amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

PÓS-OPERANDIS

Posted by vidapura2 em Fevereiro 3, 2011

Meu ser inerte,
corpo desnudo
e cru; metáfora
de mãos aprisionando
meus sentidos;
éter rarefeito,
na sala purificada
e gaseada.

Faca perdendo-se
na carne doente;
é gume é cabo,
ordenando
sua propensão –
o teorema,
que rasga minhas
entranhas.

Recobrar,
no meio caminho;
e a faca suga
a lâmina, que busca
a inflamação
(não sem antes
intensificar,
a anestesia).

Envolto em tubos,
regresso às
paredes simétricas;
brancas;
(e o relógio parou, ficou
a faca o gume
e o tempo ,
que lá ficou).

Cavalos desnorteados;
dir-se-ia, que
estou inválido!
Sorrisos femininos,
acodem meu corpo
(se não fosse faca,
seria relógio,
ou chumbo de bala).

Jorge Humberto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: