amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for 12 de Novembro, 2010

O raio de luz

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Todas as noites antes de fazer os filhos adormecerem, um pai muito carinhoso conversava com eles, enquanto afagava-lhes os cabelos anelados.

Diariamente escolhia um assunto que encontrava no evangelho, ou em algum acontecimento do cotidiano.

Naquela noite sem luar, quando as nuvens encobriam as estrelas, ele arranjou uma forma diferente de chamar a atenção das crianças.

Colocou-as no sofá da sala e disse-lhes que não se assustassem com a escuridão, porque apagaria todas as luzes da casa, de propósito.

E assim o fez.

Deixou a casa às escuras e sentou-se no meio dos filhos que o aguardavam apreensivos.

Perguntou-lhes o que eles eram capazes de ver em meio àquele breu.

O menininho mais velho comentou que conseguia distinguir os contornos da cadeira que estava a sua frente, mas que não conseguia saber ao certo qual objeto produzia a sombra que se apresentava um pouco mais adiante.

O pai, aproveitando a oportunidade esclareceu: “nossos olhos acostumam-se com a ausência de luz e acabam conseguindo, com algum esforço, distinguir alguns objetos.

Porém, não é possível notar tudo quando a luz nos falta.

Alguns contornos podem enganar nossos sentidos.

Muitos detalhes passam despercebidos.

As cores deixam de ser perceptíveis.

“A ausência de luz dificulta nosso caminhar, porque não conseguimos notar com segurança para aonde estamos indo.”

Nesse momento, ele acendeu uma vela que trazia consigo.

As crianças exultaram diante da claridade que se fez na sala.

“Vejam!” – convidou o pai -“percebam como tudo parece diferente na presença da luz.

As sombras já não mais nos confundem.

Agora as formas assumem contornos mais exatos.

“Como é mais fácil buscar um caminho, quando há luz a mostrar a direção correta.”

Encantadas com a singela, porém, inesquecível descoberta, as crianças concordaram com o pai, enquanto o cobriam de carinhos antes de serem levados para a cama.

A maior glória da alma que deseja participar na obra de Deus será transformar-se em luz na estrada de alguém.

Registramos a luz sem nos adentrar em sua grandeza.

O raio de luz penetra a furna escura, levando a réstia de claridade que espanca as trevas.

Adentra o vale sombrio e estimula o florescer.

Atinge a gota d’água e reverte-a em um diamante multicolorido.

Visita o pântano e transforma-o em jardim, em pomar.

Viaja pelo ar, aquece vidas e alimenta-as.

Beija as corolas e desata perfumes inesquecíveis.

Aninha-se no cristal e ele reverbera, embelezando-se ainda mais.

***

Não nos deixemos adoecer pelo amolentamento.

Há tantas possibilidades de darmos utilidade e beleza à vida.

Com o exemplo da luz, o Criador convida-nos a fazer o mesmo.

Desfaçamos as sombras nos corações.

Drenemos os charcos das almas.

Projetemos alegrias fomentadoras de vida naqueles que se encontram combalidos pela tristeza e pelo desalento.

Sejamos também um raio de luz, espraiando brilho e calor, beleza e harmonia, em todos os momentos, iluminando, assim, também, nossos próprios caminhos.

Momento Espírita

Anúncios

Posted in poesia | Leave a Comment »

JÁ QUE ESTAMOS NA PRIMAVERA

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Já que estamos na Primavera,
a beleza das flores vamos procurar…
É lindo ver de uma flor o desabrochar…
Venha comigo, venha agora,
achega-te sem demora…
Venha querida…
Para amar, seja mais decidida…
Quem me dera,
que meu amor te comovesse
novamente agora,
como acontecia outrora…
A vida nos afastou,
e o amor se acabou…
Ah querida! Quem me dera…

Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »

Milagre de viver

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Vivemos sem perceber
o maior milagre acontecer,
procurando a magia,
que se renova todo dia
no caminho, na estrada, no destino,
onde brota a verdade da vã filosofia.
Vida é ar, é mar, é terra,
é fogo, é flor,
é rosa entre espinhos,
diferenciando um ser do outro
a procura da ilusão, de mais uma paixão,
ou da própria fantasia,
que ninguém condena
quando a vida ilumina
e inspira a sua poesia.

Schyrlei Pinheiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Ativando:… Ponto G….

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

“O melhor afrodisíaco é a declaração de amor.”…
É aquele ponto que é ativado
“As mulheres gostam que lhe digam palavras de amor.
quando ao ouvido falamos
Nosso ponto G está nos ouvidos. Inútil procurá-lo em outro lugar “.
Amo voce!!!….
Ah, o ponto G, esse paraíso secreto que leva os homens a explorações
falamos, sussurramos
minuciosas. Tanto trabalho por nada.
o coração processa…
Não temos um ponto G, mas dois,
mais que escuta, a toda mulher excita…
os nervos faiscam
um em cada lateral da cabeça, e não é preciso tirar nossa
e musculação tremula
o coração palpita
o ventre anseia
roupa para nos deixar em êxtase.
os seios e os labios entumecem
a circulação agita
o sexo pulsa
Falem, rapazes, falem senhores.
o desejo secreções expulsa
Digam tudo o
O corpo se contorce
que sentem por nós, assim, é só isso.
a alma sequiosa fica
Temos que concordar com a autora de A Casa dos Espíritos :
pela posse…se entrega.
O melhor afrodisíaco é a declaração de amor.
Ao coração falar, te amo minha deliciosa
Não aquelas mecânicas, ditas quando se está no piloto automático,
e a toda voce desejo saborear
mas as verdadeiras, sentidas, aquelas que os homens imaginam que
de seu nectar provar
bastam ser ditas com o olhar e com as mãos, mas que fazemos
nos teus calores me incendiar
questão de escutar também com a voz :
no seu tesão me espraiar
” Como eu gosto de estar com você, como você é linda,
no teu prazer navegar
esqueço do tempo ao seu lado, que horas são?
e lhe fazer mais que flutuar…
Ah, Que me esperem, não consigo desgrudar de você, amor “.
simplesmente delirar
Caetano Veloso vendeu um milhão de cópias do seu último disco,
de satisfação gritar
e tenho certeza de que não foi por causa do “vou me embora,
seu corpo me serpentear
vou me embora, prenda minha” e sim pelo “por que você me
teu eu estremecer
deixa tão solto, por que você não cola em mim ?”.
e beijar seu coração, ao ter prazer
Tudo o que se reivindica é o desbloqueio emocional masculino e,
ao declarar, adoro voce
com certeza, cada uma de nós saberá como agradecer
gosto,quero,desejo,tesão,paixão,…
amo voce

Joe’A

Posted in poesia | 1 Comment »

E não se engane

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

E não se engane. Aqui também temos de escolher nosso caminho. Ninguém
trabalha por ser obrigado, mas por desejo de servir, para poder conversar
com Deus e dizer:

“Pai, eu estou servindo ao meu irmão,
porque aprendi com Jesus que a caridade é bálsamo
que alivia as dores de quem a pratica.
Pai, dê-me forças para esquecer meu sofrimento,
minorando as dores alheias.
Ajude-me, meu criador, a ter compreensão
para entender meu semelhante.
Aumente o amor em meu coração.
Aceite, Pai, a pequena oferta que lhe faço hoje
do meu ínfimo trabalho na Seara de Jesus”.

Que Deus ajude a todos vocês a se manterem equilibrados no propósito que
lhes tem norteado a existência terrena.

Luiz Sergio

Posted in poesia | Leave a Comment »

ADIVINHA EM QUEM ESTOU PENSANDO???

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Não gastaria uma moeda sequer para apostar,
pois sei que é em mim que está a pensar
e sabes porque?
porque é em você que estou pensando

Nem precisa pagar uma moeda sequer
meu coração não tem segredos
ele esconde todos os meus medos
quando estou perto de você!

Sabendo que seus medos somem ao estar por perto,
serei de agora em diante sua sombra,
acompanharei voce por toda a vida,
mesmo nos dias nublados estarei lá,
mas voce nao me verá,
nos dias de sol estarei a sua frente
abrindo seus caminhos,
ao seu lado ajudando-a em suas dificuldades,
sob voce carregando-a no colo
e finalmente nas noites escuras do seu quarto
estarei fazendo amor com voce.

Nesse amor em forma de colo,
eu me aconchego e me aninho,
faço dos teus braços meu ninho
e juntos façamos acontecer
o amor feito neblima suave,
orvalho dourado, geladinho
e ali me agasalho
no doce quentinho do seu entercener!

Marcos Toledo

Posted in poesia | Leave a Comment »

Navegando em Devaneios

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Navegando em pensamentos,
ouvi o som de notas musicais
desafiando os rochedos,
arrancando, das pedras,
segredos
que o grande amor não sepulta.
Sentimentos secretos,
sussurrados ao vento,
eternizam momentos
vividos a dois.
As juras, enamoradas,
são ondas
navegando no mar da saudade,
que nos tocam,
renovando sonhos
confessados ao firmamento,
proclamados nos versos
de uma canção,
que palpita eternamente
nos teus delírios,
e em meus devaneios

Schyrlei Pinheiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Solidão

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Companheira certa das horas incertas.
desmascaras, refletindo
em meus pensamentos
aquela verdade,
que dentro de meu coração guardei,
supondo que, ali, à salvo,
ninguém iria encontrar.
Mas, a tristeza fecunda,
que traz a lágrima ao olhar,
possui a chave da alma
e em meu cofre resolveu,
sem licença, penetrar,
deixando esta saudade doída
a minha solidão espelhar.
Entre cobertas e travesseiros,
renasce o meu desespero
por contigo ,
agora não mais estar.

Schyrlei Pinheiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

Um anjo…

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Um anjo sem asas,
um homem,
a razão revestida de coração…
Minha eterna gratidão!
A palavra certa nas horas incertas,
a mão amiga sempre estendida,
o abraço que aquece,
uma prece que do nada aparece…
Um anjo azul da cor do céu,
do mar,
do ar…
Um passaro a voar,
um homem a amar…

Escuta-me!

Se os anjos são eternos meu bem,
pra sempre será o meu amor também…

Adeus,
é
pra sempre demais…

SilCer

Posted in poesia | Leave a Comment »

EMARANHANDO A RAZÃO…

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Que é isto que sinto?!…

Que queima minha alma!…

Entra por minhas entranhas

Faz a razão submergir…

Que é isto,

Que se faz presente em mim?!…

Passo a não discernir,

A razão me vai…

Perco a noção do tempo,

Fundindo o dia e a noite!

Num tempo sem tempo…

Estranho!…

Não há tempo nem espaço

Não há razão

No domínio de mim!…

Em mim tudo é você…

Torna-se você num só instante

Tal como Omega…

Que é isto

Que me faz menino?!

Perdido em meu sentir,

Anula meus pudores,

Me faz perder de vez

O controle de atitudes e ações,

Domina emoções!..

Que é isto

Que faz meu coração

Pulsar mais forte?!

Meu olhar ir ao infinito

Só em busca dos teus olhos!…

Que é isto

Que me faz renunciar

A todos os bens?!…

Torna-me de nobre

Um pobre plebeu!…

Que é isto

Que me faz tremer?!

E buscar no teu calor

Minha renovação!…

O que é isto afinal?

Que me torna teu escravo…

O que é isto

Que se fez mais importante

Do que o alimento?!…

Que arrebata de mim

Qualquer vontade,

Dando lugar

Só a sentimentos?!…

Que é isto

Que revive lembranças,

Doces pecados!?…

Ah quanta lembrança!…

Mas o que é isto afinal?!

Será amor?!…

Paulo Nunes Jr.

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

Natureza Alada

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Sonhando ao teu lado,
vivo minha vida,
com o poder e o dever
de expressar minha opinião,
preservando a liberdade,
que não fere a perfeição,
entregue à humanidade,
por uma divina razão
que a muitos contraria,
a caminho da evolução.
Aqui, imperfeita sou,
aprendendo a cumprir
minha missão.
Arrasto um corpo cansado,
confiando na salvação,
que não tem preconceitos,
e entende meu coração.
Não julgarei palavras,
que rolam sobre o chão;
pensamentos têm asas,
não ficam detidos,
ou aprisionados a uma paixão.
Permaneço livre, para sentir,
seguir, contemplar, escutar e provar,
o sabor do fel e do mel,
derramados em letras,
nas paralelas do meu destino.
No vento, elas viajam,
sem impedir a minha passagem.
Lamento, cantando amor;
tenho um tempo marcado
entre os versos e inversos,
para conviver, sob o céu azul,
à sós, sobre a relva verde,
a minha felicidade

Schyrlei Pinheiro

Posted in poesia | Leave a Comment »

MEU NOME NAS MAOS DE DEUS”

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

“Eis que nas palmas das minhas mãos
te tenho gravado…”
Isaías 49. 16

O meu nome está gravado nas palmas da mão de Deus.
Não há nada que me tire os cuidados Seus.

Quando alegre ou triste oro, vem-me paz no coração;
Só parece que estou lendo meu nome em Sua mao.

Se meu nome se apagar da lembrança de um irmão,
Permanecerá gravado em meu Deus, na Sua mão.

Todo mal que há nete mundo pode fazer reação,
Mas não há nada que apague meu nome da Sua mão.

Passa o mundo, passa a vida, passa grande multidão,
Só não passa o ali gravado – meu nome na Sua mão.

Quando nas horas difíceis de maior tribulação,
Ele estende o braço – eu vejo – meu nome na Sua mão.

Senhor, se sozinho me acho,mergulhado em solidão,
Rasga o céu, me deixa ver – meu nome na Tua mão.

Bastará este conforto, bastará esta visão,
Bastará apenas ver – meu nome na Tua mão.

Meu Senhor, que previlégio ! Eu tão fraco, aqui, no chao,
Ter meu nome lá em cima das palmas da Tua mão !

Dá senhor, que eu seja digno de tão alta posição !
Guarda meu nome gravado as palmas da Tua mão !

Jonan Cruz

Posted in AMIGOS | 1 Comment »

A mão

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

A mão
pega/leva/carrega/julga/condena
trabalha/destroi/constroi/salva/ensina
veste/despe/dirige/goza/posa
bate/esmurra/fere/pune/castiga
avança/recua/espera/dá/retira
sangra/sua/perdoa/liga/desliga

A mão
pinta/desenha/inventa/escreve/modela
cria/abandona/prediz/orienta/indica
fura/corta/segura/amansa/conforta
conta/costura/cozinha/lê/estuda
testa/cola/descola/renova/conserta
elege/aplaude/vaia/depõe/vota

A mão
prega/martela/parafusa/abre/fecha
digita/deleta/corrige/faz/desfaz
caça/explica/injeta/toca/cura
esquenta/esfria/empresta/jura/paga
simula/befla/joga/trapaceia/engana
planta/colhe/produz/pesca/alimenta

A mão
seduz/salga/adoça/busca/procura
socorre/resgata/espeta/cava/enterra
manipula/tortura/rouba/assalta/mata
esfaqueia/atira/enforca/decapita/queima
fabrica/manufatura/aperta/prende/solta
nada/afunda/afoga/sofre/peca

A mão
suja/limpa/rasteja/corteja/belisca
soluciona/complica/dança/passeia/namora
emociona/encanta/hipnotiza/investiga/falsifica
rege/compõe/floreia/comanda/voa
foge/dribla/soca/saca/levanta
defende/acusa/trai/ama/deita

A mão
assusta/maravilha/ilude/derruba/escorrega
proibe/critica/elogia/esconde/fofoca
escolhe/une/reparte/divide/soma
compra/vende/mede/estica/puxa
reza/suplica/implora/chora/canta
brinca/diverte/corre/para/morre

Carlos Assis

Posted in poesia | Leave a Comment »

INIMIZADES

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

Rasgos torpes em todo rosto
Demônios sugados do nada
Naturalmente não se pode evitar
Espinhos sangrentos disfarçados com flores

O feito não quer se desfazer
Vozes baixas na escuridão das ruas
Falsos profetas do para-todo-o-sempre
Trazendo vulcões e tempestades

Enquanto a loucura se assenta
Na morada invisível do tédio
Planaltos devorados pelas chamas do inferno
Calmarias quentes de verão

Relatos de escribas
Antecipando a desunião das coisas terrenas
Julgamentos sem condenações
Os preços das mercadorias e das pessoas

O fundo do poço virado para baixo
Masmorra fedorenta e castelo fantasma
Gente que não é gente
Vítimas de um império caido em desgraça

Na vida ninguém entra para sair
Noite que nunca amanhece
Barcos semi-afundados nas Bermudas
Marinheiros perdidos no além-mar!

Carlos Assis

Posted in poesia | Leave a Comment »

Um fraco por você

Posted by vidapura2 em Novembro 12, 2010

A garrafa na mesa
O copo na mão
A música no rádio
O pensamento no papel

O coração no peito
O amargo na boca
O suor no rosto
O frio no estômago

O relógio no braço
O colar no pescoço
A anel no dedo
O brinco na orelha

A flor no vaso
O tapete na porta
A cortina na janela
A fotografia na estante

Carlos Assis

Posted in poesia | Leave a Comment »