amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 20 de Abril, 2009

PARA TENTAR VIVER EM PAZ

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

Vamos tentar  viver em paz, algo que parece ser fácil, e que na realidade, o é… Basta partir de um início, que é procurar a Paz Interior, e se conseguir encontrá-la, já será meio caminho andado.

 

Na realidade, viver em paz começa dentro de nós, e se estamos em paz conosco,  amando-nos e à vida, com certeza ficará  mais fácil conseguir viver em paz com o próximo, assim como se conseguirmos estar com a alma  cheia de idéias de paz e amor, e se conseguirmos viver em paz em nosso lar,  com certeza, pode-se acreditar que a paz começa assim mesmo, bem perto de nós, em nossas relações com o próximo,e quem mais próximo de nós do que o companheiro ou companheira de nossa vida? Do que nossas amizades e nossos familiares?

 

Sem dúvida, a coisa tem que começar internamente, pois se não tivermos a paz em nossos corações, como poderemos querer que os outros a tenham? E a nivel mundial?  Na verdade, é muito fácil falar em Paz, mas se não a praticarmos,  inicialmente em nosso interior, e depois em nosso lar, como poderemos falar de Paz Mundial? Tudo começa em casa…

 

Essa é a grande verdade, e a grande dificuldade.  É muito fácil apontar-se soluções para o que está longe, e não depende de nós.

 

Basta teorizarmos sobre os caminhos a serem seguidos.  A coisa começa a complicar quando temos que por a teoria em prática, pois é nesse momento que começam as dificuldades.  É muito fácil dizer que poderia ter havido um entendimento entre as partes antes de começarem a digladiar-se.  Contudo, não sabemos se houve essa tentativa, e qual das partes fez entrar areia nas engrenagens.

 

Principalmente nessa questão de vida doméstica.  Como é fácil “acertar” a vida de nosso vizinho… Da mesma maneira que para ele deve ser fácil “acertar” a nossa.

 

Teríamos que vivenciar o que se passa lá dentro, para aquilatar melhor a situação, vendo assim como se poderia acertar a situação, e isso, se fossemos chamados para mediar alguma eventual dissensão.  Quaisquer palpites alheios em situações domésticas nunca são bem recebidos.

 

Mas,fica valendo a  ideia.  Experimente empregar as “soluções mágicas” que possibilitarão encontrar-se a paz mundial, ou a paz de seu vizinho, e procure empregá-las ANTES,  em sua casa.  Se der certo, e a paz interior for conseguida, aí então poder-se-á ter condições para ao menos “sugerir” uma linha de conduta que conduza à PAZ ALHEIA.

 

Temos que entender que tal enfoque para a vida não se aplica somente às questões de pacificação ambiental ou mundial, mas sim para tudo na vida.  Sempre é preciso ter presente que o bom encaminhamento de nossa vida deve ter prioridade absoluta, pois no momento em que encontrarmos o ponto de equilíbrio interno, teremos condições para sugerir soluções para outrem.

 

E, para termos nossa paz interior, precisamos começar com UM LINDO DIA.Vamos começar por aqui?

 

Marcial Salaverry

Anúncios

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

EU SOU TAMBÉM ASSIM…

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Sou aquela em que você sempre depositou
            seus sonhos,
            sua alegria,
             seu amor
            seus segredos,
             seus enredos,
            sua história,
             sua memória…
            Sou seu ombro amigo
            quando na sua tristeza…
            Cantava pra você dormir…
            Dançava para encantar…
            Sorria para contagiar…
            Sou sua eterna mulher…
            A mais romântica namorada…
            A sempre bem humorada…

            Fazendo da vida um encanto…

            Corajosa, valente e ousada
            Sou a sua mulher sonhada!

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Identidade

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Nasci, cresci, amei e fui amado

            Na vida, me encontrei e me perdi

            As diversas coisas que fiz, tudo que a mim se atribui

            Constituem hoje apenas experiências

            De atos praticados no passado

            E lá devem ficar porque daquela época são conquistas

            Remexê-las agora seria trazer à tona o meu lado saudosista

            Por isso, em relação a esse passado, melhor então dizer:

            Simplesmente fui!

            

            Hoje, não sou menos nem mais, apenas sou!

            Um ser que ri, que ama e chora

            Que tem seu lado santo e pecador

            Que acredita na vida, vive intensamente o agora

            Com confiança, com esperança

            De novamente se realizar no amor

            Para que possa, com alegria, afirmar:

            Vivo, sou!

            

            E amanhã, o que serei?

            Dúvida, interrogação, incerteza…

            Mas o que quer que venha a fazer

            O que eu possa ser ou ter

            Seja lá o que for

            Não mais terá por base

            O s tempos do “fui” ou do “sou”

            O que serei, se é que serei

            Será por força do amor!

            

            Fui, sou, serei

            Uma forma de no tempo localizar

            Um ponto de partida para algo construir

            Desde que seja apenas um o verbo a conjugar:

            Amar!

            

             Walter Pereira Pimentel

Posted in poesia | Leave a Comment »

QUEM SOU EU

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Facilmente me emociono

            E derramo lágrimas

            E sofro com as minhas saudades.

            Lembro os meus momentos de oração

            Que deixam a minha alma enternecida.

            Mas tenho  dúvidas e  incertezas,

            Isso revela a fragilidade da minha fé…
            Afinal, quem sou eu?

            Acredito que diante desses desencontros,

            Caberia a resposta: Eu sou um poeta.

 Tarcísio Ribeiro Costa

Posted in poesia | 1 Comment »

Sou assim

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Sou assim:
            Um pouco de tudo
             Um pouco de menina
            Um pouco de mulher
            Um pouco  delicada
            Um pouco  malcriada
            Um pouco discreta
            Um pouco atrevida
            Um pouco de poeta
            Um pouco de moleca
            Um pouco doce
            Um pouco amarga
            Metade de mim está no direito
            A outra metade está no avesso
            Meu lado direito é claro
            Meu lado avesso é obscuro
             Meu lado direito pede a razão
            Meu lado avesso só obsessão 
            As vezes sou como uma folha caída,
             levada pelo vento.
              Outras, sou como uma árvore frondosa,
             que não se abala com nada.
            Sou pobre e sou rica
              Sou  derivado de mim mesma
            Uso adjetivos para me modificar
            Do verbo só tenho  a palavra
            Uso pronome quando não quero me identificar
            Sou uma divisão exata de mim!

 faffi

Posted in poesia | 31 Comments »

Quem sou EU?

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Uma mulher que viveu
            todas as alegrias e desventuras!
            Conquistou e perdeu amores,
            ganhou filhos e foi privada de um deles.
            Riu e chorou… viu o amanhecer e o entardecer,
            falou e ouviu… enfim, viveu!

            Não preciso saber muito mais de mim
            A sinceridade de minhas palavras (e versos) dizem tudo!
            Falar sobre mim mesma é muito difícil,
            pois eu acho que não me conheço bem.
            Sei de algumas virtudes que tenho e de muitos defeitos.
            Mas falar deles ou é cabotinismo ou masoquismo.
            Ademais, não saberia quais aspectos abordar do meu ego.
            Realmente não sei o que lhes dizer a meu respeito.

            Creio que meus mortos
            fazem o que sou
            Pessoas idas, fatos, lugares
            traduzem o meu jeito.
            Enfim… sou o que morreu em mim
            e mesmo assim, me quero viva,
            alimento o sonho, a dor, o amor
            E até a solidão!

Ciducha

Posted in poesia | Leave a Comment »

sou…

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            amor
             respeito
            amizade
            paixão
            cumplicidade…

            sou o resultado de experiências
            de vivências passadas
            transitando por novas veredas…

            de enganos e desenganos
            de perdas e ganhos
            de alegrias e tristezas…

            sou caminhante do tempo
            que para sobreviver
            precisou aprender a viver…

            sou a energia vinda do infinito…

            sou o calor aquecendo-te
            e a luz das estrelas
            refletidas num mar revolto pela paixão…

            sou reflexo
            da dor da saudade
            no silêncio da amizade…

            sou a alegria
            das cores felizes
            que reluzem no arco íris…

            mas também sou a força
            que ultrapassa barreiras
            para atingir o amor…

            sou a energia…

            do furacão invadindo corações
            da brisa acariciando o tempo
            da chuva beijando a terra…

            sou natureza acolhendo frutos
            sementes de ilusão
            semeando a emoção…

            sou a mão que te afaga
             ampara-te nas horas de aflição
            e te faz feliz nos momentos de paixão…

            sou o coração que te abriga
            o sonho que almejas
            a verdade que procuras…

            e finalmente
            para que entendas a razão desta declaração
            posso dizer-te…

            sou a mulher que te  ama!

            Millie

Posted in poesia | Leave a Comment »

QUEM SOU?

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

              Um ser pensante, terno como o sol…
            Que sonha contigo a cada hora!.
            Quero gritar bem alto para que ouças,
            A saudade que nos chama,
            Numa fogueira ardente de desejos…

            A minha fantasia excita de loucura,
             Observando as estrelas no etéreo…
            Seu cintiliar transmite-me,
            A Pura magia de te querer tanto!

            Essa alegria irradia em meu ser…
             Momentos de felicidade desmedida!
               Ultrapassando todos os limites do amor…
             Coração transbordando de saudade…

             Não se vê a solidão, que nos magoa,
            Não permite que persista esta ansiedade…
            Apenas numa noite de prazer!…
             Poder entregar-me louca nos teus braços!

            Sentimento desejado neste coracão,
            Que palpita loucamente só por ti!…
            E só contigo viver noites de prazer!

 Adelia Mateus

Posted in poesia | Leave a Comment »

Sou simplesmente

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Aquela que o amor buscou e não encontrou
            A que dedicou um tempo precioso a te amar
            A que chorou, entendeu e tudo foi,
            menos o teu amor
            A que hoje, no silêncio e no vazio
            Busca a compreensão, o carinho e
            um caminho…. que me traga
             novamente o sorriso e o sabor do amor
             encantado, vibrante, atuante
            Sou simplesmente uma mulher em busca
            do amor com entrega total, razão e coração!

 Cátia Schultz

Posted in poesia | Leave a Comment »

SOU HUMANA

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Sou feita do pó do chão,
            animada pelo sopro da Criação.
            Sou a mais pura emoção
            que brota do coração…

             Sou realidade,
            desprezo a falsidade,
            amo a liberdade,
            busco a felicidade…

            Sou feita de átomos agregados,
            de segredos bem guardados,
            de amores perdidos,
            de sonhos nem sempre realizados…

            Sou pura energia,
            repleta de alegria,
            que vê na noite sombria
            a beleza da lua,
            que desfila no ceu toda nua,
            para o sol encantar…

            Sou raio de sol,areia do mar,
            sou feita de bruta matéria,
            que espera um dia alcançar
            a graça de mais etérea ficar…

            Sou boa ou sou leoa,
            sou como toda gente…
            Às vezes cruel, outras complacente,
            não sou perfeita e nem jamais incoerente…

            Sou apenas humana.
Ilze Soares

Posted in poesia | Leave a Comment »

JÁ SABES COMO SOU!..

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Tu sabes como sou…
            Sou essa mão amiga com a que podes contar,
            essa que quando o necessites sempre estara disposta  ajudar…
            Sou esse ouvido…que escuta tuas mais intimas confidências…
            e essa boca…que por sempre as calara.
            Sou esse ombro fraterno…no que podes com muita confiança chorar.
            o abraço apertado…que quere-te transmiti emocão,
            e o beijo na bochecha…que absorvera tuas lágrimas….
            Sou o sol cálido que acaricia teu rosto…
            do que podes beber a vontade sabendo que não te queimara…
            Sou o remanso fresco…que acalmara a sede de amizade.
            Sou tudo isso numa só pessoa, as vezes menina mas muito mulher…
            meu olhar é  transparente e sincero, não tem nada que ocultar, 
            sabes… que sem buscar compensação brindo minha mão,
            assim o  sente meu coração com plena liberdade…
            Também tenho defeitos, não o vou negar…
            sou como você… um ser humano e sei que posso errar…
            mais jamais falho com os sentimentos sinceros…
            esses que fizeram raíz no meu coração,
            os que me fazem lembrar belos momentos
            e deixam aflorando nos meus olhos uma sublime umidade,
            nunca o esqueças…se alguém te pergunta quem sou?..
            tu já sabes quem sou e como sou…
            dize simplesmente que…Sou alguém…
            que jamais te defraudara!..

            Rosenna

Posted in poesia | Leave a Comment »

EU SOU

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Sou um
            Sou dois
            Sou mil
            Sou parte apartada de mim
            Sou parte apartada de ti
            Apartado de todos
            Apartado de tudo

            Não estou perdido
            Não estou aflito
            Estou consciente
            Estou feliz
            Tenho um bom rumo
            De vento em popa

            Já vivi antes
            Viverei depois
            Estou aqui de passagem
            Aprendendo
            Ensinando

            Um dia eu volto
            Volto para mim
            Para ti
            Para todos
            Para tudo
            Porque EU SOU
            EU SOU a presença divina
            Presença divina EU SOU!

Bill Shalders

Posted in poesia | Leave a Comment »

Eu sou…

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Eu sou menina que passa

            As vezes meio sem graça

            Buscando em todos os caminhos

            Um pouco de seu carinho…

            

            Eu sou a flor Açucena

            As vezes meio serena

            Buscando em todos os caminhos

            A felicidade plena…

            

            Sou a triste andarilha

            Cabelo em desalinho

            Buscando em todos os caminhos

            Um pouco de seu carinho…

            

            

            Açucena Ferraz Bizarria

Posted in poesia | Leave a Comment »

Eu sou

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Eu sou aquela

            Que todos julgam conhecer.

            Uma mulher comum.

            Sem nada a esconder…

            

            Mas em cujo interior

            Guarda um vulcão

            Adormecido sob as cinzas da razão !

              

                                    

                                     Ligia Lacerda

Posted in poesia | Leave a Comment »

QUEM SOU?

Posted by vidapura2 em Abril 20, 2009

            Sou a açucena dos vales,
            na cor alva dos lírios,
            beleza dos campos floridos,
            perfumando alegre os ares.

            Meu cheiro é de terra molhada,
            depois da chuva caída,
            fertilizando os palmares
            de tua estrada seguida.

            Sou o doce fruto das vinhas,
            o suave murmúrio dos regatos,
            correndo entre as matas virgens
            espelhando os verdes matos.

            Sou como a sombra amiga sob os ciprestes,
            onde descansarás de tuas fadigas,
            com a promessa eterna
            que em teus sonhos, sem rogar, prossigas.

            Sou como o sol nascente no horizonte,
            a lua brilhante que surge ao anoitecer,
            o bordado de estrelas que o céu pontilha
            e o orvalho que filtra o amanhecer.

            Sou da esperança a semente,
            trazida em plena primavera,
            alimentando o futuro
            que não será mais quimera.

            Assim eu sou, de amar eu vivo,
            meu mundo é livre para teu plácido cultivo.
            Se quiseres amizade verdadeira,
            sincera, pura, cristalina…
            Dá-me tua mão…
            e serei de ti eterna companheira.

            Eliana Shir Ellinger

Posted in poesia | Leave a Comment »