amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Carência

Posted by vidapura2 em Outubro 7, 2010

            Ah, essa fome me consome!
            Como saná-la de mim?
            Tenho inveja do tempo,
            que não se consome assim!
            Tal qual ferida aberta
            dói saber-te,
            adornando outro jardim.
            Continuo a querer-te assim,
            tão bem, como o tempo, sem fim.
            É bem meu querer outrossim.
            Sonho, sonhos inimagináveis.
            Vejo-te pelas sombras,
            vindo até mim.
            Mas o espaço vazio
            é o abismo do sem fim.
            Descobri que nem o tempo
            será capaz de curar-me.
            Este mal ressoa forte dentro de mim,
            fazendo-me a mais infeliz
            das criaturas enfim.
            Nesta atrocidade,
            da fome que me consome,
            fujo dessa minha ingenuidade.
            Posto que, a fome se mata
            procurando o alimento certo,
            Necessito de algo para suprir,
            este insano desejo, que tenho por ti.

 Vanderli Granatto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: