amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

SIGO UMA VIAGEM SEM FIM

Posted by vidapura2 em Fevereiro 27, 2011

Sigo uma viagem sem fim
nem sequer apeadeiro –
levo na noite um luzeiro,
que mostre partes de mim.

Uma perna um farto braço,
gesticulando impropérios,
derrubando vãos impérios,
com todo o meu embaraço.

Ouço bem perto a corrente,
de um rio bêbado de força –
e olhos de vidro duma corça,
sai do mato, num repente.

Longe vaia o corrediço susto,
que apesar do sol se mostrar,
fraco, fraquinho, a motejar,
inda vai a lua – inchado busto.

Mas eis a horizonte nado sol,
a aquecer-me os esqueletos:
é que não trago documentos,
digo-o baixo, ao lento caracol.

Vagabundo não precisa! Ora!
Nem falta pesará a ninguém!
Poeta é este, aquele, alguém,
coisas banais não são demora.

Assim sigo meu caminho meio
à Natureza e às fontes frescas –
belas moças trazem suas cestas
à cabeça e vejo um fugidio seio.

E é tudo tão natural que eu me
encho de preceito e de conserto,
cala-se a voz, em lance de acerto,
deixo fluir as coisas. e se. e se.

Começo a namorar uma menina,
recito-lhe fulgurante um poema –
o que procuro não são diademas,
mas o quê desta inquietude felina.

Jorge Humberto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: