amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Quando…

Posted by vidapura2 em Novembro 2, 2010

Quando o luar tristonho se despede
E as estrelas fogem do meu céu…
Um arrepio percorre a minha pele
Lágrimas doridas vão vertendo ao léu…

Meu horizonte se mostra tétrico, nebuloso,
Não há amanhã… nem esperança no futuro.
Lufadas geladas… chicoteiam meu rosto…
Minha alma vaga por labirintos tão escuros!

Há tantas cartas rasgadas, tantas em branco.
Tantos gritos desesperados e mudos!…
Morreu nos meus lábios o riso leve e franco…
Rodeiam-me sentimentos ruins e absurdos!

Protelo… protelo… só faço a realidade protelar,
Meus direitos não são meus… não… não são!…
São mágoas e dores… que devo trancar, arquivar
No desmantelado, fraco e quase morto coração!

Não há mais ilusões, não há sonhos para sonhar.
Meus pés temem o negror do profundo abismo…
Fogem das águas furiosas desse irado mar…
Porém, seguir sempre em frente… é preciso!…

É preciso exorcismar emoções, matar a esperança,
Encarcerar o maldito coração… parvo… e sem juízo!…

Mary Trujillo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: