amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 6 de Agosto, 2009

Absoluta

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Seduz minha alma com teu olhar penetrante,

      faz de mim homem-menino

      Retira-me a razão,

      Levando-me a este jogo sem fim de sedução…

      Lança-te em meio aos meus lençóis

      tomando-se o néctar de minha essência!

      Entrego-me neste jogo maluco, chamado paixão…

      

      Tua pele de seda com aroma selvagem

      Mulher tigresa…

      Desejando ser domada por mim, agora teu dono e senhor!

      

      Nestes instantes de prazer absoluto jogo-me em teus braços

      Confundo-me com o próprio tempo,

      Faço dele pequeno diante de nosso fogo…

      Penetrante nas entranhas mais profundas de nossas almas.

      

      A ti entrego-me sem querer saber do amanhã,

      Hoje, contigo, é a eternidade a cada minuto a teu lado

      Sempre de horas intermináveis, múltiplos gozos…

      Elevando-nos aos jardins do próprio Eros, a invejar-nos…

      

      De minha tigresa faço senhora, rainha de minhas selvas…

      Entrego-te meus segredos até então impenetráveis.

      Agora faço de nosso amor essência mais pura,

      Mais doce que mel, com gosto de pecado…

      Quero-te por todos os meus dias a fazer-me teu escravo…

      Teu senhor… Teu amor…!

      

      Faço de ti meu universo, meu tempo, meu sol, minha lua,

      Minha estrela absoluta!

      Viajo entre o infinito, contigo enfrento a tudo.

      Lanço-me teu defensor e senhor, rainha de meus castelos!

      Vem, vamos viver intensamente nossa paixão!…

      Entregando-se, um ao outro, da maneira mais louca,

      Sem limites, sem barreiras…

      

      

      Paulo Nunes Junior

Anúncios

Posted in poesia | Leave a Comment »

VEM AMOR

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

ENQUANTO OS ASTROS  MAESTROS DA NOITE
      PROCURAM BRILHAR,
      PRECISO TE AMAR

      Vou amor ! Sempre que ouço a canção
      de amor , de alegria, de paixão…
      Saio correndo pelo mundo…
      Assim,alimento o meu coração…

      A LAREIRA SEM SEU CORPO É FRIA
      SUA PRESENÇA É MEU BRILHO
      MEU FOGO
      MINHA ESTRELA GUIA

      Vou aquecer seus dias com minha alegria…
      Vou aquecer suas noites com minha paixão
      Vou ser seu sol para aquecê-lo no frio…
      Sua estrela para guiá-lo na escuridão…

      AMOR SEM SINÔNIMOS
      SEM DICIONÁRIOS CAPAZ
      DE DAR SENTIDO
      PRA SER SENTIDO

      Amor real e total…
      Sem reservas ou condições….
      Amor que só segue
      as leis do meu coração…

      VENHA MEU ANJO, VEM ME AMAR
      VENHA MORRER DE AMOR SAGAZ
      VENHA SABOREAR DESSE DESEJO
      DESEJO INCONTIDO

      DE SEMPRE TE AMAR

      Vou! Já estou chegando!
      Com excesso de peso de sonhos!
      Trazendo na minha bagagem
      amor em profusão,
      paixão na medida certa,
      alegria recheada ,
      das mais doces fantasias…

Penhah & Vilmar

Posted in poesia | Leave a Comment »

USO DE TODO PARA CONSEGUIR LO QUE QUIERO…

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Uso PERSISTENZIA a lo que realmente quiero…
Y nunca amor voy a desistir…
La maravilla de la vida que es persistir…
Poner las emociones a prueba
Pero siempre tratar de hacer feliz
nuestro sufrido corazón…

Soy  OSADA para seguir mi camino
sin temor de tantos dragones…
De envidia dos que nos quieren en el suelo…
Capto el cuerpo que tengo hoy
con marcas de sufrimiento
de pierdas y de tristeza,
pero todavía saludable y deseable… 

Veo en el espejo del destino
y yo voy adelante,
dejando la emoción transparente…

Ven aquí mi querido muchacho
Deja que yo hable en su oído
La vida es bella y nosotros la hacemos
con la ALEGRIA DE VIVIR
con el DESEO de escribir poesía
con esta ENTREGA de Amor total
dando al corazón la más bella emoción… 

¡Ah! Mi amor ahora me voy a vestir…
Voy a poner el vestido más hermoso!
Voy a adornar mi cabello con rosas!
Y ponerme a su lado toda  prosa
Voy para una foto posar…
Voy a decir el tamaño de mi amor…
Dentro de su alma y su calor…

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

FAÇO TUDO PARA CONSEGUIR O QUE QUERO

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Uso PERSISTÊNCIA para o que realmente quero…

E, nunca, amor, vou desistir!

Da maravilha da vida que é persistir…                

Colocar a prova às emoções

Mas sempre procurar fazer feliz

O nosso sofrido coração…

 

Sou OUSADA para seguir minha estrada

Sem medos dos tantos dragões…

Dos invejosos que nos querem no chão…

Pego o corpo que tenho hoje

Com marcas de sofrimento,

De perdas, de tristezas,

Mas saudável e ainda desejável…

 

Encaro o espelho do destino

E, vou em frente,

Deixando a emoção transparente…

 

Vem cá meu menino querido

Deixa que eu fale ao seu ouvido

A vida é linda e nós a fazemos

Com a ALEGRIA DE VIVER…

Com a VONTADE de poesias escrever

Com esta ENTREGA de amor total

Dando ao coração a mais linda emoção…

 

Ah! Meu amor eu já vou me vestir…

Vou colocar o vestido mais lindo!

Vou adornar meu cabelo com rosas!

E, ao seu lado toda prosa.

Vou pra fotografia pousar
Toda minha PAIXÃO vai me enfeitar!

Vou dizer o tamanho do meu amor…

Dentro da sua alma e do seu calor…

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

UNA FURTIVA LACRIMA…..

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Uma lágrima danadinha,
        resolveu dos meus olhos cair
         escorrendo bem mansinho
        pela minha face surpresa…
        E, me deixou a questionar…

        
        Talvez fosse um suave recordar
        da luz brilhante & constante na minha vida
        quando com tanta corajem abria meu coração…
        Ainda guardo na lembrança
        somente o amor vivido
        nunca o amor sofrido…

        

        Talvez pela saudade incontida
        de sentir você chegando devagarzinho e,
        enchendo o meu coração de uma claridade divina….
        Do seu sorriso de felicidade,
        da sua voz tão animada…
        Da esperança que nunca acabava…
        Do meu presente maravilhoso ,
        mas longe do seu amor….

        

        Talvez por ver meu irmão
        morto no chão da vida
        e, ser tão impotente na minha guarida….
        Por ter que sentir ” medo”
        não por mim, mas por meu irmão indefeso….
        Pelos que tentam nos proteger
        e, morrem no cumprimento do dever….

        

        Talvez uma sombra da tristeza
        de não poder ajudá-lo meu amor
        a tomar decisões que tanto o beneficiarão…
        Por querer ser um raio de sol
        iluminando o seu mundo obscuro…
        Por querer a beleza da lua ter
        para o contemplar sempre sorrindo….
        Por querer satisfazê-lo plenamente
        e, eternamente…..
        Pelas caricias ousadas suando sob seu corpo,
        estremecendo de um  insano prazer…
        Fazendo uma festa diária de  alegria,
        um mundo de fantasia…

        

        Esta lágrima também mostrou a saudade,
        a dor das perdas, o envolver das maldades
        que nascem nos  corações
        e ao cair das lágrimas levam emoções contidas….
        Hidratando nossas vidas
        para colher bons momentos
        recuperando o amor,
        a juventude dos sonhos,
        a força para reviver uma grande paixão…

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

BOA NOITE AMIGUINHO (A) ….QUANDO FECHO MEUS OLHOS?

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Eu fecho meus olhos quando não quero ver a realidade…
Muitas vezes as pessoas se recusam tanto a ver e
aceitar a realidade que o cérebro obedece a ordem
e não as deixa ver mais nada….
Quando sei que ao abrir meus olhos vou sofrer,  penso também
que quero as belezas da vida ver….
Assim crio coragem e, olho as tristezas, CHORO,
e do outro lado da vida encontro minha ALEGRIA….
A vida é uma sucessão de fatos….
Ora estamos num transatlântico fascinante…
Ora ameaçados por tubarões….
Mas se mantivermos a FÉ e a PERSEVERANÇA,
somos capazes de viver equilibrados…
Vamos viver como se estivéssemos no décimo andar de um prédio
( com alto astral) e,
nada que estivesse no primeiro andar pudesse nos abalar…
Sai de casa pensando assim…
É a minha sugestão de hoje….

Penhah Castro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Prece

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Abençoado e Amado Senhor…

 
Necessito apreender a me livrar desses males, renunciando-me:

Do amor próprio; da vaidade; de não me intitular o melhor.

 Nem o mais sábio ou o mais puro entre os nossos irmãos.

Não negar palavras de conforto, esclarecimento para os que

sentem e sofrem com: a tristeza, a dor, carências, solidão…

Conservar e guardar a língua das más palavras; para nunca  ferir, magoar, causar rancor, ódio, inveja, ciúmes, etc. a ninguém.

Seja verbal,  física ou mentalmente.

Não me colocar na condição de ser Seu único e exclusivo Mensageiro da Sua luz e nem me considerar como sendo o Juiz em nome do Senhor ou julgar qualquer ato de alguém, edificando, melhorando o modo de ser…

Quem sabe agora o Senhor possa me abençoar, como filho merecedor do Seu Amor

Assim Seja!

Posted in oração | Leave a Comment »

O DOM DA ESCOLHA

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Como que num espelho,

A inteligência contempla

Os pendores do livre-arbítrio,

Dom da liberdade humana,

Que se manifesta como sendo

Frente e verso, direito e avesso,

– Dom da escolha –

Terrível faca de dois gumes…

Oh, Liberdade,

Que circunstancialmente, lembra:

A mão que afaga, sendo a mesma que bate,

A língua que reza, sendo a mesma  que ofende,

A voz que aplaude,  a mesma que apupa,

Os lábios que beijam, os mesmos que manifestam ódio…

Oh, Poder de Escolha!

Oh, Liberdade,

Que nos leva à direita ou à esquerda,

Que nos faz avançar ou regredir,

Que nos faz felizes ou infelizes.

Por esse Poder divino,

tão  humano nos homens,

Chegaremos ao amor ou desamor,

À conquista ou à derrota,

Ao bem ou ao mal,

À vida ou à morte..

Deus nos criara livres,

Mas essa liberdade nos custa caro,

Pois somos cúmplices dos nossos atos:

Se fizermos o bem, seremos recompensados,

Se fizermos o mal, sem dúvida, punidos.

Punidos pelo remorso da consciência,

Ou pelo prejuízo da inimizade,

Ou pelo desprezo dos semelhantes,

Ou pela inclemência da doença,

Ou pela rejeição da natureza,

Ou pela lei dos homens,

Ou pela Justiça Divina.

Os caminhos são dois,
O da esquerda e o da direita.

Seremos, porém, felizes 

Se tomarmos o Caminho Perfeito.

E, na estação final, aclamaremos, com certeza, assim:

“Bendito seja, ó divino, mas tão humano, 

Dom da Escolha”!

Lairton Trovão  de Andrade

Posted in poesia | Leave a Comment »

ORAÇÃO DAS MULHERES RESOLVIDAS

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Que o mar vire cerveja e os homens tira gosto,
que a fonte nunca seque,
e que a nossa sogra nunca se chame Esperança,
porque Esperança é a última que morre…
Que os nossos homens nunca morram viúvos,
e que nosso filhos tenham pais ricos e mães gostosas!
Que Deus abençoe os homens bonitos,
e os feios se tiver tempo…
Deus…
Eu vos peço sabedoria para entender um homem,
amor para perdoá-lo e paciência pelos seus atos,
porque Deus,
se eu pedir força,
eu bato nele até matá-lo.
Um brinde…
Aos que temos,
aos que tivemos e aos que teremos.
Um brinde também aos namorados que nos conquistaram,
aos trouxas que nos perderam
e aos sortudos que ainda vão nos conhecer!
Que sempre sobre,
que nunca nos falte,
e que a gente dê conta de todos!
Amém.

Posted in poesia | Leave a Comment »

Solipsismos

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Foi revirado

Terra e mar

Sob ilusão

Desfeita

Entregue

Ao abandono

E descrença

Viagem sem resgate

Amor mal

Resolvido

Tênue esperança

Noutra encarnação

m.s. cardoso xavier

Posted in poesia | Leave a Comment »

SENDO NOS OUTROS A VOZ DO POETA

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

A minha metamorfose só está completa
      quando por fim enlouqueço
      à falta de droga no sangue
      daquele que passando por mim
      trémulo e chorando eu não esqueço.

      A minha metamorfose só está completa
      quando de minha boca o escarro é sangue
      ilustrando princípios de cirrose
      até que lhe sinta o cheiro e a deformação
      acometendo um ébrio vagabundo exangue.

      A minha metamorfose só está completa
      quando me transformo num animal
      e pressinto a chegada do pedófilo
      esperando atrás das palavras o petiz
      senão pela palavra que seja pela força brutal.

      A minha metamorfose só está completa
      enquanto espero a cada esquina
      o passar dos carros e as palavras dos infelizes
      desgraçada gente usurpando os direitos
      de uma pobre e desprotegida menina.

      A minha metamorfose só está completa
      quando sou a loucura macia da infância
      e descendo as ruas os meninos uivam à lua
      organizando-se em grupos numerosos
      à falta de pais da fome e de toda a discrepância.

      A minha metamorfose só está completa
      se sou sofrida e dorida mãe impaciente
      por calar a boca de seu bebé que clama
      de estômago inchado puxando pelos seios
      e na falta de leite o faz adormecer num repente.

      A minha metamorfose só está completa
      se sou o metalúrgico o vidreiro o estudante
      que todas as manhãs passam por mim
      pensando em fazer um Mundo novo
      contra o novo despotismo trágico e hilariante.

      A minha metamorfose só está completa
      se sou os senhores da guerra das injustiças
      vivendo todos os horrores das inclemências
      chorando cada uma das pessoas assassinadas
      porque o poeta não omite nem faz destrinças.

      A minha metamorfose só está completa
      se jamais jamais calar a voz do poeta.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

MALDIZER

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Passo a passo
      ultrapasso
      os meus medos inerentes.
      ao ver que os «palhaços»
      sorriem de contentes.

      pela sua infantilidade
      sem razão nem verdade.
      e quando a mim me venço
      bonecos em estilhaços
      estendo-lhes um lenço.

      Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

Sexo frágil

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Peculiar como as mulheres são sempre  vitimas dos homens
      São monstros são traidores, desleais, que as ludibriam
      Que foram cantadas, seduzidas ou induzidas
      Sempre enganadas, como não se fosse uma relação ativa

      Sempre sexo frágil, submetido, subjugado
      Fisicamente pode até ser, mas emocionalmente
      Deixam os homens, humilhados
      de tanta habilidade emocional, administrada magistralmente

      O Homem tem mais capacidade física, cartesiana
      perdidos no emocional, nas coisas da alma
      nem discutir sabem, logo se perdem, apelando para  grosseria
      As mulheres não, são hábeis numa discussão,

      dominam a palavra e a emoção
      espancam uma alma sem coração
      sem dó nem piedade, atingem os sentimentos
      a moral, o ego… sem distinção

      As coisas do coração , não são coisas da alma?
      porque o homem nunca tem razão
      se este terreno é do domínio feminino
      exatamente porque elas manipulam a situação

      Elas nunca atingem o material
      são mestras no emocional
      nos submetem a encantos
      No final das contas ainda nos sentimos culpados

      Desde Eva, culpando Adão, fomos condenados
      Expulsos do Paraíso, sentenciados
      A sermos, de uma forma sutil, eternamente escravizados
      Delas quase propriedade, induzidos e submetidos

      Sempre, sempre culpados
      De toda sorte responsabilizados
      Se violentado, não ficam marcas
      Se violento, hostilizados… sempre condenados

      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

Sexo fragil

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Peculiar como las mujeres son siempre  victimas de los hombres
      Son monstruos son traidores, desleales, que las engañan
      Que fueron engañadas, seducidas o inducidas
      Siempre engañadas, como si no fuese una relación activa

      Siempre sexo fragil, sometido, subyugado
      Físicamente hasta puede ser, pero emocionalmente
      Dejan a los hombres humillados
      de tanta habilidad emocional, administrada magistralmente

      El Hombre tiene más capacidad física, cartesiana
      perdidos en el emocional, en las cosas del alma
      ni discutir saben, enseguida se pierden, usando la  grosería
      Las mujeres no, son hábiles en una discusión,

      dominan la palabra y la emoción
      zurran a un alma sin corazón
      sin pena ni piedade, tocan los sentimientos
      la moral, el ego… sin distinción

      Las cosas del corazón, ¿no son cosas del alma?
      porque el hombre nunca tiene razón
      si este terreno es del dominio femenino
      exactamente porque ellas manipulan la situación

      Ellas nunca tocan lo material
      son maestras en lo emocional
      nos someten a encantos
      Afinal de cuentas todavía nos sentimos culpables

      Desde Eva, inculpando a Adán, fuímos condenados
      Expulsados del Paraíso, sentenciados
      A ser, de una forma sutil, eternamente esclavos
      De ellas casi propiedad, inducidos y sometidos

      Siempre, siempre culpables
      De todas las formas responsabilizados
      Si violado, no quedan marcas
      Si violento, hostilizados…siempre condenados

      Joe’A

Posted in poesia | Leave a Comment »

NÃO ESCONDA-TE!…

Posted by vidapura2 em Agosto 6, 2009

Procurei-te nos planos externos, mutáveis e perecíveis…
              Mas, achei-te em teu interior, onde és a própria essência,
              maior e muito mais bela!

              Eme Paiva

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »