amizade e poesia

Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.

Archive for Fevereiro, 2007

Estrelas

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 28, 2007

Eu sinto o encanto das estrelas
umas majestosas iluminando o céu
real beleza, facetadas como gemas em anel
teus azuis brilhantes dançando a sorrir
exibem metais prateados com teu faiscar.

Leio os segredos em teus múltiplos brilhos
sinto outras tristes e solitárias, teus silêncios
maduras e magoadas com teu brilhar
mostram o opaco com tuas tristezas
morrendo aos poucos teu clarear.

Comparo as estrelas ao amor
as que brilham o vivem em tua plenitude
as que perdem a cor, magoadas
morrem aos poucos de saudade
sentindo a ausência e a dor.

Pena não serem todas Dalva
pena Vênus não ser um planeta só
pena algumas mostrarem tua opacidade
perdendo o teu brilho e tua cor.

*LuliCoutinho*

Anúncios

Posted in Uncategorized | 19 Comments »

– UM AMIGO DE VERDADE

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 28, 2007

Amigo!
Hoje, lembrei de você.
Lembrei dos momentos juntos,
Dos momentos ausentes,
Das conversas ao vento,

Sinto falta…
Da tua doce voz.
do teu sorriso belo e franco…
da tua mão segurando a minha
quando  escorria o meu pranto.

Onde estás amigo?
Em que Estrela ou dimensão te encontras?
Quero revê-lo… toca-lo… repousar em teu colo…
voltar a dizer baixinho, só para você…
Te amo, amigo meu!

 

Elza Portugal

 

 

Num dia  de grande  emoção

Que pedia o coração para te agradecer

com uma sincera oração.

 

Ah! se eu fosse um bom poeta,

ou regesse uma grande orquestra

te homenagearia com a mais bela poesia

e uma radiosa harmonia!

 

E para você grande amigo das horas de alegria

Em que eu mais queria,tu estavas lá

na hora certa pronto a me amparar,

e a minha cruz aliviar.

 

O amigo pontual, da hora especial

sempre pronto a colaborar

tornando seguro o meu caminhar!

 

Por todas as horas de felicidade

Rogo a Deus que te abençoe!

 

Elio Mollo

Amigos de verdade sempre seremos,

tenha sempre essa certezaamigos desses que não escolhemos…nossa amizade, é pura beleza…Amizade é algo que aparece,é carinho, é afinidade,nunca desaparece…é a verdadeira amizade.Se o amigo sofre, sofremos também,são nossos os seus problemas,como eles vão e vem,

são nossos os seus dilemas.

Marcial Salaverry

 

Você amiga,

Que passou em minha vida

Que riu meu riso, e chorou meu pranto,

Esteve presente quando todos estiveram ausente…

Você foi a confissão de todos os meus segredos

Contigo eu venci todos os meus medos…

Você guiou meus passos, e me confortou no cansaço.

 

E na hora de sua partida, não houve tempo para despedidas.

Para a pátria espiritual você retornou, e nem meu beijo levou.

Sempre recordo as ultimas palavras que sorrindo você me deixou…

A falta de sua presença se faz sentida

A vida não é mais tão colorida…

 

Impossível ignorar a saudades que tomou conta de seu lugar.

Amiga Querida!

Deus te deu asas de anjo para voar!

E num canto do céu um dia vamos nos reencontrar.

 

Cora Maria

Posted in AMIGOS | 1.298 Comments »

VISAGEM..

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 28, 2007

Traço em compasso as linhas do teu rosto,e em devaneio moldo-te numa imagem vivaem nave azul, do triângulo que desenho

nas linhas que imagino, nestas letras sem nexo

calor que idealizo em embriaguez de sonho!… 

No sol dos teus afectos  me entrego atónito,poeta destes dias, num indagar de epístolasque te imagino no raiar dos dias, de cânticode boca faminta de amor, em calor imortalneste corpo que te oferto, e tem o meu sangue 

És rosto terno em forma de denegada Musaem pedra queimada pelos tempos, em gritosde lábios rubros pedindo margens de beijosque ficaram na fímbria das horas de ontem,na boca calada que comigo arde pecando…assim traço o teu rosto, num gesto cristalino!©Ferdinando 

Posted in poesia | 7 Comments »

Voz do amigo

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 28, 2007

É a voz do gostar,
É a voz do alertar,
Dizendo nas palavras,
Hei! Acorde…Quero te ajudar!!!
É a voz que vem com o que precisamos ouvir,
Ler, perceber, interiorizar…
Quando não conseguimos ler a nós mesmos,
Quando nos falta o chão, o teto, o rumo..
Vem como um “cutucão“ benigno..
Uma sacudida,
Um alerta..
Uma sirene que soa o nobre sentimento,
De luz,
Imenso cuidar..
Vem com tanta verdade,
Mas, nada que possa duvidar, mesmo quando
se fala algo que não aceitamos,  

 não  devemos nos magoar, pois o amigo  que é amigo não se magoa por uma 

 palavra as vezes mal colocada…amigo é reclamão mesmo, mas nada por maldade..
Amigo é uma voz que Deus usa,
Que vem devagar..
Que inunda…
Que traz alegrias..
Que contagia..
Uma voz de anjo,
Uma voz de irmão escolhido…
Presentes e presente..
Nos dois sentidos..o de estar e,
o de jóia inestimável..
Um mestre de consciência…
Mestre paciente para ouvir,
Ser cúmplice nas dores e
Alegrias…
Mãos estendidas,  entrelaçadas…
Dádiva da vida…únicos,
Senhores do bem:
Voz de amigo!!!!!   
sua voz sempre foi assim   amor amigo,  

pessoa de  muitos brios, dons e carismas  por isso é que faz a diferença… 

 te adoro pessoa amada de Deus.  com muita satisfação e dizer-lhe 

 mesmo nestas tempestades em que  estou vivendo por não teres lido e ouvido 

 o meu clamo com a alma, mesmo assim eu soube 

 acolher seus conselhos e me burilar… 

 o amigo sincero não se ofende quando  precisa de uns puchões de orelhas… 

 Viva a Nossa Amizade que sempre foi abençoada por  

 Nossa Senhora das Graças  um forte abraço meu amigo-a

Posted in AMIGOS | Leave a Comment »

MEU CORAÇÃO

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 28, 2007

Quem quer esse pulsar tão descontenteAlheio, inerte, desalmado à vidaMarchando qual soldado desistenteFerido de amor, não cicatriza. 

Quem quer pequeno trapo encardido Figura desbotada de um baralhoDormido às ilusões em ti mal digoNas palhas ressecadas do borralho. 

Quem traz o beijo ao leito da promessaDe cura desse enfermo apaixonado À vida, pausa e morte que não cessa. 

Quem cura, sabe a vida em desconsolo.E a sina que te fez tão desgraçado

Ser tu meu coração, um pobre tolo!

Eliane Couto Triska

Posted in poesia | Leave a Comment »

Dependencia

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

Amor…
quanta saudade de voce…
falta que doi,
doi como um vicio…
sem sua quimica para consumir
dependente,
completamente dependente
dependencia…
que enlouquece sem voce.
Que nao me cure
desse vicio
que me drogou desde inicio
de uma forma que teve principio
mas sinto que nao vai ter fim
esta em minha corrente,
contaminando, completamente,
tudo em mim…
vicio benvindo,
vicio amado,
vicio ansiado,
sentido e curtido,
incuravel viciado.
viciado por ti…

Joe’A

Posted in poesia | 1 Comment »

O Tempo todo

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

Todo o tempo
O pensamento trabalha
Pensando, pensando,
Sem parar um só instante.
Sempre em movimento
Palavras, sons, imagens,
Sabores, odores, sensações,
Emoções tudo ele controla
Inclusive as batidas do coração
O piscar dos olhos
Para sua lubrificação
O tempo todo
Todo tempo
O pensamento pensa
Pensando trabalha
Sem parar
O tempo todo
Todo tempo
ABittar

Posted in poesia | 1 Comment »

CONTRA A TIRANIA

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

Ah, quem pudesse, aqui, por ouvir, dizer
De sua justiça, e com isso reconhecer
O seu estatuto de cidadão, seria contudo
Pouco, ante o mal que grassa no mundo.

Liberto dos seus medos, e a verdade,
Assim, exposta, seria a da sua liberdade,
E não mais o homem teria de se ajoelhar
Ante a premissa do burguês ao acordar.

De braços e de sangue, a resistência
Se faria, contra toda e qualquer tirania
Formando a sua auto consciência.

Quando, meus senhores, não sei dizer,
Mas virá de lá de longe ainda o dia,
Em que o homem terá o seu renascer.

Jorge Humberto

Posted in poesia | Leave a Comment »

CAIS DE AMOR

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

Porto meu, onde ora desembarco
sem contenda que de mim fizera
não naufragar mais à tua espera
a calma praia… acalento ao barco.

Cais de amor que a mim acolhe
abrigo seguro das minhas luas
desvendaste pois est’ alma nua
sorvendo o mar bravio num só gole.

Conspícuo refúgio que se apodera
das enseadas em alvas contas
e assim me deitas nesta quimera,

ancorando-me em suave e fina areia
fizeste de mim, jangada na mansa onda
balouçando…em amor à tua beira

Milamarian

Posted in poesia | Leave a Comment »

BEIJO DE DESEJO

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

Bocas entreabertas,

línguas espertas…

Falando a mesma língua,

o amor não morre à míngua…

Beijo de amor e tesão,

acelerando o coração…

Beijo com amor doado,

beijo com tesão dado,

o eterno beijo apaixonado…

Um desejo desejado,

de ter o corpo todo beijado…

Marcial Salaverry

Posted in poesia | Leave a Comment »

Beija-flor

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

A AveEste lindo beija-flor
Beija sorrateiramente
As flores com amor

É um belo beija-flor
Com suas asinhas
Parecendo uma hélice
A sugar o néctar
E beneficiar a flor

Assim quero ser
Um lindo beija-flor
A amor distribuir
Por este mundo afora
Num ritual de muito amor

(Marici Bross) 

Posted in poesia | Leave a Comment »

AMIZADES QUERIDAS

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 27, 2007

Como é lindo este reviver de emoções,
sentir novamente aquelas doces sensações
que tanto embalaram nossos corações…
Lembranças cheias de saudade,
onde nossa felicidade
era curtir aquela gostosa amizade…
Amizade vinda de uma linda convivência,
numa mescla de carinho e impaciência…
Tinhamos pressa em viver,
queriamos ver o tempo correr…
E agora, que o tempo passou,
e nossa vida tanto mudou…
Momentos incríveis,
amores inesquecíveis….
Tímidos beijos,
cheios de ocultos desejos…
Promessas de eterna amizade…
agora resta a saudade…
As conversas no recreio,
onde namorar tinhamos receio…
Pelo portão passando,
estes corredores percorrendo,
velhos amigos revendo…
Aqui estou recordando…
Marcial Salaverry

Posted in poesia | 5 Comments »

DESEJOS POSITIVOS

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 26, 2007

Que os seus dias sejam…
Alegres, bonitos e deslumbrantes

Como a beleza dos crepúsculos, envolventes e aconchegantes

Que as suas noites sejam…
Tranqüilas como o mar em calmaria

Como as brumas de verão, acaloradas, alegres e vivificantes

Que a sua saude seja…
Plena como a vitalidade produzida pela chuva
Como um belo dia de sol revelando toda a beleza que existe na natureza

Que o poder da sua mente seja…
Grande e Poderosa

Como as mais elevadas serras e montanhas
Ampla e imensa como a vastidão dos mares e dos oceanos

Que a sua paz interior esteja…
Com o espírito calmo e límpido

Como o azul do céu nas tardes de inverno

Que o seu conforto e a sua segurança pessoal seja…
Como um firme ancoradouro

Onde aportam e embarcam as grande e pequenas naus

Que a sua sensação de receber o carinho do ser amado seja…
Sempre refrescante e vivificador

Como a agua que traz a Vida e o Sol que traz o calor

Que o sono e o repouzo sejam…
Calmos e serenos

Como a leve neblina na aurora num belo amanhecer!

DESEOS POSITIVOS
Caio Amaral

Posted in Uncategorized | 1 Comment »

Encontro e Desenvontro !

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 26, 2007

 Amei você !

Amei com paixão ,
mas vocè  nao encontrou
o caminho do meu coração…

De  tudo que vivemos,
Ficou o gosto de saliva ,

 numa quimica combinada…
e  o nosso suor,
nos lençoes a deriva ,
mais nada… 
        (Magy)

Posted in Uncategorized | Leave a Comment »

FATOS QUE NÃO VOLTAM ATRÁS

Posted by amizadepoesia em Fevereiro 26, 2007

“Tres coisas que não voltam atrás:

 a Flecha, a Palavra e a Oportunidade

A flecha quando lançada é,

 nunca mais retoma o seu ponto de origem

Palavra dita, que fere ou enaltece, após proferida…

Não reverte o efeito causado

 A oportunidade quando desprezada é…

Se foi…nunca mais será recuperada

Poderá surgir nova oportunidade…

  Mas a que foi, estará perdida para sempre!

Novas flechas poderão ser lançadas…

Mas nunca terão idêntico percurso

Palavras não podem  ser revertidas ou revistas…

Novas palavras…novos efeitos…novos resultados

Lance os dardos e as flechas com a precisão que os alvos requerem

Não profira palavras que não gostaria que fossem por ti ouvidas

Não permita que as oportunidades escoem pelo ralo da vida

Mesmo que hajam outras, essa que foi perdida jamais se repetirá

Caio Amaral

Posted in AMIGOS, Uncategorized | 3 Comments »