estreitamento dos laços indestrutíveis do amor.

 

É urgente que, no relacionamento humano, se quebre a cortina do silêncio entre as criaturas e se fale a respeito dos sentimentos mútuos, sem vergonha e sem medo.

 

A pessoa cuja presença é uma declaração de amor consegue criar um ambiente especial para si e para os que privam da sua convivência.

 

Quem diz ao outro: eu amo você, expressa a sua própria capacidade de amar, mas também, afirmando que o outro é amado, se faz amar e cria amor ao seu redor.
 Momento Espírita

Anúncios

Posted in AMIGOS | 1 Comment »

A Porta Mais Larga do Mundo

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Conta-se que um dia um homem parou na frente do pequeno bar, tirou do bolso um metro, mediu a porta e falou em voz alta: dois metros de altura por oitenta centímetros de largura.

 

Admirado mediu-a de novo.

 

Como se duvidasse das medidas que obteve, mediu-a pela terceira vez. E assim tornou a medi-la várias vezes.

 

Curiosas, as pessoas que por ali passavam começaram a parar.

 

Primeiro um pequeno grupo, depois um grupo maior, por fim uma multidão.

 

Voltando-se para os curiosos o homem exclamou, visivelmente impressionado: “parece mentira!” esta porta mede apenas dois metros de altura e oitenta centímetros de largura, no entanto, por ela passou todo o meu dinheiro, meu carro, o pão dos meus filhos; passaram os meus móveis, a minha casa com terreno.

 

E não foram só os bens materiais. Por ela também passou a minha saúde, passaram as esperanças da minha esposa, passou toda a felicidade do meu lar…

 

Além disso, passou também a minha dignidade, a minha honra, os meus sonhos, meus planos…

 

Sim, senhores, todos os meus planos de construir uma família feliz, passaram por esta porta, dia após dia… gole por gole.

 

Hoje eu não tenho mais nada… Nem família, nem saúde, nem esperança.

 

Mas quando passo pela frente desta porta, ainda ouço o chamado daquela que é a responsável pela minha desgraça…

 

Ela ainda me chama insistentemente…

 

Só mais um trago! Só hoje! Uma dose, apenas!

 

Ainda escuto suas sugestões em tom de zombaria: “você bebe socialmente, lembra-se?”

 

Sim, essa era a senha. Essa era a isca. Esse era o engodo.

 

E mais uma vez eu caía na armadilha dizendo comigo mesmo: “quando eu quiser, eu paro”.

 

Isso é o que muita gente pensa, mas só pensa…

 

Eu comecei com um cálice, mas hoje a bebida me dominou por completo.

 

Hoje eu sou um trapo humano… E a bebida, bem, a bebida continua fazendo as suas vítimas.

 

Por isso é que eu lhes digo, senhores: esta porta é a porta mais larga do mundo! Ela tem enganado muita gente…

 

Por esta porta, que pode ser chamada de porta do vício, de aparência tão estreita, pode passar tudo o que se tem de mais caro na vida.

 

Hoje eu sei dos malefícios do álcool, mas muita gente ainda não sabe. Ou, se sabe, finge que não, para não admitir que está sob o jugo da bebida.

 

E o que é pior, têm esse maldito veneno, destruidor de vidas, dentro do próprio lar, à disposição dos filhos.

 

Ah, se os senhores soubessem o inferno que é ter a vida destruída pelo vício, certamente passariam longe dele e protegeriam sua família contra suas ameaças.

 

Visivelmente amargurado, aquele homem se afastou, a passos lentos, deixando a cada uma das pessoas que o ouviram, motivos de profundas reflexões.
Momento Espírita

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

ROMPENDO BARREIRAS

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

            As ruas estão vazias, o  silêncio é confortador

            A noite chega com exuberante cheiro de flor

            As árvores sorriem para aquela mulher…

            que está só, porém trás o seu espírito suave

            como o de uma ave.

            Voa feliz  como a um colibri,

             por ter  a sua liberdade restituída

            Já não é mais possuída

            por um gavião, com afiado bico,  a lhe dilacerar o cerne

            Contudo,  não muito tarde , veio a se descobrir

            que ele usava de uma perfeita e enganosa veste:

             –  A de um digno senhor honroso,

            mas tudo não passava de um engodo

 olga kapatti

Posted in poesia | 2 Comments »

O tempo existe?

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

      Marcamos, contamos
      referenciais criamos
      o sol, a lua, as estações…
      fruto das translações e rotações
      Os calendário egípcio
      até o gregoriano
      para algo que não existe
      O Tempo
      Existem situações, atos
      fatos, movimentos
      A cadencia da vida
      Os elementos da Natureza
      A terra, a água, o fogo e o ar
      Existem os agentes erosivos
      que talham as paisagens
      que desgastam o que tem vida
      e o que não tem também
      mas para tudo criamos medidas
      para tudo que nos convêm
      como se deuses fossem
      Pra as mais simples relações
      a para todas as complexas também
      Rotulamos, subvertemos valores
      criamos índices, fatores, indicadores
      teses, hipóteses, ciências e leis!!!
      que passam no dia a dia como verdades
      ficamos de antolhos, bitolados, limitados
      Deus criou o mundo em sete dias?
      Que dia? Deus usa nossas mesmas medidas?
      Se guia pelos nosso dias? Quanta presunção
      A criação é onipresente, onipotente
      em todos espaços do infinito, do cosmos
      Falar para Ele de tempo, de suas correlações
      como velocidade, aceleração, anos luz?!!!
      Nosso referencial maior que ele nos deu
      foi o Amor, O universo,
      contido em nossa imaginação
      um jardim florido de estrelas
      Para nele, um dia, passearmos
      Somente libertando os limites da imaginação
      E viajarmos por todas constelações
      Com propulsão da Fé
      e as energias do amor no coração

      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

-¿El tiempo existe?

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

      Marcamos, contamos
      referencias creamos
      el sol, la luna ,las estaciones…
      fruto de las translaciones y rotaciones
      El calendario egipcio
      hasta el gregoriano
      para algo que no existe
      El Tiempo
      Existen situaciones, actos
      hechos, movimientos
      La cadencia de la vida
      Los elementos de la Naturaleza
      La tierra, el agua, el fuego y el aire
      Existen los agentes erosivos
      que cortan los paisajes
      que desgastan lo que tiene vida
      y lo que no la tiene también
      pero para todo creamos medidas
      para todo lo que nos conviene
      como si dioses fuéramos
      Para las más simples relaciones
      y para las más complejas también
      Etiquetamos, subvertimos valores
      criamos indices, factores, indicadores
      tesis, hipótesis, ciencias y leyes!!!
      que pasan en el día a día como verdades
      nos ponemos anteojeras, idiotizados, limitados
      ¿Dios creó el mundo en siete días?
      ¿Que dia? ¿Deus usa nuestras mismas medidas?
      ¿Se guia por nuestros días? Cuanta presunción!
      La creación es omnipresente, omnipotente
      en todos los espacios del infinito,del cosmo
      Decirle sobre el tiempo, de sus correlaciones
      como velocidad, aceleración, años luz?!!!
      Nuestro refencial más grande que él nos dió
      fué el Amor, el universo,
      contenido en nuestra imaginación
      un jardín florido de estrellas
      Para que en él, un día, paseémos
      Solamente librando los límites de la imaginación
      Y viajar por todas las constelaciones
      Con propulsión de la Fé
      y las energías del amor en el corazón
      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

PARECE QUE MI SUEÑO ES REAL

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

            Me pongo un traje rojo

            para cubrir mi pasión guerrera…

            Yo estaba escuchando un tango

            que por mi cuerpo fue entrando…

            Y el mundo se hizo más bello

            y me dejó encantado

            soñando despierto

            sintiendo a ti  intensamente

            y tu amor viendo a mí dulcemente…

            

            ¡Ah!Mi amor yo me apasioné!

            Vivo esta pasión en mis sueños

            donde todo es permitido…

            Donde yo soy tu amor soberano…

            Donde le hizo mi rey asumido…

            Es un lugar encantado

            libre de todo mal

            ¡Dónde  no tengo rival!

            ¡Donde yo soy para ti

            y, tú eres la razón de mi vivir…

            ¡Dónde la voluntad sea libre!

            ¡Dónde el encanto sea eterno!

            ¡Dónde el deseo sea total!

            ¡Dónde, hasta parece que tú eres REAL!

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

ATÉ PARECE QUE MEU SONHO É REAL

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

            Eu vesti uma roupa vermelha
            para cobrir minha paixão guerreira…
            Estava ouvindo um tango
            que pelo meu corpo foi entrando…
            E, o mundo ficou mais bonito
            e, me deixou encantada
            sonhando acordada
            sentindo você intensamente
            e, seu amor vindo a mim docemente…

            Ah! Amor eu me apaixonei!
            Vivo esta paixão nos meus sonhos
            onde tudo é permitido…
            Onde eu sou seu amor soberano…
            Onde você é meu rei assumido…
            É um lugar encantado
            livre de todo o mal
            Onde não tenho rival!
            Onde somente eu sou para você
            e, você a razão do meu viver…
            Onde as vontades são livres!
            Onde o encanto é eterno!
            Onde o desejo é total!
            Onde, até parece que você é REAL….

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

PACTO COM A FELICIDADE

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi:
Eu hoje vou ser Feliz!
Vou lembrar de agradecer ao sol
Pelo seu calor e luminosidade,
Sentirei que estou vivendo, respirando.

Posso desfrutar de todos os recursos da natureza gratuitamente.
Não preciso comprar o canto dos pássaros,
nem o murmúrio das ondas do mar.

Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores.
Vou sorrir mais, sempre que puder.
Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os atos dos meus semelhantes ou companheiros
Vou aprimorar os meus.

Lembrarei de ligar para alguém
para dizer que estou com saudades!
Reservarei minutos de silêncio,
para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças,
Vou pensar no que posso fazer para diminuir seus efeitos.
Terei sempre em mente que um minuto passado, não volta mais,
Vou viver todos os minutos proveitosamente,

Não vou sofrer por antecipação prevendo futuros incertos,
Nem com atraso, lembrando de coisas
sobre as quais não tenho mais ação.
Não vou pensar no que não tenho e que gostaria de ter,
Mas em como posso ser feliz com o que possuo,
E o maior bem que possuo é a própria vida.

Vou lembrar de ler uma poesia e de ouvir uma canção,
Vou dedicá-las a alguém.
Vou fazer alguma coisa para alguém, sem esperar nada em troca,
Apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.
Vou lembrar que existe alguém que me quer bem,
Vou dedicar uns minutos de pensamento para os que já se foram
Para que saibam que serão sempre uma doce lembrança,
até que venhamos a nos encontrar outra vez.

Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém,
Especialmente quando sentir que
a tristeza e o desânimo querem se aproximar.
E quando a noite chegar, vou olhar para o céu,  e
Agradecer a Deus, pelo dia que Ele me deu!

Tahyane Rangel

Posted in poesia | Leave a Comment »

PERDI…

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

 Nesta busca percorri os vales do descaso,

      suplantei as dores vindas da humilhação,

      tornei-me tão rastejante que senti o gosto da própria terra…

      

      Em busca de teu calor aproximei-me do sol;

      e ele era gelado perto da lembrança que tenho de tua pele.

      Na busca de teus lábios fui em busca da lua;

      e ela não tinha o sabor do amor que advinha de teus beijos.

      Em busca dos teus olhos joguei-me nos oceanos;

      e, nem mesmo eles, tinham a dimensão da força de teu olhar…

      Agora solitário

      a percorrer caminhos estranhos

      lanço-me em meio ao acaso sem saber o que me espera,

      Quanto mais te busco,

      mais a lágrima da saudade me cobra tua ausência,

      Por mais que fuja de ti teu cheiro está entre meus lençóis

      e, neles, lanço-me para poder sentir-te…

      

      Ah!…Como sobreviver?

      Como continuar a trilhar este caminho imposto pela senhora vida

      se agora me sinto zumbi de meus pecados?

      Ah…Como corroi esta ausência de tuas mãos,

      das tardes em que trocávamos confidências

      da comunhão de corpos, da entrega de nossas almas?…

      Agora vem a senhora verdade –

      impiedosa – mostra-me que te Perdi,

      Como a sentença de minha própria morte

      a levar-me nos braços da Solidão…

      

      PAULO NUNES JUNIOR

Posted in poesia | 1 Comment »

O ESPETÁCULO DA VIDA

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Que você seja um grande empreendedor.
Quando empreender, não tenha medo de falhar
Quando falhar, não tenha receio de chorar.
Quando chorar, repense a sua vida, mas não recue.
Dê sempre uma nova chance para si mesmo.

Encontre um oásis em seu deserto.
Os perdedores vêem os raios.
Os vencedores vêem a chuva e a oportunidade de cultivar.
Os perdedores paralisam-se diante das perdas e dos fracassos.
Os vencedores começam tudo de novo.

Saiba que o maior carrasco do ser humano é ele mesmo.
Não seja escravo dos seus pensamentos negativos.
Liberte-se da pior prisão do mundo: o cárcere da emoção.
O destino raramente é inevitável, mas sim uma escolha.
Escolha ser um ser humano consciente, livre e inteligente.

Sua vida é mais importante do que todo o ouro do mundo.
Mais bela que as estrelas: obra-prima do Autor da vida.
Apesar dos seus defeitos, você não é um número na multidão.
Ninguém é igual a você no palco da vida.
Você é um ser humano insubstituível.

Por isso, desejo que você
Jamais desista das pessoas que ama.
Jamais desista de ser feliz.
Lute sempre pelos seus sonhos.
Seja profundamente apaixonado pela vida.
Pois a vida é um espetáculo imperdível.

Augusto Cury

Posted in poesia | Leave a Comment »

Uma Rosa, Um Poema

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Natureza…  a obra poética de Deus.
 
Dela tirei um poema para te ofertar:
Esta rosa…
 

 
Coloco-a em tuas mãos em forma de poesia
Para iluminar o teu dia
Para acalentar teu coração e perfumar teus momentos.
 
Para, quando a noite chegar, em prece, te embalar e adormecer-te em profunda paz.
 
Para acompanhar-te em teus sonhos
E trazer-te ao despertar de um novo dia.
 
Um dia ensolarado, radiante
Iluminado pelos raios de sol,
Que despontam em teu coração
Sol que fará brotar outros poemas de Deus.
 
Mensagem esparsa

Posted in poesia | Leave a Comment »

RECANTO DE LUZ

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Quantas pessoas caminham desoladas e sós…
 
Andam, e sentem que seus passos as conduzem a lugar nenhum…
 
Perderam, há muito, o endereço da esperança…
 
Várias se debatem nas trevas da desilusão, do abandono, da desdita…
 
Sucedem-se os dias, as horas dobram-se umas sobre as outras, e os minutos passam como se trouxessem consigo uma soma cada vez maior de dissabores…
 
A vida lhes parece um eterno anoitecer, uma escuridão perpétua.
 
Milhares de criaturas estão à beira de um colapso nervoso.
 
Muitos corações estão quase sufocados de angústia, de saudade, de desespero, debruçados no passado, em busca de memórias perdidas.
 
Diante desse quadro, nós podemos ser um recanto de luz, convidando as criaturas a suave reconforto.
 
Podemos cultivar na intimidade um jardim de flores e luzes, a espalhar bênçãos de esperança.
 
Podemos ser a madrugada ridente, que traz consigo a melodia dos pássaros, anunciando o alvorecer.
 
Podemos ser o amanhecer daqueles que se debatem na escuridão, trazendo os primeiros raios de sol que vencem as trevas, irradiando claridade e conforto.
 
Podemos emitir uma frase de otimismo ou apenas uma palavra de fé viva que lhes restaure a confiança no futuro…
 
Incentivar-lhes a coragem de modo a que o desalento não se transforme em moléstia destruidora.
 
Ou então, estender a ponte do diálogo amigo, capaz de induzir ao reequilíbrio e à serenidade.
 
Sejamos um recanto tranqüilo. Mas para isso é preciso que o cultivemos portas adentro do coração.
 
É preciso que semeemos flores de compreensão, de afabilidade e doçura.
 
É tão triste caminhar na solidão! Mais triste ainda é ter como companhia a desesperança.
 
Pensemos em romper, de vez por todas, as amarras de egoísmo que nos detêm os gestos de amizade, de dedicação e afeto.
 
Vençamos, em definitivo, a indiferença, derrubando as muralhas do orgulho que nos impedem de vislumbrar as necessidades dos que caminham ao nosso lado.
 
Sejamos um recanto de luz, de paz, de esperança!
 
Agindo assim, sentiremos suave felicidade a invadir-nos a alma, penetrando-nos o coração e aliviando nossas carências e dores.
 
Na medida em que nos fazemos úteis a alguém, recebemos as bênçãos de que tanto precisamos. Esquecemos os pés feridos nos espinhos do caminho e sentimos nossas forças ampliadas.
 
Auxiliando-nos uns aos outros conseguiremos alcançar o topo da montanha escarpada de onde poderemos vislumbrar a ampla planície coberta de relva e flores, como prêmio pelos esforços realizados.
 
* * *

Não há noite que perdure para sempre. O ponto mais alto da escuridão é também o início da madrugada que traz consigo a claridade, vencendo as trevas.
 
As nuvens, por mais densas que pareçam, são efêmeras e passageiras, mas o sol é perene.
 
 Momento Espírita

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

SERÁ ASSIM O DESTINO?

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

O destino joga com nossa vida,
dando-lhe a rota devida…
Por vezes nos afasta
de quem queremos juntos estar,
e como só isso não basta,
ainda querem nos encrencar…
Se cada qual de sua vida cuidasse,
e dos outros se olvidasse,
tudo correria mais facilmente,
cada qual de si cuidando, simplesmente…
Acontecem coisas atribuídas ao destino,
que causam um total desatino,
mas o que realmente atrapalha,
são coisas que muita gente espalha…
Palavras maledicentes,
e porque não dizer, indecentes,
mudam a autentica realidade,
espalhando muita maldade,
combatendo a felicidade…
Inveja, pode ser…
Ao invés de invejar, que trate de merecer…
Assim poderá tudo obter…
Quem sabe colocando paz no coração,
trará para sua vida mais satisfação…
Que cada qual viva como quer,
sem precisar dar uma satisfação sequer…
Essa é a verdadeira realidade,
o real caminho para a felicidade…
 
Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »

SUA PRESENÇA AMIGA

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Notei sua presença querida,
 
com sua amizade sempre bem-vinda…
 
Uma presença amiga
 
é algo que nunca intriga…
 
sempre desejada… sempre amada
 
nunca pode ser desprezada.
 
Uma presença amiga,
 
esquecendo se houve alguma briga,
 
sempre trazendo amor,
 
chegando cheia de calor…
 
Calor que vem da amizade,
 
que só nos traz felicidade…
 
Fale-me de seus problemas,
 
que lhe contarei meus dilemas.
 
Confidências trocadas,
 
mágoas consoladas…
 
é essa a finalidade
 
de se ter uma amizade…
 
Essa amizade querida,
 
que quero ter por toda a vida…
 
Vamos tomar um café?
 

Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »

É ASSIM NOSSO PARAISO INTERIOR

Posted by vidapura2 em Abril 16, 2009

Uma pergunta que jamais quer ou pode calar é: Como poderemos descobrir nosso Paraíso Interior?
Como saber qual será nosso Paraíso Interior, e como chegar até ele?
Com certeza, existem diversos fatores que podem nos fazer sentir uma certa paz interior, que tem o condão de acalmar nosso espírito, levando-nos a certos devaneios, fazendo-nos minimizar ou até mesmo esquecer certos problemas que nos afligem, propiciando-nos assim uma gostosa paz interior.
Através da música, ou de uma determinada música que nos toque a sensibilidade, poderemos abrir caminho a lugares até então secretos em nosso coração. Ela parece penetrar em nossa alma, através de nossos poros, encantando-nos e nos levando a deliciosas viagens.
São músicas com as quais mantemos uma espécie de relação anímica, despertando nossas essências verdadeiras. Saímos fora da realidade. Viajamos por horizontes diferentes e distantes.
Algumas vezes poderá ser o amor que nos desperte tais sensações. Ouvindo determinada música, e fechando os olhos, chegamos mesmo a sentir a presença amada a nosso lado. Ouvi-la juntos, será melhor ainda. O mesmo pode ocorrer com algum poema que lemos, ou algo que vemos.
Sem dúvida é um mistério a ligação que conseguimos fazer entre pessoas  amadas e músicas, locais, poemas,  e até mesmo objetos.
Por exemplo, se tivemos algum momento bem vivido ao lado de alguém que amamos ouvindo determinada música, a cada vez que a ouvirmos, automaticamente nosso paraíso interior será acionado.
O mesmo poderá acontecer lendo um poema, olhando o mar, ou um por do sol, e até mesmo uma forte chuva.
São lembranças que nos conduzem pelas estrelas, fazendo-nos desligar da realidade da vida, da tristeza de uma solidão, ou de maus momentos que eventualmente estivermos atravessando.
É quando sentimos que uma doce saudade pode nos ajudar e melhorar o astral.
Assim, quando nos sentirmos angustiados, ao invés de nos entregar a maus pensamentos, a pensar em atitudes drásticas, devemos saber procurar nosso paraíso interior.
Por pior que seja a situação que estivermos atravessando, poderemos encontrar uma espécie de lenitivo nessa busca, sempre procurando algo que nos faça como que “reviver” bons momentos já vividos.
E a música, ou a poesia, poderá ser um desses fatores. Todos nós tivemos alguma música, algum poema, que marcou um desses bons momentos.
Quando tudo parecer escuro para nós, precisamos reaprender a ver um mundo cheio de luz, a ver que existe alegria, a reencontrar o sol em nossa vida.
Assim, reencontrando a esperança na vida e no amor.
 

 Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »