amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 7 de Maio, 2010

Bem-aventurados os justos

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

Você se considera uma pessoa justa?

 

As respostas certamente são as mais variadas.

 

Uns dirão que nunca refletiram sobre o assunto.

 

Outros responderão imediatamente que não, que não se consideram justos.

 

Outros mais se consideram muito justos, e assim por diante.

 

Primeiramente, seria interessante definir o que seja justiça.

 

Na visão cristã, a justiça consiste em cada um respeitar os direitos dos demais.

 

E as bases da justiça estão na afirmativa do Cristo de que queiramos para os outros o que queremos para nós.

 

Jesus coloca o próprio indivíduo como referencial da justiça já que ninguém, em sã consciência, deseja o mal para si mesmo.

 

Entendendo a justiça dessa maneira, se observarmos as nossas ações diárias perceberemos que não temos sido muito justos, salvo raras exceções.

 

No lar, por exemplo, quando deixamos de fazer a parte que nos cabe, no contexto familiar, estamos procedendo com injustiça.

 

É muito comum deixarmos portas e gavetas abertas, objetos fora do lugar, sujeiras espalhadas pelo chão, sem percebermos que estamos sendo injustos, pois alguém terá que fazer o que caberia a nós.

 

Não agimos com justiça ao estacionar o veículo ocupando espaços além do que necessitamos, impedindo que outros motoristas usem a vaga.

 

No trabalho, quando usamos material exageradamente, desperdiçando sem necessidade, agimos com injustiça.

 

Quando aproveitamos o tempo que nos está sendo remunerado pela empresa para fazer coisas particulares, somos injustos.

 

É comum enviarmos um fax, por exemplo, numa folha de papel contendo apenas algumas linhas. Além do desperdício do nosso papel, estamos obrigando o receptor a gastar sua bobina além do necessário. É injusto.

 

Pessoas que jogam papéis e outros objetos nas ruas e calçadas, agem com injustiça, mesmo que queiram desculpar seu gesto alegando que alguém é pago para fazer a limpeza.

 

Se levarmos em conta que a verdadeira justiça consiste em fazermos aos outros o que gostaríamos que os outros nos fizessem, ainda estamos distantes de nos considerarmos pessoas justas.

 

O que ocorre, normalmente, é que queremos ver os nossos direitos respeitados, sem nos importar com o respeito que devemos aos demais, como prescreve a Doutrina Cristã.

 

Vale lembrar, no entanto, que, se somos injustos nas pequenas coisas, o seremos também nas grandes, pois Jesus recomenda que se quisermos ser grandes, antes, temos que aprender a ser pequenos. E isso é muito lógico.

 

Ninguém nasce já adulto. Construímos o nosso caráter aos poucos.

 

Dessa forma, praticando a justiça nas pequenas situações, estaremos nos preparando para a justiça em maior amplitude. Esse é o caminho.

 

* * *

 

Embora a justiça dos homens não catalogue nossos pequenos delitos, eles não passam despercebidos pelas Leis Divinas.

 

Assim sendo, vale a pena agirmos com correção em todas as circunstâncias, pois conforme assegura nosso Irmão Maior, Jesus, receberemos de conformidade com as nossas obras, sejam elas grandes ou não.

 Momento Espírita.

Anúncios

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

MÃE

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

      Fecho os olhos e controlo a ansiedade,
       se lágrimas rolam, é apenas a saudade
      que aperta meu peito sem piedade…
      Sinto dentro de mim um ardor,
       vejo teus olhos azuis cheio de amor
      a contemplar a vida sem nenhum rancor…
      Dizia sempre que muito me amava,
      da vida, com cuidado me alertava
      e dos perigos lá de fora, me orientava…
      Sinto tua falta e devaneio entre espaços,
       busco suavemente ouvir teus lentos passos
      e num instante estar nos teus meigos abraços…
      Olho para o céu e com fé eu digo,
      mãe amada nesta terra meu caminho sigo
      carregando o seu amor, sempre comigo…
    
NAIDATERRA

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Eu só queria minha Mãe

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

     Certa noite eu quis falar com Jesus, mas Ele me disse:
      “Agora estou muito ocupado”
      
      “É urgente!” , eu disse, “trata-se de minha mãe !”
      
      “Calma …agora não posso”, respondeu Ele suavemente.
      
      Entre chocado e desapontado eu bradei:
      “Está bem ! Com quem posso falar então?!?”
      
      “Comigo, mas não agora que estou tão ocupado”.
      
      Eu, doente e febril, tive que me conformar
      e aguardar o momento “certo” para falar com Ele.
      
      Sozinho, naquela cidade estranha, tudo que eu queria era o abraço de
      minha mãe, naquele momento tão distante de mim.
      
      A febre deve ter se elevado tanto, que adormeci.
      Tive sonhos confusos e agitados, onde eu me via
      sendo envolvido pelos braços amorosos de minha mãe.
      
      Quando acordei, ensopado de suor, eu me sentia maravilhosamente bem.
      Tinha desaparecido a febre e toda aquela sensação de abandono.
      
      Lembrei-me que havia chamado por Jesus, mas não sabia exatamente se
      fôra um delírio ou se Ele falara comigo realmente.
      
      Arrisquei, sentindo-me patético, a chamá-Lo de novo:
      “Senhor! Agora é possível só responder-me a uma pergunta?”
      
      Para minha surpresa, eu ouvi:
      “Sim. O que você quer ?”
      
      “Era só para saber se realmente falei com o Senhor.
      Agora não quero mais nada. Já estou bem.
      Quando O chamei, eu ia pedir-Lhe que me trouxesse minha mãe,
      mas o Senhor estava muito ocupado para atender ao meu chamado.
      Sonhei com ela e isso foi o bastante para curar-me.”
      
      “Sim, eu estava muito ocupado,
      atendendo alguém que tinha mais urgência do que você:
      Eu estava escutando sua Mãe que me pedia para levá-la até aí.”

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Hoje eu queria viver

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

        A gente vive morrendo nesta vida…

        hoje não vou ler jornais, nem ouvir notícias.

        Não vou enfrentar o trânsito, nem vou trabalhar!

        Hoje eu queria viver…

        Vive-se morrendo todos os dias:

        Morremos para o amor, para a amizade, para a solidariedade, para natureza, para a paz, para o próximo, para nós mesmos…

        Morremos de maus profissionais, do trabalho, do desemprego, das mesmices do dia-a-dia.

        Morremos de fome, de comida farta, de sede de justiça, morremos de polícia, de política, de políticos, de burocracia, de trânsito e tráfico, de maus governantes.

        Morremos das mentiras que nos são impostas por religiões e governos, morremos de bolas e apitos, morremos pelo sim e pelo não.

        Morremos da demagogia dos defensores dos Direitos Humanos, morremos de democracias e ditaduras, morremos da nossa pena de morte de cada dia.

        Hoje eu queria viver…

        Queria ter certeza de poder voltar pra casa.

        Queria andar livre pelas ruas, passear nas calçadas, pular amarelinhas com as crianças…

        Queria distribuir Bons-dias!

        Brincar com o meu cachorro, soltar papagaios, cantar e dançar!

        Sei lá… Hoje eu precisava viver!

        Dar bom dia ao sol, ouvir o vento,

        maravilhar-me com o azul do céu,

        com o murmúrio das águas,

        com o verde das florestas,

        com a sensatez dos animais.

        Hoje eu queria viver…

        Hoje eu precisava viver!…

  J.R.Cônsoli

Posted in poesia | Leave a Comment »

MÃE

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

                  Ainda mora dentro
                  Das  minhas lembranças
                  Aquele ser etéreo
                  E um sentimento mágico
                  De  tecer caminhos
                  E colorir dias…

                  E minha alma se corrói:
                  Desejo sincero de gritar…
                  Te procurando  mãe !

                  Calma a noite se aproxima
                  Tomando conta de tudo
                  Escurecendo o dia
                  E crava os dentes
                  em minha alma…

                  Quem sou eu pra contestar
                  A tua ausência?

                  Na mesa… a sempre
                  tua pronta presença…
                  Em todas as delícias e sofrimentos
                  Mãe inconteste, mãe surpresa
                  Seio exposto…Para teus filhos
                  Nos acalentando
                  E nos suprindo de afeto

                  Na renúncia completa de ser livre
                  Se entrega 
                  A cada despertar da coragem.
                  Esta mulher santa
                  Em simplicidade e magnitude
                       Há que ser mãe e mulher
                  Senhora de sua prole
                  Mãe que batalha por um bem estar
                  Mãe que está sempre presente,
                  Não importa a distancia…o tempo
                  Ès a minha melhor lembrança
                  Minha última esperança…
Mavi Lamas

Posted in poesia | Leave a Comment »

Ave Maria

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

Ave Maria, cheia de graça,

Senhora do Perpétuo Socorro,

Eleita Mãe de Jesus, Filho de Deus,

Sois a Mãe de toda a humanidade

E intercessora de todas as graças divinas.

Presenciastes a tortura e morte do Vosso Filho,

Por isso, és chamada de Senhora das Dores.

 Olhai para cada um de nós, sem distinção,

Independente de crença ou de religião,

Colocai em cada pessoa, no coração,

O amor, a capacidade de amar…

 E para agradar ao Vosso Sagrado Coração

Dediquemos momentos para reflexão,

E imitemos ao Divino Senhor Jesus,

Levando a todos o perdão.
Tarcísio R. Costa

Posted in poesia | Leave a Comment »

MINHA MÃE

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

Hoje tive um sonho,
sonhei com minha mãe.
Lembro que remexemos em gavetas
acredito que estávamos
resgatando o passado.

Dentro de uma gaveta,
encontrei uma toalha de crochê…
Inacabada
Bege, linda. Feita de amor.

Conversamos sobre a reforma da casa,
onde estavamos.
Depois continuamos, uma conversa
sobre coisas do dia a dia.

Acordei em estado de graça.
Foi um sonho.
Mas, a melhor conversa,
que jamais tivemos.
Luiza Porto

Posted in poesia | Leave a Comment »

SENTIMENTO ETERNO

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

Não envelhece no tempo;
passa por todos,
carregando, nas horas,
as emoções das estações,
despertadas com a luz da vida,
que nos ensina
espelhar, nos olhos, o inverno
se descongelando
em gotas cristalizadas de saudade,
tornando o vento
um caminho a seguir em frente,
levantando poeira
e as folhas secas do outono,
que deixaram em nossos corações
as sementes primaverís,
liberadas no ar
com o perfume que encanta
todos os sonhos acalorados
no coração da vida.

Schyrlei Pinheiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Uma doce fera…

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

      Sai dia… entra dia… e lá está ela,
      Sempre bem disposta e sorridente,
      Cabelo agora grisalho, vestido impecável,
      Perfume gostoso e sempre contente…

      Ah, o cheirinho de sua comida!
      É algo indescritível, nada supera…
      Tão justa e carinhosa , tão pequena
      E tão grande essa doce fera!

      Sabe ler meu olhar e nem adianta
      Inventar…disfarçar…negar…
      Sabe que estou triste
      E o que irá me alegrar…

      Nunca diz que está cansada,
      Tem sempre uma palavra de carinho
      Nas mãos traz afagos de seda…
      Adoro afagar seu cabelo lisinho!…

      Quando sorri, sinto que meu dia
      Será de sol mesmo chovendo…
      Quando se zanga e fala e repete,
      finjo nem perceber, desconverso
      concordando por dentro…

      Mas quem sou eu e o que fazer
      Sem essa meiga e doce criatura?
      Que esquece dos seus problemas,
      Para viver os meus e me atura?

      Esse doce ser, essa pequena fera,
      É você minha mãe querida!
      Que tem afagos tão meigos
      Que curam qualquer ferida!

      Deixa que hoje eu lhe diga
      Do imenso amor que trago no peito…
      Deixa eu dizer da minha gratidão,
      Dizer que hoje lhe entendo…

      Deixa que nessas poucas linhas,
      Eu declare todo o meu carinho com ardor…
      E beije sua fronte de rainha!
      E lhe confesse esse imenso amor!…

      Mary Trujillo

Posted in poesia | Leave a Comment »

À minha mãe

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

Faz anos… uma tarde triste…

lágrimas deslizavam do meu coração,

o silêncio era quebrado por lamentos…

abatia-me em uma  terrível desilusão,

via partir sem retorno,

minha doce mãe,meu amor maior,

minha razão…

 

Ela era pequenininha,

seus olhos azuis pareciam

 dois pedacinhos do céu,

era minha boa mãezinha,

que não sei porque

Deus a levou…

 

Agora mesmo, quando esvrevo

 estes versinhos,

choro, é verdade, sinto saudade

dos mimos, do seu amor, dos seus carinhos…

Tarcísio Ribeiro Costa

Posted in poesia | Leave a Comment »

A D E U S

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

      Adeus, vou indo…

      Dou graça, foi belo,

      em generosidade que perdura.

      Foi-me aberta à porta

      da lucidez e do delírio.

      Eu, vil pecador, amando a Santa;

      e Ela, entregando-se plena,

      indo bem além do pecado…
      
      Pai e irmãos estou aqui!

      Tudo que sempre sonhei,

      até o belo final!

      Final de ternura, encanto e paz…
      
      Terminando em amor,

      em indo ao encontro do Pai!…

     
      Evaldo da Veiga

Posted in poesia | Leave a Comment »

COM TEU AMOR, MEU DEUS

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

   Fui passando, é o que fiz nessa vida.
      E ai, o teu amor me tocou…
      Encheu o meu coração, mantendo-o
      ao nível da entrega e do perdão.
      Sem tua presença que eterniza,
      viver o que?
      Oh Deus, vou ficando aqui mesmo,
      não me leve agora, tudo bem?
      Quero amor aqui, o teu em especial!
      Estou no ponto meu Deus, teu amor em minha alma,
      e o amor da mulher amada…
      Quero tua graça, sempre,
      mas deixa-me aqui mesmo,
      depois eu vou.
      Vou por ai, vendo a imensidão linda,
      pássaros, flores e gente.
      Ouvindo o belo canto e o barulho do mar.
      Deixe-me aqui Senhor, dando-me equilíbrio…
      Não dando, leve-me ao lado de lá.
      Sem tua graça não vivo,
      meu vigor se esvai…
      Deixe o prazer habitar o meu corpo Senhor,
      mas guarde minha alma,
      meu verdadeiro valor…
      Ó Senhor!

      Evaldo da Veiga

Posted in poesia | Leave a Comment »

ALEGRIA ALEGRIA

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

      Enchei-vos de alegria
      Olhe os pássaros, olhe a vida
      Ganha um guaraná,
      se encontrar algo fora do lugar
      Deus fez e faz sempre certo e lindo
      Revolta às vezes é normal,
      já senti mais de mil.
      Mas se notar e agradecer,
      verás que há muita beleza no ar
      Observe a vida e namore,
      namorar não é só fu…
      É também e muito mais
      Namore a vida, namore a mulher amada
      Faça amor, única coisa que não dá fastio
      Único ato que nunca é demais.

   
     
      Evaldo da Veiga

Posted in poesia | Leave a Comment »

ELE FOI, ESTÁ INDO

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

     A sensação de desajuste logo iria…

      Péssimo essa sensação

      de não querer ir e nem ficar.

      Este estado de nada importa.

      Este vazio de quem não busca o culpado,

      porque sequer consegue legitimar-se no erro.

      Parece que está tudo consumado:

      ela lá, distante, e ele aqui.

      Teve momentos que sentiu

      não saber sequer de si…

      E foi por ai sem ir ou ficar.

      Foi o vazio, simplesmente o nada.

      Um voz vinda não se sabe de onde deu ânimo:

      “quem salva é a namorada,

      homem e mulher não existem sem amor”.

      Partindo dessa dica, um “b a ba de vida”,

      ele buscou e, como quem busca encontra,

      olha ela ai e disse ele: “vejo você meu amor!!!”

      “E agora?” – ela pergunta:

       “Agora, é sair por ai, indo mesmo,

      junto, olhando na mesma direção”!!!

      Evaldo da Veiga

Posted in poesia | Leave a Comment »

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Posted by vidapura2 em Maio 7, 2010

      Afinal para que serve uma mulher?
      Bem, em se aproveitando legal, serve pra tudo.
      A mulher amiga e companheira é o bem maior.
      Vou até um pouco além: a mulher é tesouro inesgotável.
      Tendo uma mulher maneira nada  falta,
      e o resto se corre atrás.
      Mas é necessário dosagem: eu já gostei tanto de mulher,
      indisciplinadamente, que sempre queria
      ter uma porção de cada vez.
      Continuo gostando de mulher tanto quanto antes,
      mas agora uma de cada vez.
      Não sendo assim, existe a mentira, desculpa esfarrapada,
      e a dor da traição que dói muito mais ao traidor.
      Mulher é um campo que em se plantando tudo dá.
      E ela já tem inato o processo natural
      de separar o joio do trigo, é o homem quem atrapalha.
      O homem intercede querendo sua parte com se houvera um ato
      de custo benefício pactuado, retirando a graça da doação
      que é linda por ser espontânea e gratuita.
      Mulher, além de tudo, é de fácil manutenção. Muito simples
      e barato manter uma mulher maneiríssima ao lado, do lado,
      em cima ou embaixo; caminhando junto e olhando na mesma
      direção. Basta ofertar, em verdadeiro estado de graça,
      carinho, respeito e verdadeira atenção.
      Mulher não precisa, além disso,
      mesmo sendo o valor maior de convívio.
      Respeito à mulher significa também chance de aprendizagem.
      Vamos notar muitas vezes que não estávamos tão certo naquela
      questão que nos parecia incontroversa.
      E respeito à mulher é também, comê-la todinha, mas fazendo
      com que ela sinta, preliminarmente, desejo de ser comida,
      naquele tempo e espaço.
      Só isso.
      Ah… e não esquecer jamais,que todos os dias
      são dias da mulher.

        
      Evaldo da Veiga

Posted in poesia | Leave a Comment »