amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Pé Ante Pé

Posted by vidapura2 em Novembro 5, 2010

Meu andar pé ante pé
não machuca a plenitude
não se intromete na fé
do teu ser em quietude
por meu desmerecimento
que antes quis traçar um jeito
de dar norma aos sentimentos
que só fez magoar o peito
transbordante qual açude
num querer em amplitude.

Lá no sotão da saudade
da casa da minha avó
minha credibilidade
era em ti, ou estar só.

Sinto muita dor e inchaço
desde que caí, eu acho,
desde que morreste, penso
meu choro é dor e lenço.

Tanto amei _e, de tal forma,_
que vivi em água morna
tal medo da ebulição
plantei um incesto na alma
e um sim no coração.

Meu amor, porque persistes
em teu desejo por mim?
Há muito que não existes
nestas terras cujo fim
é só pó, melancolia
e o nada acordar em dia.

Minhas penas não são calmas.
Ora são adornos, palmas
de quem vive em passarelas
ora são dor de viuva
vinho seco tinto e uva
castanhas e mozzarella.

Meu amor, porque insistes
em ser meu, após escarpas?
Pra cada escara a escora
há muito que tu escapas
de uma onda havaiana
se mal cabes onde existes
se vives depois da hora?

Elane Tomich

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: